WhatsUP - UP Consórcios
01/2022

Como funciona a amortização de financiamento imobiliário?

Conheça as diferentes modalidades de amortização de empréstimos no Brasil e descubra a melhor opção para você.

Lindos apartamentos até 150 mil não nascem em árvores.

Mas, quando surgem à vista, é preciso estar preparado para a oportunidade de tê-los nas mãos.

Uma forma de se preparar para quando o imóvel certo aparecer na sua frente é saber um pouco mais sobre financiamentos imobiliários.

E, em relação a esse tema, algo que precisa ficar bastante claro é o conceito de amortização, bem como as suas várias modalidades.

Nunca ouviu falar nesse termo, ou já ouviu e não sabe o que significa?

É só continuar lendo que agente te explica!

1. O que é amortização?

Entre os vários meandros deum financiamento imobiliário para aptos até 150 mil, está a amortização.

Em poucas palavras, amortizar significa nada mais, nada menos que pagar as parcelas de uma determinada dívida a fim de reduzir o seu saldo devedor.

Isso pode ser feito de forma antecipada, à vista, de maneira parcelada... Como preferir.

Portanto, todos os meses, quando você paga um financiamento, um empréstimo ou qualquer outro tipo de débito, você está realizando uma amortização.

E, assim, diminuindo o seu saldo devedor.

Como funciona a amortização de financiamento imobiliário?

2. Como funciona a amortização de financiamento imobiliário?

De acordo com os livros de matemática financeira, há seis tipos de amortização:

  • Sistemas de Pagamento Único
  • Sistema de Pagamentos Variáveis
  • Sistema Americano
  • Sistema de Amortização Constante (SAC)
  • Sistema Price (Francês)
  • Sistema de Amortização Misto (SAM)
  • Sistema de Amortização Alemão

No Brasil, os sistemas de amortização mais utilizados para o financiamento de imóveis são o Price, o SAC e o Misto.

Para saber como funciona amortização de financiamento imobiliário, é preciso conhecer pelo menos esses três para ter um bom conhecimento sobre o assunto.

Sistema de Amortização Constante

É considerado o mais comum sistema de amortização, utilizado inclusive por empresas públicas como a Caixa Econômica Federal na concessão de financiamentos.

No SAC, as parcelas começam altas e vão diminuindo.

A amortização do financiamento, no entanto, é constante.

O que ocorre para que as parcelas diminuam de valor é que, a cada mês, os juros passam a incidir sobre o valor restante da dívida, e não sobre o montante total.

Como o gasto é menor com os juros, o Sistema de Amortização Constante acaba sendo mais vantajoso em longo prazo.

Sistema Price

O Sistema Francês é exatamente o oposto do SAC.

Enquanto no SAC as parcelas são decrescentes, no Price as parcelas são constantes, porém com um detalhe interessante.

O cálculo dos juros é, até o fim, em cima do valor total da dívida.

Além disso, a amortização é crescente, ou seja, no início você acaba pagando mais em juros do que na dívida em si.

É por isso que esse sistema acaba favorecendo mais os bancos.

Isso porque, se no fim do prazo do financiamento você quiser adiantar a dívida, não terá que pagar quase nada de juros – porque você já terá pagado muito por eles.

Assim, terá que arcar com praticamente todo o valor do débito, não havendo muita diferença se você tivesse pagado sem o adiantamento.

Sistema Misto

pesar desse tipo de sistema de amortização ser menos conhecido, também é usado em financiamentos imobiliários de apartamentos de até 150 mil no país.

E o nome já revela: apresenta características intermediárias entre outros dois principais sistemas de amortização: o Price e o SAC.

Nesse sistema misto, o adquirente do empréstimo acaba pagando uma parcela calculada em cima da média entre o Price e o SAC.

Esse cálculo pode ser feito simplesmente somando a parcela do SAC com a do Sistema Francês e dividindo o valor por dois.

Entre as principais vantagens do Sistema de Amortização Misto, um deles é que você paga um valor menor de juros em relação ao Price.

Contudo, as primeiras parcelas não são tão altas como no Sistema de Amortização Constante.

Ainda analisando o sistema misto, os juros são menores que o do Price, porém maiores que o do SAC.

Comparando os três sistemas de amortização, portanto, é possível concluir que o SAC é, realmente, o mais econômico.

Contudo, se as altas parcelas iniciais do Sistema de Amortização Constante forem muito pesadas para você, tentar o caminho do sistema misto é uma boa opção.

3. Como saber qual a melhor forma de amortização para mim?

A resposta a essa pergunta vai depender principalmente do seu perfil.

Se você é do tipo que precisa de um valor certo para se planejar no fim do mês, o Sistema Price pode lhe ajudar a ser mais organizado.

Contudo, se você administra bem as suas finanças e tem a confiança que conseguirá pagar parcelas iniciais mais caras em prol da economia, o SAC é o ideal.

Uma plataforma gratuita que existe na internet e poucas pessoas sabem a respeito dela é a Calculadora do Cidadão.

