Voltar
05/2021

Investir em imóveis: conheça as principais vantagens

O mercado imobiliário registrou crescimento em 2020 e as projeções são ainda melhores para 2021. Pensa em investir em imóveis? Então esse artigo é para você!

As opções de investimento são inúmeras e incluem, por exemplo, a poupança, a bolsa de valores e, também, os imóveis. A aplicação de recursos no mercado imobiliário é considerada uma das formas mais tradicionais e mais seguras de investimento e, por isso, apresenta inúmeros benefícios. Se você deseja investir em imóveis, precisa conhecer as principais características do processo e, é claro, suas vantagens.

Nesse texto, você irá conferir dados sobre a realidade do mercado imobiliário em 2021 e, também, as principais vantagens de investir em imóveis. Além disso, se você é novo nos investimentos imobiliários, irá conhecer dicas para começar a investir da forma mais indicada.

A realidade do mercado imobiliário no Brasil

A pandemia de covid-19, ao contrário do que muitos especialistas apontaram em março do último ano, impulsionou o crescimento do mercado imobiliário em 2020. 

A mudança no comportamento e na rotina dos brasileiros favoreceu a valorização de casas e de apartamentos residenciais, que, com as medidas de distanciamento e de isolamento social, passaram a ser um verdadeiro refúgio.

O estudo Indicadores Imobiliários Nacionais do 3º trimestre de 2020, que foi produzido pela Cbic (Câmara Brasileira da Indústria da Construção) e pelo Senai (Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial), em parceria com a Brain Inteligência Estratégica, apontou que, até o final de setembro do último ano, mais de 128 mil novos apartamentos foram comercializados. Um dos principais focos do resultado foi a cidade de São Paulo.

O resultado representa um crescimento de 8,4% em relação aos números registrados no período de janeiro de 2019 a setembro de 2019. De acordo com especialistas do setor, o aumento dos índices se deve a uma série de fatores.

Não é novidade que a pandemia trouxe um cenário favorável para o crescimento do mercado imobiliário no Brasil. Entretanto, esse fato não se deve somente à necessidade de as pessoas ficarem mais em suas casas ou em seus apartamentos. 

Na realidade, outros pontos foram ajustados de acordo com o cenário, como a queda histórica da taxa básica de juros, a taxa Selic (Sistema Especial de Liquidação e Custódia), que facilitou o acesso de muitos brasileiros aos financiamentos e aos consórcios imobiliários. Até o final de 2020, a Selic estava em apenas 2%.

Segundo projeções do Boletim Focus divulgado pelo Banco Central em fevereiro deste ano, a taxa Selic deve subir em 2021. As expectativas mostram que é possível que a taxa chegue até o final do ano em 3,75%. 

Entretanto, de acordo com a publicação, mesmo com o possível aumento, a Selic continuará em patamares baixos e, portanto, as negociações imobiliárias devem seguir com bons resultados em 2021.

Como os consórcios imobiliários são afetados pela taxa Selic?

A taxa Selic, conforme apontado acima, é a taxa básica de juros e, por isso, é responsável por influenciar todo o sistema econômico do Brasil. De maneira geral, é ela quem determina quais juros serão praticados por empréstimos, por financiamentos e por aplicações financeiras variadas.

Além disso, é preciso considerar que a Selic influencia os valores cobrados pelas administradoras referentes à taxa de administração. E é exatamente nesse ponto que a tarifa estabelece relação com os consórcios imobiliários.

Ao contrário dos financiamentos imobiliários, que cobram juros do contratante, os consórcios estabelecem a cobrança da chamada taxa de administração. Os valores destinados a esse custo são destinados às administradoras, que são responsáveis por gerir as situações abrangidas pelos consórcios, como os grupos e as cartas de crédito.

Investir em imóveis: quais são as vantagens?

Como você pôde perceber, o mercado imobiliário apresenta um cenário favorável para quem deseja investir em imóveis. Desse modo, chegou o momento de conhecer as principais vantagens de começar - ou de dar continuidade - aos investimentos no setor.

Segurança

A segurança é um dos principais benefícios de investir em imóveis. Isso porque, mesmo em momentos em que o mercado imobiliário se encontra em crise - o que não ocorre no cenário atual -, casas e apartamentos mantêm seus valores, ou seja, não sofrem desvalorização.

