Voltar
01/2020

Taxa consórcio: o que é cobrado para administração?

A taxa no consórcio é o valor cobrado para gestão dos grupos de consorciados. O UP Consórcios é uma modalidade sem taxa de administração até a contemplação.

Sempre que se fala em consórcio, uma das principais perguntas é: por que a administradora cobra o valor de 483.370? Foi pensando nisso que o UP Consórcios foi criado: quando você faz um UP, só paga a taxa consorcio de administração depois de receber a carta de crédito!

Mas, antes de seguirmos, vale lembrar como funciona o consórcio. Trata-se de um grupo composto por pessoas que têm o interesse em adquirir o mesmo bem, como um carro ou uma casa, ou contratar um serviço específico. Esse grupo é mantido pela administradora, empresa autorizada pelo Banco Central a gerenciar os valores que compõem a mensalidade do consórcio.

Sabe como funciona a Taxa Consórcio?

Para o perfeito funcionamento do grupo, a administradora investe o valor das mensalidades do consórcio em um fundo e realiza assembleias para os sorteios das cartas de crédito.

Nas assembleias, o consorciado pode optar por ofertar lance e, assim, antecipar a conquista do bem que escolheu.

A formação, organização e gestão dos grupos de consorciados é cobrada por meio da taxa consorcio de administração - ou seja, é a remuneração destinada à empresa com a qual você fechou consórcio.

Taxa Consórcio: Taxa de Administração

O que é cobrado na parcela do consórcio

Além da fatia correspondente à carta de crédito (ou seja, o valor do bem dividido pelo número de parcelas), a mensalidade de um consórcio convencional inclui valores como:

● Taxa de administração: valor arrecadado pela administradora para gerir os grupos de consorciados;

● Fundo comum: recursos destinados ao pagamento das cartas de crédito;

● Fundo de reserva: para proteger o funcionamento do grupo, com o objetivo de cobrir prováveis inadimplências;

● Seguro: valor opcional para eventualidades como quebra de garantia, seguro de vida e seguro-desemprego (que garante o pagamento de algumas mensalidades caso o consorciado perca o emprego, por exemplo).

Diferente do financiamento, não é preciso dar valor de entrada para investir na carta de crédito. Ah, e o consórcio não tem juros!

Como funciona a taxa de administração

A taxa de administração chega a, no máximo, 15% do valor da carta de crédito contratada. Numa modalidade comum de consórcio, ela é diluída nas mensalidades.

Por exemplo, se você dividiu o valor da carta de crédito para 60 meses, apenas 0,25% do valor da parcela é cobrado mês a mês.

A taxa consórcio costuma ser erroneamente confundida com os juros, prática comum no financiamento. A diferença é que o juros é uma cobrança variável e progressiva: quanto menor o valor de entrada para adquirir um bem, maior será o juros. Por isso, muitas vezes o consumidor acaba pagando o dobro (ou até mais) do valor do bem no financiamento.

Taxa de administração do UP Consórcios

O UP Consórcios apresenta uma forma inovadora de cobrar as mensalidades. Antes de tudo, não há cobrança de fundo de reserva.

Além disso, a taxa consorcio só é cobrada após a contemplação. Dessa forma, se o cliente solicitar uma carta de crédito no valor de R$ 100 mil, para pagamento em 100 meses, terá uma parcela de R$ 1.000 até a contemplação. Só depois de receber o bem a taxa administrativa passa a ser cobrada.

Taxa Consórcio: Taxa de Administração

Funciona da seguinte forma:

      Crédito       = valor + 0.35% (imóvel e automóvel) ou valor + 0.45% (serviço)

Prazo restante

Gostou de conhecer o formato inovador do UP Consórcios? Então, faz um UP!

O melhor de tudo é que ele pode ser contratado online, sem a intermediação de um especialista. Faça uma simulação de consórcio no site e invista no seu próximo bem de forma simples e ágil.

Simule seu consórcio agora mesmo!

Simule agora

Outras matérias relacionadas

01/2020

É possível mudar o valor da carta de crédito?

Saiba como ajustar a sua carta de crédito, seja para um valor maior ou menor.

03/2020

Como usar o FGTS no consórcio

Muita gente sabe que o FGTS é um dos principais recursos para a aquisição da casa própria. Acesse nossa postagem e saiba como usar o FGTS no Consórcio!

03/2020

Fui contemplado no consórcio e agora? Passo a passo do que fazer!

Fui contemplado no consórcio e agora? Acesse nosso conteúdo e confira o passo a passo completo sobre o que fazer quando esse momento único chegar!

Taxa consórcio: o que é cobrado para administração?

Taxa consórcio: o que é cobrado para administração?

