Voltar
10/2019

Conquiste a independência financeira antes dos 30

Conquistar uma independência financeira sólida antes dos 30 exige planejamento e uma quantia destinada à economia todo mês. Confira dicas para atingir esta meta.

Provavelmente você já está familiarizado com o seguinte roteiro: desde a adolescência é necessário ajudar os pais nas tarefas de casa e, quando chegar à maioridade, buscar um emprego estável que permita ter independência financeira. Depois casa-se antes dos 25 anos e, com um parceiro(a), compra um terreno, se esforça para construir a casa e garantir um futuro confortável aos filhos.

Esse roteiro é a base de muitas histórias de quem passou a ser adulto nos anos 1980 e 90. Atualmente, as coisas são diferentes. Geralmente os brasileiros começam a sair da casa dos pais a partir dos 25 anos, segundo dados mais recentes do Censo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Em muitos casos, por falta de estrutura, é comum que alguns filhos voltem devido ao alto custo de vida. Afinal, não é nada fácil pagar aluguel, segurar as contas básicas, manter uma vida social saudável e ainda juntar dinheiro. 

A melhor forma de seguir em frente é conquistar uma independência financeira sólida antes mesmo de dar o emocionante adeus aos pais. Confira dicas para alcançar este objetivo:

Investir na carreira profissional

Se você teve oportunidade de fazer um curso de graduação assim que saiu do ensino médio possui o tempo a seu favor para construir uma carreira sólida. 

Nesse período, aproveite para aprender bastante e fazer um estágio que seja significativo em direção ao que está buscando.

Estudar e trabalhar não é fácil, principalmente quando se tem um estágio de baixa remuneração. Foco e paciência nesse momento são palavras-chave importantes. 

Uma vez formado, finalmente surgem condições de arrumar empregos com melhores remunerações. Entretanto, não se prenda a isso. A partir do momento em que se tem um salário - a começar pelo estágio - comece a reservar uma quantia de, pelo menos, 10% do que ganha.

Foco na independência financeira

Pense no valor guardado desse percentual como o início de uma reserva que será essencial para que você mude de vida com segurança e conforto. 

Uma grande parcela cai no engano de pensar que, aos 30 anos, estará em uma etapa bem mais avançada da carreira, e que as coisas fluirão com mais rapidez. Não é bem assim. 

Se você não tiver um planejamento desde o momento em que pensou em sair da casa dos pais, pode se frustrar e se ver na situação de retornar ao velho lar.

Controle de gastos

Morar com os pais poupa alguns gastos corriqueiros. Por exemplo, não há valor de aluguel e, mesmo que tenha que dividir algumas contas, o valor não fica tão pesado comparado a morar sozinho ou em casal. 

Portanto, mantenha bem o controle de seus gastos. Liste em uma planilha o destino de seus rendimentos e aumente o percentual de reserva do seu dinheiro. Quanto mais cedo você começar, mais enraizada fica a prática de poupar. Logo, o que começa como 10% de reserva pode subir para 20%, 30% ou até mais.

Se você tem o objetivo de continuar os estudos morando na casa dos pais, não precisa sacrificar o dinheiro que poupou. Você pode contar com o consórcio de serviços para investir em um curso universitário ou intercâmbio. 

Ah, e já pode preparar a saída da casa dos pais de forma planejada: pode investir antecipadamente em uma carta de consórcio imobiliário, que não exige valor de entrada e nem realiza cobrança de juros. 

Sem pressa, você consegue se organizar para pagar as mensalidades aos poucos e esperar o sorteio nas assembleias mensais ou fazer a oferta de um lance com o dinheiro que reservou ao longo dos anos. 

Com esforço e planejamento, ainda antes dos 30 é possível ter a casa própria, uma boa formação e a tão sonhada independência financeira. Para saber mais sobre este assunto, baixe o nosso e-book "Educação Financeira: passo a passo para você ficar craque".


Simule seu consórcio agora mesmo!

Simule agora

Outras matérias relacionadas

05/2020

Qual a diferença entre consórcio e financiamento de carro?

Comprar um carro está na lista de objetivos de muitos brasileiros. Acesse e saiba qual a diferença entre consórcio e financiamento de carro!

05/2020

Qual a diferença entre consórcio e financiamento de carro?

Comprar um carro está na lista de objetivos de muitos brasileiros. Acesse e saiba qual a diferença entre consórcio e financiamento de carro!

02/2020

3 destinos exóticos para sua próxima viagem

Saiba como Programar financeiramente sua Proxima Viagem com UP Consórcios!

Conquiste a independência financeira antes dos 30

Conquiste a independência financeira antes dos 30

Provavelmente você já está familiarizado com o seguinte roteiro: desde a adolescência é necessário ajudar os pais nas tarefas de casa e, quando chegar à maioridade, buscar um emprego estável que permita ter independência financeira. Depois casa-se antes dos 25 anos e, com um parceiro(a), compra um terreno, se esforça para construir a casa e garantir um futuro confortável aos filhos.

