Voltar
12/2020

Entenda o que é Alienação Fiduciária no consórcio

A Alienação Fiduciária, de forma direta e resumida, funciona como uma garantia, para o consorciado e para a administradora.

Quando entramos em um consórcio, somos introduzidos em um grupo de pessoas que querem conquistar um objetivo semelhante ao nosso. Através disso e com a contribuição de cada um, o fundo coletivo que se formou é o responsável para que todos consigam ser contemplados com o passar do tempo, de forma igual para todos. Para isso ocorrer, algumas medidas são tomadas para garantir o bom andamento do consórcio e que ninguém se prejudique pela falha de outro membro.

Por exemplo, o próprio grupo de consórcio conta com uma margem de segurança nos valores, como um seguro interno, que assegura o bom andamento do grupo caso, por algum motivo, alguns membros atrasem os pagamentos das parcelas.

Outra medida que é benéfica em diversos casos é quando o próprio consorciado opta por fazer um seguro, disponível na hora de compra da cota, pois isso garante que em situações de imprevisto, o membro não irá atrasar os seus pagamentos e consequentemente prejudicar o grupo de alguma forma.

Segurança da Alienação Fiduciária no Consórcio

Mesmo se precavendo e tomando tais medidas de segurança, imprevistos acontecem e para isso é necessário estar preparado para garantir o bom funcionamento das cotas presentes no grupo. Por este motivo, ao ser contemplado, a administradora do consórcio fica com a posse indireta do bem/serviço.

Ou seja, se ao decorrer do contrato o consorciado não cumprir com os pagamentos das parcelas restantes após sua contemplação a propriedade é consolidada como patrimônio da administradora, que pode usar diversos recursos para recuperar tal investimento, como promover a venda do bem ou carta de crédito, já que está autorizada a se apropriar do valor correspondente ao plano contratado.

Afinal, de quem é o bem?

Não é tão complicado quanto pode soar. Após a contemplação, o bem – ou em diversos casos, a carta de crédito – é do consorciado, que pode usufruir do mesmo imediatamente. A alienação fiduciária, de forma direta e resumida, funciona como uma garantia.

O consorciado, após receber a sua carta de crédito, usufrui do bem como bem quiser e assim que todas as suas parcelas forem quitadas, a alienação deixa de existir e o bem passar a ser único e exclusivo do consorciado.

Conheça mais sobre a Recompra Garantida UP Consórcios!

Todo Consórcio é livre de taxas?

Apesar de trabalhar com bens alienados, nem todo consórcio é necessariamente econômico e livres de cobranças adicionais.

O UP Consórcios por exemplo, se destaca entre as demais empresas do ramo justamente por reduzir estes custos ao máximo: não existe taxa de adesão e de fundo de reserva, a taxa de administração é cobrada apenas após a contemplação, e não existem nenhum juro ou cobrança adicional que possam encarecer a sua parcela.

Inclusive, até mesmo o seguro, que foi citado anteriormente, aqui é ofertado de forma opcional, afinal, transparência é um dos pilares do relacionamento que temos com você.

Simule seu consórcio agora mesmo!

Simule agora

Outras matérias relacionadas

12/2020

Viagem de carro: 3 lugares para conhecer

O Brasil é um país extenso, mas é possível se programar para uma longa viagem de carro. Acesse e confira 3 lugares para conhecer!

12/2020

Guia sobre o Consórcio Imobiliário

Sabia que no consórcio você não precisa ter dinheiro para dar de entrada? Clique aqui e confira nosso Guia sobre o Consórcio Imobiliário!

12/2020

Está na hora de fazer uma cirurgia plástica?

Descubra a hora certa para fazer uma cirurgia plástica e saiba como planejar.

