Voltar
11/2020

Como se planejar para amortização de financiamento?

Primeiramente, o que é amortização de financiamento?

Fora o nome complicado, trata-se de uma tática para reduzir a dívida de um bem comprado parceladamente através do financiamento.  Se você comprou algum bem financiado, é possível que em algum momento tenha feito essa pergunta.

Até porque, quando se faz um financiamento, sei bem que quando há uma folga no orçamento ou entra um dinheiro extra, essa é uma possibilidade a ser avaliada: amortizar financiamento.

É possível se planejar para amortização de financiamento sem estresse?

Amortização de financiamento, como já dissemos aí em cima, significa pagar parcial ou totalmente o saldo devedor. Se você financiar um carro ou um imóvel, certamente assinará um contrato que prevê o pagamento da dívida (a amortização), acrescida de juros e outras despesas.

No caso específico de um financiamento de imóvel, por exemplo, a prestação geralmente envolve:

  • Valor principal: amortização e juros
  • Encargos acessórios: taxa de administração e seguros.

O juro é o custo do dinheiro, a remuneração que você paga para usar um capital que não é seu. As taxas e seguros são encargos que tornam a operação viável para a instituição financeira.

Ao contratar um financiamento você já começa a amortizar o saldo devedor nas parcelas mensais, conforme acordado com o banco.  As prestações podem ser fixas ou variáveis, de acordo com a tabela de financiamento adotada. Entretanto, há uma solução que pode reduzir todo esse estresse: quitar financiamento com consórcio. 

Planejamento para amortização de financiamento com Consórcio 

Quitar financiamento com consórcio tende a reduzir os custos de pagamento e pode até mesmo contribuir para um vida financeira estável, isso porque o consórcio não cobra juros

Porém, antes de tomar qualquer decisão, é essencial ficar atento e adotar outros cuidados, afinal, há diversas regras que devem ser seguidas para que o processo aconteça de maneira segura e sem imprevistos.

Não tem como não falar de amortização de financiamento sem falar das vantagens do consórcio. Para contratar um consórcio, a burocracia é infinitamente menor  -real oficial-, se comparada ao financiamento bancário. Além disso, não é necessário oferecer um valor como entrada, assim você pode guardar o dinheiro para dar seus lances nas assembleias.

Geralmente, o saldo do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) é utilizado como entrada nos financiamentos; este valor também pode ser usado na oferta de lance no consórcio, antecipando sua contemplação. Pode ser usado também como complemento, somado à carta de crédito do consórcio!

Outra questão IMPORTANTÍSSIMA é que sobre os consórcios não há incidência de taxas de juros. As administradoras cobram somente uma taxa de administração. É essencial comparar as diferentes taxas cobradas entre as empresas, mas observe que elas, certamente, serão menores que os juros bancários.

Importante destacar também, principalmente para aquelas pessoas que têm dúvidas sobre as garantias de colocar seu dinheiro nesse tipo de negócio, que as operações de consórcio são fiscalizadas pelo Banco Central e que as administradoras precisam de autorização para oferecer seus serviços – ou seja, tudo é regulamentado e fiscalizado. A principal lei que regulamenta o setor é a nº 11.795/2008, conhecida também como Lei dos Consórcios.

Se você desistiu do financiamento de carro e quer quitá-lo com consórcio, o primeiro passo é ter permissão da instituição financeira responsável pelo financiamento para seguir com a troca da dívida. Alguns requisitos precisam ser cumpridos, com atenção para que toda a operação seja realizada de forma tranquila e sem imprevistos.

Há dois requisitos essenciais: o preço da carta de crédito precisa ser suficiente para pagar a dívida, além disso, você deve esperar até que seja contemplado para quitar financiamento

como-se-planejar-para-amortizacao-de-financiamento

Passo a passo para amortização de financiamento com Consórcio

1. Faça a contratação do consórcio

Importante: trata-se de uma transação que envolve uma grande soma de dinheiro, é essencial verificar com cautela as condições do contrato de consórcio para quitar o financiamento

Se você tiver alguma dúvida, não deixe de entrar em contato diretamente com a empresa de consórcio para esclarecimentos e fechar o negócio com segurança.

2. Compra de cota de consórcio

Comprar cota de consórcio significa que você fará parte de um grupo e irá participar dos sorteios, que ocorrem  uma vez por mês nas assembleias. É também o momento de escolher o valor da carta de crédito e o prazo de pagamento.

Nesse caso, antes de fazer a compra de uma cota do consórcio, lembre-se de providenciar os documentos pessoais requisitados pela empresa de consórcio e pagar todas as taxas, despesas e impostos necessários.