Esse roteiro é a base de muitas histórias de quem passou a ser adulto nos anos 1980 e 90. Atualmente, as coisas são diferentes. Geralmente os brasileiros começam a sair da casa dos pais a partir dos 25 anos, segundo dados mais recentes do Censo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Em muitos casos, por falta de estrutura, é comum que alguns filhos voltem devido ao alto custo de vida. Afinal, não é nada fácil pagar aluguel, segurar as contas básicas, manter uma vida social saudável e ainda juntar dinheiro. 

A melhor forma de seguir em frente é conquistar uma independência financeira sólida antes mesmo de dar o emocionante adeus aos pais. Confira dicas para alcançar este objetivo:

Investir na carreira profissional

Se você teve oportunidade de fazer um curso de graduação assim que saiu do ensino médio possui o tempo a seu favor para construir uma carreira sólida. 

Nesse período, aproveite para aprender bastante e fazer um estágio que seja significativo em direção ao que está buscando.

Estudar e trabalhar não é fácil, principalmente quando se tem um estágio de baixa remuneração. Foco e paciência nesse momento são palavras-chave importantes. 

Uma vez formado, finalmente surgem condições de arrumar empregos com melhores remunerações. Entretanto, não se prenda a isso. A partir do momento em que se tem um salário - a começar pelo estágio - comece a reservar uma quantia de, pelo menos, 10% do que ganha.

Foco na independência financeira

Pense no valor guardado desse percentual como o início de uma reserva que será essencial para que você mude de vida com segurança e conforto. 

Uma grande parcela cai no engano de pensar que, aos 30 anos, estará em uma etapa bem mais avançada da carreira, e que as coisas fluirão com mais rapidez. Não é bem assim. 

Se você não tiver um planejamento desde o momento em que pensou em sair da casa dos pais, pode se frustrar e se ver na situação de retornar ao velho lar.

Controle de gastos

Morar com os pais poupa alguns gastos corriqueiros. Por exemplo, não há valor de aluguel e, mesmo que tenha que dividir algumas contas, o valor não fica tão pesado comparado a morar sozinho ou em casal. 

Portanto, mantenha bem o controle de seus gastos. Liste em uma planilha o destino de seus rendimentos e aumente o percentual de reserva do seu dinheiro. Quanto mais cedo você começar, mais enraizada fica a prática de poupar. Logo, o que começa como 10% de reserva pode subir para 20%, 30% ou até mais.

Se você tem o objetivo de continuar os estudos morando na casa dos pais, não precisa sacrificar o dinheiro que poupou. Você pode contar com o consórcio de serviços para investir em um curso universitário ou intercâmbio. 

Ah, e já pode preparar a saída da casa dos pais de forma planejada: pode investir antecipadamente em uma carta de consórcio imobiliário, que não exige valor de entrada e nem realiza cobrança de juros. 

Sem pressa, você consegue se organizar para pagar as mensalidades aos poucos e esperar o sorteio nas assembleias mensais ou fazer a oferta de um lance com o dinheiro que reservou ao longo dos anos. 

Com esforço e planejamento, ainda antes dos 30 é possível ter a casa própria, uma boa formação e a tão sonhada independência financeira. Para saber mais sobre este assunto, baixe o nosso e-book "Educação Financeira: passo a passo para você ficar craque".


Últimas Postagens

Avaliação de Automóveis: Descubra como é feita e o que é considerado para definir o valor

Você sabe o que é a Avaliação de Automóveis? Acesse esse conteúdo e descubra como é feita e o que é considerado para definir o valor!

Imóveis Usados Podem ser Comprados com Consórcio?

Imóveis Usados Podem ser Comprados com Consórcio? Acompanhe este conteúdo e saiba o que está por trás da compra de imóveis usados com consórcio!

De que forma a parceria UP Consórcios e 7 Waves te ajuda a conquistar objetivos

Acompanhe a leitura deste artigo e entenda de que forma a parceria UP Consórcios e 7 Waves te ajuda a conquistar seus objetivos!

UP x Outros consórcios: conheça os diferenciais UP Consórcios

UP x Outros consórcios: Acesse nossa postagem e confira algumas vantagens dos consórcios em geral, e mostrar o que o UP pode fazer de diferente para você!

Dicas para comprar o primeiro carro

Uma coisa é fato: ter um carro não é luxo, mas sim, uma necessidade. Acesse nossa postagem e confira 5 dicas essenciais para se comprar o primeiro carro!

Como planejar a aposentadoria tranquilamente

Os brasileiros se preocupam bastante com a aposentadoria. Quer entender melhor como planejar a aposentadoria tranquilamente? Clique e confira nossa postagem!
Próximo
1 / 36