Esse é um fator positivo para investidores que desejam aumentar sua renda futura, seja por meio da revenda, da locação ou de outras formas de rentabilizar o imóvel. 

Ademais, é necessário apontar que os riscos de investir em imóveis são praticamente inexistentes, já que esse tipo de investimento não pode ser congelado pelo governo e não possui relação direta com crises bancárias. 

Isso significa que, mesmo com a quebra de instituições financeiras e com a ocorrência de crises econômicas, os imóveis continuam a constituir um patrimônio, que não irá passar pela desvalorização de preços.

Renda extra

Investir em imóveis garante que o indivíduo tenha bons retornos com uma renda extra. Isso significa que o investidor pode obter rentabilidade com suas propriedades, o que pode ocorrer de várias formas. 

Disponibilizar a casa ou o apartamento adquirido para locação é uma das maneiras mais comuns de rentabilizar imóveis. Além disso, é possível revender a propriedade, especialmente em momentos propícios para a negociação. A decisão entre a forma de rentabilizar depende da realidade econômica do local e, também, das necessidades e das preferências do proprietário.

A locação do imóvel adquirido garante, por exemplo, a arrecadação de uma renda passiva, na qual o investidor consegue lucrar todos os meses. Já a revenda é recomendada para proprietários que desejam receber um valor maior à vista.

Valorização

A moradia é uma necessidade básica dos cidadãos e, por isso, gera uma demanda por casas e por apartamentos, seja por meio da compra ou do aluguel. Isso significa que os preços dos imóveis seguem a tendência constante de valorização. 

Caso a propriedade não seja valorizada, é provável que continue com o mesmo valor que foi investido, já que, conforme apontado acima, as características de investir em imóveis garantem que a desvalorização seja um fator pouco provável. 

Aumento do patrimônio

A constituição de um patrimônio é o sonho de boa parte da população. Não é à toa que a casa própria é uma das maiores realizações de muitos brasileiros. Nesse sentido, a melhor forma de dar início à concretização do plano é investir em imóveis, seja para rentabilizá-los ou para utilizá-los como moradia. 

Em todos os casos, com uma casa ou um apartamento registrado em seu nome, é possível realizar reformas e melhorias em sua estrutura. 

Desse modo, o investidor é capaz de aumentar o valor de venda ou de locação do imóvel, o que favorece lucros futuros com a revenda e/ou com a locação.

Diversificação da carteira de investimentos

Investidores mais experientes costumam investir em imóveis para diversificar sua carteira de investimentos. Isso se deve, principalmente, à segurança oferecida pela escolha, já que investir em casas e em apartamentos garante estabilidade ao indivíduo.

Além disso, é preciso considerar o baixo risco do investimento, que se constitui como uma das principais vantagens. Diante disso, o indivíduo pode decidir se deseja investir em imóveis de forma direta - por meio da compra - ou de forma indireta - por meio da Bolsa de Valores, por exemplo.

Dicas para começar a investir no setor imobiliário

Agora que você já conhece as principais vantagens de investir em imóveis, chegou o momento de conferir algumas dicas para começar o procedimento. Esse tópico está direcionado, principalmente, a investidores inexperientes ou a indivíduos que ainda não estão inseridos no mercado imobiliário, mas que desejam começar em breve.

Planejamento

Assim como todos os processos que envolvem dinheiro, investir em imóveis necessita de muito planejamento. Desse modo, antes de comprar uma casa ou um apartamento ou de investir na Bolsa de Valores, é preciso avaliar o momento do mercado imobiliário na localização do imóvel pretendido.

Além disso, é preciso ter em mente quais são seus principais objetivos com o investimento. Você deseja disponibilizar o imóvel para locação? Ou pretende revendê-lo? Esses pontos irão te auxiliar, inclusive, na escolha da propriedade, uma vez que algumas são mais indicadas para venda, enquanto outras são mais compatíveis com o mercado de locação.

Por fim, mas não menos importante, o investidor precisa verificar quanto pode investir. Nesse momento, é possível contar com determinados auxílios, como o consórcio imobiliário, mas é preciso montar uma reserva de emergência.