Entenda o que é Alienação Fiduciária no consórcio

Entenda o que é Alienação Fiduciária no consórcio

Quando entramos em um consórcio, somos introduzidos em um grupo de pessoas que querem conquistar um objetivo semelhante ao nosso. Através disso e com a contribuição de cada um, o fundo coletivo que se formou é o responsável para que todos consigam ser contemplados com o passar do tempo, de forma igual para todos. Para isso ocorrer, algumas medidas são tomadas para garantir o bom andamento do consórcio e que ninguém se prejudique pela falha de outro membro.

Por exemplo, o próprio grupo de consórcio conta com uma margem de segurança nos valores, como um seguro interno, que assegura o bom andamento do grupo caso, por algum motivo, alguns membros atrasem os pagamentos das parcelas.

Outra medida que é benéfica em diversos casos é quando o próprio consorciado opta por fazer um seguro, disponível na hora de compra da cota, pois isso garante que em situações de imprevisto, o membro não irá atrasar os seus pagamentos e consequentemente prejudicar o grupo de alguma forma.

Segurança da Alienação Fiduciária no Consórcio

Mesmo se precavendo e tomando tais medidas de segurança, imprevistos acontecem e para isso é necessário estar preparado para garantir o bom funcionamento das cotas presentes no grupo. Por este motivo, ao ser contemplado, a administradora do consórcio fica com a posse indireta do bem/serviço.

Ou seja, se ao decorrer do contrato o consorciado não cumprir com os pagamentos das parcelas restantes após sua contemplação a propriedade é consolidada como patrimônio da administradora, que pode usar diversos recursos para recuperar tal investimento, como promover a venda do bem ou carta de crédito, já que está autorizada a se apropriar do valor correspondente ao plano contratado.

Afinal, de quem é o bem?

Não é tão complicado quanto pode soar. Após a contemplação, o bem – ou em diversos casos, a carta de crédito – é do consorciado, que pode usufruir do mesmo imediatamente. A alienação fiduciária, de forma direta e resumida, funciona como uma garantia.

O consorciado, após receber a sua carta de crédito, usufrui do bem como bem quiser e assim que todas as suas parcelas forem quitadas, a alienação deixa de existir e o bem passar a ser único e exclusivo do consorciado.

Conheça mais sobre a Recompra Garantida UP Consórcios!

Todo Consórcio é livre de taxas?

Apesar de trabalhar com bens alienados, nem todo consórcio é necessariamente econômico e livres de cobranças adicionais.

O UP Consórcios por exemplo, se destaca entre as demais empresas do ramo justamente por reduzir estes custos ao máximo: não existe taxa de adesão e de fundo de reserva, a taxa de administração é cobrada apenas após a contemplação, e não existem nenhum juro ou cobrança adicional que possam encarecer a sua parcela.

Inclusive, até mesmo o seguro, que foi citado anteriormente, aqui é ofertado de forma opcional, afinal, transparência é um dos pilares do relacionamento que temos com você.

Últimas Postagens

Qual é a importância do Consórcio na Crise Econômica?

O momento não tá fácil, por isso te mostraremos a importância do consórcio na crise econômica.

Conheça os melhores carros populares do momento!

Saibas quais são os carros populares do momento. Com certeza você gostaria de ter um desses.

Como comprar imóvel na praia (sem entrada e juros!!!)

Está pensando em comprar um imóvel na praia? Maravilha! A gente te conta como fazer.

Como funciona o consórcio de equipamentos?

Você sabe para que serve o consórcio de equipamentos? Nós te contamos como funciona.

Como funciona um plano de aposentadoria através do consórcio

Entenda como funciona um plano de aposentadoria através do consórcio, e fique despreocupado com o futuro.

Como funciona o consórcio náutico?

Entenda de uma vez por todas como funciona o consórcio náutico.
Próximo
1 / 69
Facebook - UP Consórcios
Instagram - UP Consórcios
Twitter - UP Consórcios
Linkedin - UP Consórcios
Youtube - UP Consórcios
Deezer - UP Consórcios
Spotify - UP Consórcios