A ferramenta é disponibilizada pelo Banco Central e está disponível para dispositivos móveis que tenham sistema operacional Android ou iOS.

Com esse aplicativo, você pode calcular o valor da dívida com base nos principais sistemas de amortização existentes no Brasil e fazer uma escolha mais acertada.

Vale lembrar que o app lhe dará, na verdade, apenas uma estimativa do quanto irá pagar, pois há taxas e outros valores que mudam de banco para banco.

A maneira mais precisa para saber o quanto irá efetivamente pagar é pesquisando o valor dos financiamentos oferecidos por cada instituição financeira para achar a certa.

É exatamente isso que ouviu.

A pesquisa de preços, tanto no comércio como na hora de comprar apês de até 150 mil, continua sendo a melhor opção para quem busca fechar o melhor negócio.

E então, conseguiu entender como funciona a amortização de um financiamento de imóveis?

Agora, sim, você pode buscar aquele apartamento que tanto quer para a sua família!

Como já tem o conhecimento deque precisa sobre financiamento de apartamentos até 150 mil, temos certeza que o caminho para sua próxima aquisição será um sucesso!

Já segue a nossa página nas principais redes sociais? Lá tem muitos outros assuntos interessantes e legais feitos para você conversar com a sua família e amigos!

Outras matérias relacionadas

11/2021

Como alcançar independência financeira na crise?

O trajeto que leva até a independência financeira é repleto de desafios, principalmente diante de uma crise. Mas o UP Consórcios te ajuda a ir além!

11/2021

Como desenvolver a educação financeira pessoal

A principal maneira de lidar com as finanças é através da educação financeira. Confira como desenvolver a educação financeira pessoal em poucos passos.

11/2021

Como funciona o Consórcio de Imóveis para jovens

O consórcio é uma alternativa de investimento para todas as idades. Acesse nossa postagem e saiba mais sobre como funciona o Consórcio de Imóveis para jovens!

Como funciona a amortização de financiamento imobiliário?

Como funciona a amortização de financiamento imobiliário?

Conheça as diferentes modalidades de amortização de empréstimos no Brasil e descubra a melhor opção para você.

Lindos apartamentos até 150 mil não nascem em árvores.

Mas, quando surgem à vista, é preciso estar preparado para a oportunidade de tê-los nas mãos.

Uma forma de se preparar para quando o imóvel certo aparecer na sua frente é saber um pouco mais sobre financiamentos imobiliários.

E, em relação a esse tema, algo que precisa ficar bastante claro é o conceito de amortização, bem como as suas várias modalidades.

Nunca ouviu falar nesse termo, ou já ouviu e não sabe o que significa?

É só continuar lendo que agente te explica!

1. O que é amortização?

Entre os vários meandros deum financiamento imobiliário para aptos até 150 mil, está a amortização.

Em poucas palavras, amortizar significa nada mais, nada menos que pagar as parcelas de uma determinada dívida a fim de reduzir o seu saldo devedor.

Isso pode ser feito de forma antecipada, à vista, de maneira parcelada... Como preferir.

Portanto, todos os meses, quando você paga um financiamento, um empréstimo ou qualquer outro tipo de débito, você está realizando uma amortização.

E, assim, diminuindo o seu saldo devedor.

Como funciona a amortização de financiamento imobiliário?

2. Como funciona a amortização de financiamento imobiliário?

De acordo com os livros de matemática financeira, há seis tipos de amortização:

  • Sistemas de Pagamento Único
  • Sistema de Pagamentos Variáveis
  • Sistema Americano
  • Sistema de Amortização Constante (SAC)
  • Sistema Price (Francês)
  • Sistema de Amortização Misto (SAM)
  • Sistema de Amortização Alemão

No Brasil, os sistemas de amortização mais utilizados para o financiamento de imóveis são o Price, o SAC e o Misto.

Para saber como funciona amortização de financiamento imobiliário, é preciso conhecer pelo menos esses três para ter um bom conhecimento sobre o assunto.

Sistema de Amortização Constante

É considerado o mais comum sistema de amortização, utilizado inclusive por empresas públicas como a Caixa Econômica Federal na concessão de financiamentos.

No SAC, as parcelas começam altas e vão diminuindo.

A amortização do financiamento, no entanto, é constante.

O que ocorre para que as parcelas diminuam de valor é que, a cada mês, os juros passam a incidir sobre o valor restante da dívida, e não sobre o montante total.

Como o gasto é menor com os juros, o Sistema de Amortização Constante acaba sendo mais vantajoso em longo prazo.

Sistema Price

O Sistema Francês é exatamente o oposto do SAC.

Enquanto no SAC as parcelas são decrescentes, no Price as parcelas são constantes, porém com um detalhe interessante.

O cálculo dos juros é, até o fim, em cima do valor total da dívida.

Além disso, a amortização é crescente, ou seja, no início você acaba pagando mais em juros do que na dívida em si.

É por isso que esse sistema acaba favorecendo mais os bancos.