Potencial de valorização

Como o foco de investir em imóveis é, na maioria dos casos, rentabilizá-los, o investidor precisa estar atento ao potencial de valorização da propriedade. Nesse sentido, antes de comprar uma casa, um apartamento ou um imóvel residencial, é necessário conhecer sua localização, bem como a infraestrutura do bairro.

Não se esqueça de avaliar todas as características do imóvel, já que esses fatores, somados à localização, influenciam diretamente no valor e no potencial de valorização da propriedade com o passar do tempo.

Quem somos nós

Parceiros da UP Consórcios, nós somos a Arbo Imóveis, uma startup do mercado imobiliário que tem o objetivo de simplificar transações imobiliárias, para que se conectar a um imóvel seja felicidade para quem o recebe, para quem o entrega e para quem o administra. 

Oferecemos serviços e produtos para o mercado imobiliário de todo o Brasil e operamos um dos maiores portais de imóveis do País. Conheça!


Simule seu consórcio agora mesmo!

Simule agora

Outras matérias relacionadas

05/2021

Você sabia que pode fazer um Consórcio de Viagem?

Você sabia que conhecer um lugar novo, fazer intercâmbio ou tirar férias em família pode ser mais fácil do que você imagina? Conheça o UP Consórcio de Viagem!

05/2021

Casa própria ou alugada: qual o ideal para você?

Casa Própria ou Alugada? Acesse nossa postagem e saiba o melhor para você!

05/2021

Consórcio para vencer na vida: conheça essa modalidade de compra!

O consórcio é uma modalidade de compra para quem quer vencer na vida, independentemente do objetivo. Saiba tudo sobre como realizar seu sonho com consórcio!

Investir em imóveis: conheça as principais vantagens

Investir em imóveis: conheça as principais vantagens

O mercado imobiliário registrou crescimento em 2020 e as projeções são ainda melhores para 2021. Pensa em investir em imóveis? Então esse artigo é para você!

As opções de investimento são inúmeras e incluem, por exemplo, a poupança, a bolsa de valores e, também, os imóveis. A aplicação de recursos no mercado imobiliário é considerada uma das formas mais tradicionais e mais seguras de investimento e, por isso, apresenta inúmeros benefícios. Se você deseja investir em imóveis, precisa conhecer as principais características do processo e, é claro, suas vantagens.

Nesse texto, você irá conferir dados sobre a realidade do mercado imobiliário em 2021 e, também, as principais vantagens de investir em imóveis. Além disso, se você é novo nos investimentos imobiliários, irá conhecer dicas para começar a investir da forma mais indicada.

A realidade do mercado imobiliário no Brasil

A pandemia de covid-19, ao contrário do que muitos especialistas apontaram em março do último ano, impulsionou o crescimento do mercado imobiliário em 2020. 

A mudança no comportamento e na rotina dos brasileiros favoreceu a valorização de casas e de apartamentos residenciais, que, com as medidas de distanciamento e de isolamento social, passaram a ser um verdadeiro refúgio.

O estudo Indicadores Imobiliários Nacionais do 3º trimestre de 2020, que foi produzido pela Cbic (Câmara Brasileira da Indústria da Construção) e pelo Senai (Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial), em parceria com a Brain Inteligência Estratégica, apontou que, até o final de setembro do último ano, mais de 128 mil novos apartamentos foram comercializados. Um dos principais focos do resultado foi a cidade de São Paulo.

O resultado representa um crescimento de 8,4% em relação aos números registrados no período de janeiro de 2019 a setembro de 2019. De acordo com especialistas do setor, o aumento dos índices se deve a uma série de fatores.

Não é novidade que a pandemia trouxe um cenário favorável para o crescimento do mercado imobiliário no Brasil. Entretanto, esse fato não se deve somente à necessidade de as pessoas ficarem mais em suas casas ou em seus apartamentos. 

Na realidade, outros pontos foram ajustados de acordo com o cenário, como a queda histórica da taxa básica de juros, a taxa Selic (Sistema Especial de Liquidação e Custódia), que facilitou o acesso de muitos brasileiros aos financiamentos e aos consórcios imobiliários. Até o final de 2020, a Selic estava em apenas 2%.