3. Aguarde a contemplação

É possível ser contemplado no consórcio por sorteios, que como dissemos acima, são realizados mensalmente nas assembleias, e também por meio de lances, que são verificados no mesmo dia dos sorteios.

No primeiro caso, é preciso contar com a sorte. Por outro lado, os lances possibilitam que você faça a proposta de determinado valor e, se ela for a mais alta, você vence. Dessa forma, sua contemplação é antecipada.

4. Quite o financiamento

Assim que você for contemplado, o contrato de financiamento se encerra e o valor do bem é transferido para o consórcio. A tarefa central será continuar pagando as parcelas — bem menores que no financiamento — e já começar a planejar um novo objetivo. 

UP Consórcios, o único sem taxas até a contemplação

Mais que moderno e digital, o UP é um consórcio transparente e o único consórcio sem nenhuma taxa até a contemplação. Outro diferencial do UP é a recompra garantida para a cota contemplada, com as parcelas pagas corrigidas pelo índice oficial da Poupança.

No UP Consórcios você encontra as menores parcelas do mercado. Simule, compare e compre. E o melhor: sem juros, sem taxas de adesão, fundo reserva e administrativa até a contemplação. 






Simule seu consórcio agora mesmo!

Simule agora

Outras matérias relacionadas

10/2020

Confira os melhores destinos para viajar de carro

Viajar de carro novo, seja com amigos ou até mesmo sozinho, é sempre uma experiência incrível. Confira os melhores destinos para viajar de carro!

10/2020

Como trocar de carro com planejamento e economia?

Está sentindo (na prática, principalmente) que precisa trocar de carro? Acesse nossa postagem e saiba como trocar de carro com planejamento e economia!

10/2020

Poupança Turbinada ou Poupança Tradicional, qual a melhor para você?

É melhor apostar em uma Poupança Turbinada (Consórcio) ou Poupança Tradicional? Acesse nossa postagem e saiba qual a melhor opção para a conquista de objetivos!

Como se planejar para amortização de financiamento?

Como se planejar para amortização de financiamento?

Primeiramente, o que é amortização de financiamento?

Fora o nome complicado, trata-se de uma tática para reduzir a dívida de um bem comprado parceladamente através do financiamento.  Se você comprou algum bem financiado, é possível que em algum momento tenha feito essa pergunta.

Até porque, quando se faz um financiamento, sei bem que quando há uma folga no orçamento ou entra um dinheiro extra, essa é uma possibilidade a ser avaliada: amortizar financiamento.

É possível se planejar para amortização de financiamento sem estresse?

Amortização de financiamento, como já dissemos aí em cima, significa pagar parcial ou totalmente o saldo devedor. Se você financiar um carro ou um imóvel, certamente assinará um contrato que prevê o pagamento da dívida (a amortização), acrescida de juros e outras despesas.

No caso específico de um financiamento de imóvel, por exemplo, a prestação geralmente envolve:

  • Valor principal: amortização e juros
  • Encargos acessórios: taxa de administração e seguros.

O juro é o custo do dinheiro, a remuneração que você paga para usar um capital que não é seu. As taxas e seguros são encargos que tornam a operação viável para a instituição financeira.

Ao contratar um financiamento você já começa a amortizar o saldo devedor nas parcelas mensais, conforme acordado com o banco.  As prestações podem ser fixas ou variáveis, de acordo com a tabela de financiamento adotada. Entretanto, há uma solução que pode reduzir todo esse estresse: quitar financiamento com consórcio. 

Planejamento para amortização de financiamento com Consórcio 

Quitar financiamento com consórcio tende a reduzir os custos de pagamento e pode até mesmo contribuir para um vida financeira estável, isso porque o consórcio não cobra juros

Porém, antes de tomar qualquer decisão, é essencial ficar atento e adotar outros cuidados, afinal, há diversas regras que devem ser seguidas para que o processo aconteça de maneira segura e sem imprevistos.

Não tem como não falar de amortização de financiamento sem falar das vantagens do consórcio. Para contratar um consórcio, a burocracia é infinitamente menor  -real oficial-, se comparada ao financiamento bancário. Além disso, não é necessário oferecer um valor como entrada, assim você pode guardar o dinheiro para dar seus lances nas assembleias.

Geralmente, o saldo do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) é utilizado como entrada nos financiamentos; este valor também pode ser usado na oferta de lance no consórcio, antecipando sua contemplação. Pode ser usado também como complemento, somado à carta de crédito do consórcio!