Isso porque, se no fim do prazo do financiamento você quiser adiantar a dívida, não terá que pagar quase nada de juros – porque você já terá pagado muito por eles.

Assim, terá que arcar com praticamente todo o valor do débito, não havendo muita diferença se você tivesse pagado sem o adiantamento.

Sistema Misto

pesar desse tipo de sistema de amortização ser menos conhecido, também é usado em financiamentos imobiliários de apartamentos de até 150 mil no país.

E o nome já revela: apresenta características intermediárias entre outros dois principais sistemas de amortização: o Price e o SAC.

Nesse sistema misto, o adquirente do empréstimo acaba pagando uma parcela calculada em cima da média entre o Price e o SAC.

Esse cálculo pode ser feito simplesmente somando a parcela do SAC com a do Sistema Francês e dividindo o valor por dois.

Entre as principais vantagens do Sistema de Amortização Misto, um deles é que você paga um valor menor de juros em relação ao Price.

Contudo, as primeiras parcelas não são tão altas como no Sistema de Amortização Constante.

Ainda analisando o sistema misto, os juros são menores que o do Price, porém maiores que o do SAC.

Comparando os três sistemas de amortização, portanto, é possível concluir que o SAC é, realmente, o mais econômico.

Contudo, se as altas parcelas iniciais do Sistema de Amortização Constante forem muito pesadas para você, tentar o caminho do sistema misto é uma boa opção.

3. Como saber qual a melhor forma de amortização para mim?

A resposta a essa pergunta vai depender principalmente do seu perfil.

Se você é do tipo que precisa de um valor certo para se planejar no fim do mês, o Sistema Price pode lhe ajudar a ser mais organizado.

Contudo, se você administra bem as suas finanças e tem a confiança que conseguirá pagar parcelas iniciais mais caras em prol da economia, o SAC é o ideal.

Uma plataforma gratuita que existe na internet e poucas pessoas sabem a respeito dela é a Calculadora do Cidadão.

A ferramenta é disponibilizada pelo Banco Central e está disponível para dispositivos móveis que tenham sistema operacional Android ou iOS.

Com esse aplicativo, você pode calcular o valor da dívida com base nos principais sistemas de amortização existentes no Brasil e fazer uma escolha mais acertada.

Vale lembrar que o app lhe dará, na verdade, apenas uma estimativa do quanto irá pagar, pois há taxas e outros valores que mudam de banco para banco.

A maneira mais precisa para saber o quanto irá efetivamente pagar é pesquisando o valor dos financiamentos oferecidos por cada instituição financeira para achar a certa.

É exatamente isso que ouviu.

A pesquisa de preços, tanto no comércio como na hora de comprar apês de até 150 mil, continua sendo a melhor opção para quem busca fechar o melhor negócio.

E então, conseguiu entender como funciona a amortização de um financiamento de imóveis?

Agora, sim, você pode buscar aquele apartamento que tanto quer para a sua família!

Como já tem o conhecimento deque precisa sobre financiamento de apartamentos até 150 mil, temos certeza que o caminho para sua próxima aquisição será um sucesso!

Já segue a nossa página nas principais redes sociais? Lá tem muitos outros assuntos interessantes e legais feitos para você conversar com a sua família e amigos!

Últimas Postagens

Consórcio para Comprar Carro em 2022

Quando se escolhe o consórcio para comprar carro, não há cobrança de entrada e você se livra de outras burocracias. Venha fazer uma simulação conosco e dê um UP

Reformar apartamento para vender e investir

Reformar apartamento para vender e invVocê está planejando vender seu apartamento ainda este ano? Uma reforma pode ser um bom negócio! Acesse e saiba mais!

Consórcio automóvel em 2022 valerá a pena?

Planejar entrar no consórcio de automóvel em 2022 será a situação ideal para economizar dinheiro e comprar o carro que sempre quis ter. Acesse e leia o conteúdo

Consórcio de Carro Automático

Uma das maiores vantagens de dirigir um carro automático é a comodidade que ele oferece. Acesse e venha comprar seu carro automático através de nosso consórcio!

Negócio próprio: comprar caminhão sem altos juros!

No UP consórcios, você não vai pagar nenhum valor de entrada, ou seja, o valor do caminhão é parcelado de maneira integral pelo prazo do plano contratado.

Como funciona a amortização de financiamento imobiliário?

É considerado o mais comum sistema de amortização, utilizado inclusive por empresas públicas. Saiba mais! Acesse para ler o conteúdo completo em nosso blog.
Facebook - UP Consórcios - O Melhor Consórcio de Automóveis
Instagram - UP Consórcios - O Melhor Consórcio de Automóveis
Twitter - UP Consórcios - O Melhor Consórcio de Automóveis
Linkedin - UP Consórcios - O Melhor Consórcio de Automóveis
Youtube - UP Consórcios - O Melhor Consórcio de Automóveis
Deezer - UP Consórcios - O Melhor Consórcio de Automóveis
Spotify - UP Consórcios - O Melhor Consórcio de Automóveis