Voltar
01/2020

Conheça o UP: Consórcio sem taxa de administração

O consórcio não cobra juros ou entrada para fornecer o crédito. A empresa de consórcio é remunerada pela taxa de administração, que no UP Consórcios, só é cobrada após a contemplação.

Quando foi implementado, a ideia era impulsionar o mercado automobilístico, que apresentava altas taxas de crescimento no país após a política de modernização do presidente Juscelino Kubitschek.

Com a dificuldade da liberação de crédito das instituições financeiras, o consórcio possibilitou a muitos brasileiros realizarem o sonho do carro novo

Desde o seu surgimento, o consórcio mostrou-se a melhor opção para quem deseja realizar uma compra planejada.

Consorcio sem Taxa de Administração, só UP Consórcios!

Sem cobrança de juros e de entrada, os consumidores passaram a investir em um bem com parcelas que se ajustavam ao seu orçamento.

O sucesso foi tão grande, que não demorou para o consórcio trabalhar com outros tipos de produto. De videocassetes (lembra deles?) à casa própria, o consórcio ajudou muitas famílias e consumidores a se planejarem melhor para compras de alto valor. 

Tanto que, mesmo com a liberação de crédito nos bancos e demais instituições financeiras, o consórcio se manteve como a melhor forma de planejar compras de alto valor.

Nos últimos anos, a categoria tem se reinventado com portfólio que inclui serviços. Com cartas de crédito de menor valor, também é possível investir em viagens, estudos, cirurgias, festas, reformas e até mesmo em casamento.

Entenda melhor sobre o que é Taxa de Administração no Consorcio.

Sistema de pagamento de Consórcio sem Taxa de Administração

Desde que foi criado, o consórcio funciona a partir da seguinte mecânica: ao investir em uma carta de crédito, o consorciado ingressa em um grupo, que reúne outros consorciados com interesses parecidos.

Antes disso, é preciso escolher o bem em que se quer investir. 

Cada bem tem uma faixa de carta de crédito: por exemplo, consórcio automotivo possui cartas a partir de R$ 30 mil, que seria correspondente ao valor total de um carro (novo ou seminovo); já o consórcio imobiliário opera com uma faixa mais elevada, a partir de R$ 120 mil, em até 186 parcelas.

A escolha da carta de crédito é feita pelo consumidor. É possível fazer uma simulação online a partir do valor da carta e a quantidade de mensalidades que deseja pagar. Isso permite ajustar a mensalidade do consórcio ao seu orçamento. 

O ideal é que as parcelas não ultrapassem 30% dos seus rendimentos mensais.

Consórcio não tem juros

Diferentemente do financiamento, o consórcio não cobra juros ou entrada para a compra do bem. 

A empresa de consórcio é remunerada pelo acréscimo da taxa de administração nas parcelas. Ela serve para remunerar a gestão das cartas, a formação dos grupos e a realização das assembleias mensais, em que são sorteados os bens aos integrantes do grupo.

Além disso, é comum que as empresas de consórcio façam a cobrança do fundo de reserva, para cobrir possíveis inadimplências dos consorciados. E, como opção, cobram um adicional de seguro, opcional para eventuais quebras de garantias, seguro de vida e seguro-desemprego, caso o consorciado perca o emprego.

Porém, em busca de oferecer um serviço mais ajustado às necessidades do consumidor moderno, o UP trabalha de forma diferente. 

Consórcio sem Taxa de Administração - UP Consorcios

Taxa de Administração do UP: como funciona?

Nas empresas convencionais de consórcio, a taxa de administração já é inclusa a partir da primeira mensalidade, assim como o fundo de reserva.

O UP, porém, é mais prático e econômico. Primeiramente, não faz a cobrança do fundo de reserva. 

Quanto à taxa de administração, só é cobrada a partir da contemplação. Ou seja, enquanto você tiver pagando as mensalidades, há desconto de 100% da taxa de administração.

O melhor de tudo é que este valor não é cobrado de forma retroativa. 

Para exemplificar: se você investe em um imóvel de R$ 200 mil, em 100 meses, paga integralmente R$ 2 mil até ser contemplado. Só após receber a carta de crédito equivalente ao bem passa a ser cobrada a taxa de administração

O valor após a contemplação já é exibido no momento da simulação. No caso do exemplo do imóvel, após ser sorteado, as mensalidades recebem acréscimo de 0,35% de taxa mensal, chegando a R$ 2.700. 

As parcelas também passam por reajustes anuais, porque interferem diretamente no valor do bem. O consórcio de imóveis, por exemplo, depende do INCC (Índice Nacional de Custo da Construção), enquanto o consórcio de automóveis acompanha o IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo). 

Essa transparência permite que o consorciado possa planejar a longo prazo o investimento em um bem de alto valor. 