Segundo projeções do Boletim Focus divulgado pelo Banco Central em fevereiro deste ano, a taxa Selic deve subir em 2021. As expectativas mostram que é possível que a taxa chegue até o final do ano em 3,75%. 

Entretanto, de acordo com a publicação, mesmo com o possível aumento, a Selic continuará em patamares baixos e, portanto, as negociações imobiliárias devem seguir com bons resultados em 2021.

Como os consórcios imobiliários são afetados pela taxa Selic?

A taxa Selic, conforme apontado acima, é a taxa básica de juros e, por isso, é responsável por influenciar todo o sistema econômico do Brasil. De maneira geral, é ela quem determina quais juros serão praticados por empréstimos, por financiamentos e por aplicações financeiras variadas.

Além disso, é preciso considerar que a Selic influencia os valores cobrados pelas administradoras referentes à taxa de administração. E é exatamente nesse ponto que a tarifa estabelece relação com os consórcios imobiliários.

Ao contrário dos financiamentos imobiliários, que cobram juros do contratante, os consórcios estabelecem a cobrança da chamada taxa de administração. Os valores destinados a esse custo são destinados às administradoras, que são responsáveis por gerir as situações abrangidas pelos consórcios, como os grupos e as cartas de crédito.

Investir em imóveis: quais são as vantagens?

Como você pôde perceber, o mercado imobiliário apresenta um cenário favorável para quem deseja investir em imóveis. Desse modo, chegou o momento de conhecer as principais vantagens de começar - ou de dar continuidade - aos investimentos no setor.

Segurança

A segurança é um dos principais benefícios de investir em imóveis. Isso porque, mesmo em momentos em que o mercado imobiliário se encontra em crise - o que não ocorre no cenário atual -, casas e apartamentos mantêm seus valores, ou seja, não sofrem desvalorização.

Esse é um fator positivo para investidores que desejam aumentar sua renda futura, seja por meio da revenda, da locação ou de outras formas de rentabilizar o imóvel. 

Ademais, é necessário apontar que os riscos de investir em imóveis são praticamente inexistentes, já que esse tipo de investimento não pode ser congelado pelo governo e não possui relação direta com crises bancárias. 

Isso significa que, mesmo com a quebra de instituições financeiras e com a ocorrência de crises econômicas, os imóveis continuam a constituir um patrimônio, que não irá passar pela desvalorização de preços.

Renda extra

Investir em imóveis garante que o indivíduo tenha bons retornos com uma renda extra. Isso significa que o investidor pode obter rentabilidade com suas propriedades, o que pode ocorrer de várias formas. 

Disponibilizar a casa ou o apartamento adquirido para locação é uma das maneiras mais comuns de rentabilizar imóveis. Além disso, é possível revender a propriedade, especialmente em momentos propícios para a negociação. A decisão entre a forma de rentabilizar depende da realidade econômica do local e, também, das necessidades e das preferências do proprietário.

A locação do imóvel adquirido garante, por exemplo, a arrecadação de uma renda passiva, na qual o investidor consegue lucrar todos os meses. Já a revenda é recomendada para proprietários que desejam receber um valor maior à vista.

Valorização

A moradia é uma necessidade básica dos cidadãos e, por isso, gera uma demanda por casas e por apartamentos, seja por meio da compra ou do aluguel. Isso significa que os preços dos imóveis seguem a tendência constante de valorização. 

Caso a propriedade não seja valorizada, é provável que continue com o mesmo valor que foi investido, já que, conforme apontado acima, as características de investir em imóveis garantem que a desvalorização seja um fator pouco provável. 

Aumento do patrimônio

A constituição de um patrimônio é o sonho de boa parte da população. Não é à toa que a casa própria é uma das maiores realizações de muitos brasileiros. Nesse sentido, a melhor forma de dar início à concretização do plano é investir em imóveis, seja para rentabilizá-los ou para utilizá-los como moradia. 

Em todos os casos, com uma casa ou um apartamento registrado em seu nome, é possível realizar reformas e melhorias em sua estrutura. 

Desse modo, o investidor é capaz de aumentar o valor de venda ou de locação do imóvel, o que favorece lucros futuros com a revenda e/ou com a locação.