Sempre que se fala em consórcio, uma das principais perguntas é: por que a administradora cobra o valor de 483.370? Foi pensando nisso que o UP Consórcios foi criado: quando você faz um UP, só paga a taxa consorcio de administração depois de receber a carta de crédito!

Mas, antes de seguirmos, vale lembrar como funciona o consórcio. Trata-se de um grupo composto por pessoas que têm o interesse em adquirir o mesmo bem, como um carro ou uma casa, ou contratar um serviço específico. Esse grupo é mantido pela administradora, empresa autorizada pelo Banco Central a gerenciar os valores que compõem a mensalidade do consórcio.

Sabe como funciona a Taxa Consórcio?

Para o perfeito funcionamento do grupo, a administradora investe o valor das mensalidades do consórcio em um fundo e realiza assembleias para os sorteios das cartas de crédito.

Nas assembleias, o consorciado pode optar por ofertar lance e, assim, antecipar a conquista do bem que escolheu.

A formação, organização e gestão dos grupos de consorciados é cobrada por meio da taxa consorcio de administração - ou seja, é a remuneração destinada à empresa com a qual você fechou consórcio.

Taxa Consórcio: Taxa de Administração

O que é cobrado na parcela do consórcio

Além da fatia correspondente à carta de crédito (ou seja, o valor do bem dividido pelo número de parcelas), a mensalidade de um consórcio convencional inclui valores como:

● Taxa de administração: valor arrecadado pela administradora para gerir os grupos de consorciados;

● Fundo comum: recursos destinados ao pagamento das cartas de crédito;

● Fundo de reserva: para proteger o funcionamento do grupo, com o objetivo de cobrir prováveis inadimplências;

● Seguro: valor opcional para eventualidades como quebra de garantia, seguro de vida e seguro-desemprego (que garante o pagamento de algumas mensalidades caso o consorciado perca o emprego, por exemplo).

Diferente do financiamento, não é preciso dar valor de entrada para investir na carta de crédito. Ah, e o consórcio não tem juros!

Como funciona a taxa de administração

A taxa de administração chega a, no máximo, 15% do valor da carta de crédito contratada. Numa modalidade comum de consórcio, ela é diluída nas mensalidades.

Por exemplo, se você dividiu o valor da carta de crédito para 60 meses, apenas 0,25% do valor da parcela é cobrado mês a mês.

A taxa consórcio costuma ser erroneamente confundida com os juros, prática comum no financiamento. A diferença é que o juros é uma cobrança variável e progressiva: quanto menor o valor de entrada para adquirir um bem, maior será o juros. Por isso, muitas vezes o consumidor acaba pagando o dobro (ou até mais) do valor do bem no financiamento.

Taxa de administração do UP Consórcios

O UP Consórcios apresenta uma forma inovadora de cobrar as mensalidades. Antes de tudo, não há cobrança de fundo de reserva.

Além disso, a taxa consorcio só é cobrada após a contemplação. Dessa forma, se o cliente solicitar uma carta de crédito no valor de R$ 100 mil, para pagamento em 100 meses, terá uma parcela de R$ 1.000 até a contemplação. Só depois de receber o bem a taxa administrativa passa a ser cobrada.

Taxa Consórcio: Taxa de Administração

Funciona da seguinte forma:

      Crédito       = valor + 0.35% (imóvel e automóvel) ou valor + 0.45% (serviço)

Prazo restante

Gostou de conhecer o formato inovador do UP Consórcios? Então, faz um UP!

O melhor de tudo é que ele pode ser contratado online, sem a intermediação de um especialista. Faça uma simulação de consórcio no site e invista no seu próximo bem de forma simples e ágil.

Últimas Postagens

Dicas para reformar sua casa

Quer dar uma repaginada no visual de sua casa, mas não sabe por onde começar? Confira nossas dicas para reformar sua casa!

Dicas para manter seu carro sempre novo

Você sabia que há cuidados que podem elevar a vida útil do seu carro? Clique aqui e confira nossas dicas para manter seu carro sempre novo!

Dicas de como não errar na hora de comprar um carro seminovo

Você está pensando em comprar um carro? Então confira nossas dicas de como não errar na hora de comprar um carro seminovo!

O que é uma Assembleia de Consórcio

Você sabe o que é uma Assembleia de Consórcio? É o momento mais esperado para aqueles que participam de um consórcio. Acesse nossa postagem e saiba mais!

Reforma sem dor de cabeça: dicas para escolher um bom prestador de serviços

Quando o assunto é reforma, sempre surgem vários pensamentos negativos, não é? Confira nossa postagem e saiba como programar uma reforma sem dor de cabeça!

Como fazer Consórcio de Dinheiro

O Consórcio de Dinheiro funciona basicamente da mesma forma que o de um automóvel ou imóvel, por exemplo. Confira nossa postagem e saiba mais!
Próximo
1 / 21