Cálculo das taxas de Consórcio

Assim como o imóvel, a taxa de administração para o consórcio de automóveis no UP também é de 0,35%. O percentual só passa a ser diluído nas parcelas após a contemplação.

Em resumo, o cálculo da taxa de administração funciona da seguinte forma:

Crédito / Prazo restante = valor + 0.35% (imóvel e automóvel) ou valor + 0.45% (serviço).

Qual a diferença da taxa de administração e dos juros no Consórcio?

Muitas pessoas têm dúvidas a respeito do consórcio e acabam comparando a taxa de administração aos juros, que são comuns em financiamento.

Ao optar por financiar um carro ou casa pela instituição financeira, além do valor de entrada, o consumidor fica suscetível às altas taxas de juros, que são cobradas mensal e anualmente. 

Tanto que é comum alguns compradores pagarem o dobro ou até mais pelo bem do que ele realmente vale por meio do financiamento.

Quando se trata de financiar um apartamento, por exemplo, o consumidor também deve estar atento às parcelas intermediárias, que são cobradas anualmente e podem comprometer o seu orçamento mensal.

A taxa de administração é um valor já definido no momento em que se fecha o consórcio. Ela não ultrapassa 15% do valor total do bem e é diluída nas parcelas.

Com o UP, há uma vantagem adicional: a taxa de administração só passa a ser cobrada depois da contemplação.

Quanto mais você demorar para receber o bem, menos terá que pagar de taxa de administração. E, como já explicamos, esse valor não é cobrado de forma retroativa.

Por isso, o UP é a solução mais adequada para quem deseja realizar a compra de um imóvel, automóvel ou diversos serviços de forma planejada. 

Sem pressa e com mensalidades que se ajustam ao seu orçamento, você pode aumentar seu patrimônio de forma tranquila, com a segurança da operação de uma das empresas de consórcio mais admiradas do segmento: a Embracon.


Simule seu consórcio agora mesmo!

Simule agora

Outras matérias relacionadas

01/2020

Como funciona um consórcio para serviços de estética?

O Consórcio de Serviços para Estética, realize o procedimento que deseja!

10/2019

Melhores praias do Brasil para conhecer

Com quilômetros de litoral, fica difícil escolher a melhor praia.

10/2019

Viagem de carro: 3 lugares para conhecer

Saiba como se programar para realizar uma longa viagem de carro.

Conheça o UP: Consórcio sem taxa de administração

Conheça o UP: Consórcio sem taxa de administração

Quando foi implementado, a ideia era impulsionar o mercado automobilístico, que apresentava altas taxas de crescimento no país após a política de modernização do presidente Juscelino Kubitschek.

Com a dificuldade da liberação de crédito das instituições financeiras, o consórcio possibilitou a muitos brasileiros realizarem o sonho do carro novo

Desde o seu surgimento, o consórcio mostrou-se a melhor opção para quem deseja realizar uma compra planejada.

Consorcio sem Taxa de Administração, só UP Consórcios!

Sem cobrança de juros e de entrada, os consumidores passaram a investir em um bem com parcelas que se ajustavam ao seu orçamento.

O sucesso foi tão grande, que não demorou para o consórcio trabalhar com outros tipos de produto. De videocassetes (lembra deles?) à casa própria, o consórcio ajudou muitas famílias e consumidores a se planejarem melhor para compras de alto valor. 

Tanto que, mesmo com a liberação de crédito nos bancos e demais instituições financeiras, o consórcio se manteve como a melhor forma de planejar compras de alto valor.

Nos últimos anos, a categoria tem se reinventado com portfólio que inclui serviços. Com cartas de crédito de menor valor, também é possível investir em viagens, estudos, cirurgias, festas, reformas e até mesmo em casamento.

Entenda melhor sobre o que é Taxa de Administração no Consorcio.

Sistema de pagamento de Consórcio sem Taxa de Administração

Desde que foi criado, o consórcio funciona a partir da seguinte mecânica: ao investir em uma carta de crédito, o consorciado ingressa em um grupo, que reúne outros consorciados com interesses parecidos.

Antes disso, é preciso escolher o bem em que se quer investir. 

Cada bem tem uma faixa de carta de crédito: por exemplo, consórcio automotivo possui cartas a partir de R$ 30 mil, que seria correspondente ao valor total de um carro (novo ou seminovo); já o consórcio imobiliário opera com uma faixa mais elevada, a partir de R$ 120 mil, em até 186 parcelas.

A escolha da carta de crédito é feita pelo consumidor. É possível fazer uma simulação online a partir do valor da carta e a quantidade de mensalidades que deseja pagar. Isso permite ajustar a mensalidade do consórcio ao seu orçamento. 

O ideal é que as parcelas não ultrapassem 30% dos seus rendimentos mensais.

Consórcio não tem juros

Diferentemente do financiamento, o consórcio não cobra juros ou entrada para a compra do bem. 