Outra questão IMPORTANTÍSSIMA é que sobre os consórcios não há incidência de taxas de juros. As administradoras cobram somente uma taxa de administração. É essencial comparar as diferentes taxas cobradas entre as empresas, mas observe que elas, certamente, serão menores que os juros bancários.

Importante destacar também, principalmente para aquelas pessoas que têm dúvidas sobre as garantias de colocar seu dinheiro nesse tipo de negócio, que as operações de consórcio são fiscalizadas pelo Banco Central e que as administradoras precisam de autorização para oferecer seus serviços – ou seja, tudo é regulamentado e fiscalizado. A principal lei que regulamenta o setor é a nº 11.795/2008, conhecida também como Lei dos Consórcios.

Se você desistiu do financiamento de carro e quer quitá-lo com consórcio, o primeiro passo é ter permissão da instituição financeira responsável pelo financiamento para seguir com a troca da dívida. Alguns requisitos precisam ser cumpridos, com atenção para que toda a operação seja realizada de forma tranquila e sem imprevistos.

Há dois requisitos essenciais: o preço da carta de crédito precisa ser suficiente para pagar a dívida, além disso, você deve esperar até que seja contemplado para quitar financiamento

como-se-planejar-para-amortizacao-de-financiamento

Passo a passo para amortização de financiamento com Consórcio

1. Faça a contratação do consórcio

Importante: trata-se de uma transação que envolve uma grande soma de dinheiro, é essencial verificar com cautela as condições do contrato de consórcio para quitar o financiamento

Se você tiver alguma dúvida, não deixe de entrar em contato diretamente com a empresa de consórcio para esclarecimentos e fechar o negócio com segurança.

2. Compra de cota de consórcio

Comprar cota de consórcio significa que você fará parte de um grupo e irá participar dos sorteios, que ocorrem  uma vez por mês nas assembleias. É também o momento de escolher o valor da carta de crédito e o prazo de pagamento.

Nesse caso, antes de fazer a compra de uma cota do consórcio, lembre-se de providenciar os documentos pessoais requisitados pela empresa de consórcio e pagar todas as taxas, despesas e impostos necessários.

3. Aguarde a contemplação

É possível ser contemplado no consórcio por sorteios, que como dissemos acima, são realizados mensalmente nas assembleias, e também por meio de lances, que são verificados no mesmo dia dos sorteios.

No primeiro caso, é preciso contar com a sorte. Por outro lado, os lances possibilitam que você faça a proposta de determinado valor e, se ela for a mais alta, você vence. Dessa forma, sua contemplação é antecipada.

4. Quite o financiamento

Assim que você for contemplado, o contrato de financiamento se encerra e o valor do bem é transferido para o consórcio. A tarefa central será continuar pagando as parcelas — bem menores que no financiamento — e já começar a planejar um novo objetivo. 

UP Consórcios, o único sem taxas até a contemplação

Mais que moderno e digital, o UP é um consórcio transparente e o único consórcio sem nenhuma taxa até a contemplação. Outro diferencial do UP é a recompra garantida para a cota contemplada, com as parcelas pagas corrigidas pelo índice oficial da Poupança.

No UP Consórcios você encontra as menores parcelas do mercado. Simule, compare e compre. E o melhor: sem juros, sem taxas de adesão, fundo reserva e administrativa até a contemplação. 






Últimas Postagens

Como funciona o processo de Descontemplação da carta de crédito

Existe a opção de descontemplação de crédito? Sim, existe. E te explicamos como funciona.

Estou desempregado! Posso fazer um consórcio de imóvel?

Com a situação atual, muitas pessoas acabaram se vendo numa situação de desemprego. A pergunta é: ainda assim posso fazer um consórcio de imóvel?

Dicas para ganhar dinheiro sem sair de casa

Nada melhor do que ganhar dinheiro sem sair de casa, não é mesmo? Te damos algumas dicas de como conseguir multiplicar a renda.

O que é Criolipólise? Conheça o tratamento de beleza mais procurado no Brasil

Conhece o procedimento não invasivo que pode te ajudar a ter o corpo dos sonhos? Entenda o que é Criolipóse.

Intercâmbio para filhos: como planejar o futuro das crianças

O mundo está exigindo cada vez mais. Por esse motivo se você tem interesse em planejar intercâmbio para filhos, a hora é agora!

Como economizar na Black Friday

A Brack Friday está chegando! Saiba como economizar nessa data tão movimentada no mercado.
Próximo
1 / 60
Facebook - UP Consórcios
Instagram - UP Consórcios
Twitter - UP Consórcios
Linkedin - UP Consórcios
Youtube - UP Consórcios
Deezer - UP Consórcios
Spotify - UP Consórcios