Diversificação da carteira de investimentos

Investidores mais experientes costumam investir em imóveis para diversificar sua carteira de investimentos. Isso se deve, principalmente, à segurança oferecida pela escolha, já que investir em casas e em apartamentos garante estabilidade ao indivíduo.

Além disso, é preciso considerar o baixo risco do investimento, que se constitui como uma das principais vantagens. Diante disso, o indivíduo pode decidir se deseja investir em imóveis de forma direta - por meio da compra - ou de forma indireta - por meio da Bolsa de Valores, por exemplo.

Dicas para começar a investir no setor imobiliário

Agora que você já conhece as principais vantagens de investir em imóveis, chegou o momento de conferir algumas dicas para começar o procedimento. Esse tópico está direcionado, principalmente, a investidores inexperientes ou a indivíduos que ainda não estão inseridos no mercado imobiliário, mas que desejam começar em breve.

Planejamento

Assim como todos os processos que envolvem dinheiro, investir em imóveis necessita de muito planejamento. Desse modo, antes de comprar uma casa ou um apartamento ou de investir na Bolsa de Valores, é preciso avaliar o momento do mercado imobiliário na localização do imóvel pretendido.

Além disso, é preciso ter em mente quais são seus principais objetivos com o investimento. Você deseja disponibilizar o imóvel para locação? Ou pretende revendê-lo? Esses pontos irão te auxiliar, inclusive, na escolha da propriedade, uma vez que algumas são mais indicadas para venda, enquanto outras são mais compatíveis com o mercado de locação.

Por fim, mas não menos importante, o investidor precisa verificar quanto pode investir. Nesse momento, é possível contar com determinados auxílios, como o consórcio imobiliário, mas é preciso montar uma reserva de emergência.

Potencial de valorização

Como o foco de investir em imóveis é, na maioria dos casos, rentabilizá-los, o investidor precisa estar atento ao potencial de valorização da propriedade. Nesse sentido, antes de comprar uma casa, um apartamento ou um imóvel residencial, é necessário conhecer sua localização, bem como a infraestrutura do bairro.

Não se esqueça de avaliar todas as características do imóvel, já que esses fatores, somados à localização, influenciam diretamente no valor e no potencial de valorização da propriedade com o passar do tempo.

Quem somos nós

Parceiros da UP Consórcios, nós somos a Arbo Imóveis, uma startup do mercado imobiliário que tem o objetivo de simplificar transações imobiliárias, para que se conectar a um imóvel seja felicidade para quem o recebe, para quem o entrega e para quem o administra. 

Oferecemos serviços e produtos para o mercado imobiliário de todo o Brasil e operamos um dos maiores portais de imóveis do País. Conheça!


Últimas Postagens

Consórcio de maquinário agrícola vale a pena?

A mecanização na agricultura elevou o agronegócio a um patamar de produtividade nunca antes visto. Mas consócio de maquinário vale a pena? Confira!

Test drive de trator: entenda a importância do teste antes de comprar

Alguma vez você já fez um test drive de trator? Te explicamos a importância de fazer antes de fechar a compra. Confira os detalhes neste artigo!

Consórcio de veículos em crescimento no Brasil

Se você quer fazer um comprar um carro, antes precisa entender como consórcio de veículos em crescimento no Brasil pode te ajudar.

O que acontece com o consórcio após a morte do consorciado sem seguro?

Você sabe o que acontece com o consórcio após a morte do consorciado sem seguro? É uma situação triste, mas explicamos a parte burocrática.

Investimento imobiliário em Balneário Camboriu

Saiba tudo sobre investimento imobiliário em Balneário Camboriu. Não perca mais tempo e invista na compra do seu imóvel com o UP Consórcios!

Quais as exigências para entrar no consórcio? 5 tópicos que você precisa saber

Conseguir conquistar algum bem de alto valor, como um imóvel ou um carro novo, envolve se organizar financeiramente.
Próximo
1 / 94
Facebook - UP Consórcios
Instagram - UP Consórcios
Twitter - UP Consórcios
Linkedin - UP Consórcios
Youtube - UP Consórcios
Deezer - UP Consórcios
Spotify - UP Consórcios