A empresa de consórcio é remunerada pelo acréscimo da taxa de administração nas parcelas. Ela serve para remunerar a gestão das cartas, a formação dos grupos e a realização das assembleias mensais, em que são sorteados os bens aos integrantes do grupo.

Além disso, é comum que as empresas de consórcio façam a cobrança do fundo de reserva, para cobrir possíveis inadimplências dos consorciados. E, como opção, cobram um adicional de seguro, opcional para eventuais quebras de garantias, seguro de vida e seguro-desemprego, caso o consorciado perca o emprego.

Porém, em busca de oferecer um serviço mais ajustado às necessidades do consumidor moderno, o UP trabalha de forma diferente. 

Consórcio sem Taxa de Administração - UP Consorcios

Taxa de Administração do UP: como funciona?

Nas empresas convencionais de consórcio, a taxa de administração já é inclusa a partir da primeira mensalidade, assim como o fundo de reserva.

O UP, porém, é mais prático e econômico. Primeiramente, não faz a cobrança do fundo de reserva. 

Quanto à taxa de administração, só é cobrada a partir da contemplação. Ou seja, enquanto você tiver pagando as mensalidades, há desconto de 100% da taxa de administração.

O melhor de tudo é que este valor não é cobrado de forma retroativa. 

Para exemplificar: se você investe em um imóvel de R$ 200 mil, em 100 meses, paga integralmente R$ 2 mil até ser contemplado. Só após receber a carta de crédito equivalente ao bem passa a ser cobrada a taxa de administração

O valor após a contemplação já é exibido no momento da simulação. No caso do exemplo do imóvel, após ser sorteado, as mensalidades recebem acréscimo de 0,35% de taxa mensal, chegando a R$ 2.700. 

As parcelas também passam por reajustes anuais, porque interferem diretamente no valor do bem. O consórcio de imóveis, por exemplo, depende do INCC (Índice Nacional de Custo da Construção), enquanto o consórcio de automóveis acompanha o IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo). 

Essa transparência permite que o consorciado possa planejar a longo prazo o investimento em um bem de alto valor. 

Cálculo das taxas de Consórcio

Assim como o imóvel, a taxa de administração para o consórcio de automóveis no UP também é de 0,35%. O percentual só passa a ser diluído nas parcelas após a contemplação.

Em resumo, o cálculo da taxa de administração funciona da seguinte forma:

Crédito / Prazo restante = valor + 0.35% (imóvel e automóvel) ou valor + 0.45% (serviço).

Qual a diferença da taxa de administração e dos juros no Consórcio?

Muitas pessoas têm dúvidas a respeito do consórcio e acabam comparando a taxa de administração aos juros, que são comuns em financiamento.

Ao optar por financiar um carro ou casa pela instituição financeira, além do valor de entrada, o consumidor fica suscetível às altas taxas de juros, que são cobradas mensal e anualmente. 

Tanto que é comum alguns compradores pagarem o dobro ou até mais pelo bem do que ele realmente vale por meio do financiamento.

Quando se trata de financiar um apartamento, por exemplo, o consumidor também deve estar atento às parcelas intermediárias, que são cobradas anualmente e podem comprometer o seu orçamento mensal.

A taxa de administração é um valor já definido no momento em que se fecha o consórcio. Ela não ultrapassa 15% do valor total do bem e é diluída nas parcelas.

Com o UP, há uma vantagem adicional: a taxa de administração só passa a ser cobrada depois da contemplação.

Quanto mais você demorar para receber o bem, menos terá que pagar de taxa de administração. E, como já explicamos, esse valor não é cobrado de forma retroativa.

Por isso, o UP é a solução mais adequada para quem deseja realizar a compra de um imóvel, automóvel ou diversos serviços de forma planejada. 

Sem pressa e com mensalidades que se ajustam ao seu orçamento, você pode aumentar seu patrimônio de forma tranquila, com a segurança da operação de uma das empresas de consórcio mais admiradas do segmento: a Embracon.


Últimas Postagens

Entenda o que é Alienação Fiduciária no consórcio

Saiba como o recurso traz segurança ao consorciado e à administradora.

É possível mudar o valor da carta de crédito?

Saiba como ajustar a sua carta de crédito, seja para um valor maior ou menor.

Saiba como comprar um terreno com Consórcio de Imóveis

Um terreno possibilita construir um imóvel do jeito que você sempre desejou.

Tire suas dúvidas sobre a oferta de lance no consórcio

Lance é o valor ofertado pelo cliente para aumentar as chances de contemplação.

Aproveite a chegada de um novo ano para mudar seus hábitos financeiros

Poupar parte dos rendimentos é a porta de entrada para uma mudança nas finanças

13º salário: uma porta de entrada para novas conquistas

Aproveite a renda extra para buscar equilíbrio financeiro e novas conquistas
Próximo
1 / 14