WhatsUP - UP Consórcios
03/2022

Juntar Dinheiro x Entrar no Consórcio: qual a melhor opção?

Juntar Dinheiro x Entrar no Consórcio: qual a melhor opção?

Juntar dinheiro para adquirir o que você sonha pode não ser o caminho mais rápido ou mesmo mais econômico. Acesse nosso blog e fique por dentro do assunto!

Trocar seu carro antigo por um modelo atual ou comprar o aquele primeiro imóvel é desejo de muita gente. No entanto, o valor desses bens exige atenção extra e um planejamento sério, que começa pela forma de pagamento correta, que esteja de acordo com a sua realidade. Afinal, de acordo com o método de pagamento que você escolher, precisará de uma preparação diferente.

Mas a pergunta que não quer calar, juntar dinheiro e comprar à vista ou consórcio

A primeira coisa que nos vem em mente, já que são as alternativas mais populares para aquisição de bens. Mas será que realmente você sabe qual delas é a melhor para alcançar seus objetivos? 

Juntar dinheiro para adquirir o que você sonha pode não ser o caminho mais rápido ou mesmo mais econômico. Cada uma das opções apresenta sempre vantagens e desvantagens, acredite. Pensando nisso, preparamos para você as características das duas formas de investimento para ajudar na sua decisão. 

Juntar dinheiro para pagar à vista ou consórcio: qual a melhor opção?

O modelo de consórcio é bastante popular no Brasil. Através deles diversas pessoas se reúnem e, sob a supervisão de uma administradora, acumula os recursos necessários para a compra de determinado bem. 

Cada membro do consórcio paga parcelas mensais e assim participa dos sorteios mensais que ocorrem diretamente pela loteria federal. Nessas reuniões, o vencedor é determinado e adquire a carta de crédito para aquisição do seu apartamento ou automóvel, por exemplo, antes da conclusão do consórcio.

A opção pelo consórcio é uma estratégia que tem ajudado muito na organização pessoal, tem gente que não tem disciplina para juntar o dinheiro para adquirir certos bens de maior valor. Com o pagamento sendo feito por boleto bancário, é mais fácil incluir essa taxa nas suas finanças mensais a cada mês que passa é uma passo a mais do seu objetivo.

Juntar dinheiro pagar à vista tem suas desvantagens

Não caia em lugares comuns, nem sempre juntar dinheiro para adquirir um bem à vista é a melhor opção. A compra à vista tem suas desvantagens e pode ter impactos negativos nas suas finanças. Destacamos os impactos negativos dessa estratégia!

Juntar Dinheiro x Entrar no Consórcio: qual a melhor opção?


Economia demorada

Vamos supor que você tenha disciplina e decida juntar dinheiro para comprar um carro. Optando pela compra à vista, há boas chances de se deparar com essas situações que acabam te deixando sem o que você realmente deseja: 

- Passar um longo tempo estudando o modelo ideal de carro para suas necessidades. Mas não conseguir juntar todo dinheiro para comprar o modelo que queria e acaba levando um outro, muito mais simples, distante do desejado. Um pouco frustrante depois de tanto juntar dinheiro por um bom tempo, não é mesmo?

- Escolhe o modelo de carro que você queria, mas em uma versão mais básica; 

- Não comprar o carro que deseja para esperar meses ou até mais anos para juntar a quantia certa. Mas não leva em consideração que a inflação pode desvalorizar o dinheiro e diminuir o seu poder de compra — caso ele seja mal aplicado — no fim das contas o carro sairá bem mais caro. 

Ficar sem dinheiro para situações de emergências

Se você escolheu juntar dinheiro e fazer o pagando à vista, certamente há grande chance de acontecer uma descapitalização. Juntar dinheiro por um longo período e utilizá-lo integralmente para comprar um carro, por exemplo, e — especialmente se, caso utilize esse dinheiro, não vai sobrar nenhum capital para uma reserva de emergência. 

Pode acender o sinal de alerta, porque imprevistos certamente ocorrerão e serão pegos sem organização, os impactos negativos serão muito maiores. Não se descapitalize para adquirir qualquer tipo bem, ficando sem um saldo de reserva para emergência.

Perder oportunidades de investimento

Mesmo que você seja uma pessoa organizada, tenha dinheiro para comprar um carro e tenha reservas financeiras, ainda assim é preciso considerar o custo de oportunidade, que nada mais é do que você não ganhou. Pense nisso: o dinheiro que você usa para comprar um carro pode ser investido em um investimento lucrativo - esse pode ser um uso melhor dele!

Ao contratar um consórcio e calcular os Custos Efetivos Totais (CET) como se fossem juros mensais correspondentes a todos os custos, é possível ver rapidamente o valor dos juros pagos a cada mês. Em seguida, encontre uma opção de investimento com um retorno mensal superior a essa proporção e você poderá chegar a uma transação com boa relação custo-benefício! Deixar o dinheiro do investimento aplicado, você pode ter a oportunidade de pagar o consórcio e ainda ter um dinheirinho extra.

Consórcio: a melhor opção para alcançar objetivos sem precisar juntar dinheiro

A poupança é o investimento mais famoso dos brasileiros. Isso se deve em grande parte à facilidade de gerenciamento. Para abrir uma caderneta de poupança basta ir ao banco para fazer o primeiro depósito para que possa iniciar o reembolso de acordo com as regras estabelecidas. No entanto, a receita da poupança muitas vezes não é encorajadora. 

Dependendo da situação econômica do país, o retorno sobre os depósitos pode ser inferior à inflação. Isso significa que, na prática, quem investe na poupança pode ver seu dinheiro perder poder aquisitivo, mesmo que não haja cobrança para tal investimento.

Além disso, o valor pode ser resgatado a qualquer momento, para que a economia seja significativa e capaz de atingir a meta proposta, é necessário manter a disciplina, continuar depositando, e não sacar até que a meta seja atingida.

Após descobrir as características de cada opção, fica mais fácil escolher a opção que mais se adapta à sua realidade. Considere as características básicas de sindicação e poupança, pense sobre quais são seus objetivos de investimento e como é sua disciplina financeira.

Por exemplo, se você está pensando em trocar um carro, mas é difícil acumular valor, um consórcio pode ser uma escolha melhor. 

Portanto, no momento de definir se adota a estratégia do consórcios ou poupança, não estão apenas as características de cada investimento, mas também seus objetivos e dados pessoais no manuseio de fundos. Dessa forma, você pode fazer um melhor uso de cada opção.

Segundo a Associação Brasileira dos Administradores de Consórcio (ABAC), quem adere ao consórcio economiza 4,5 vezes mais dinheiro do que quem abre a caderneta de poupança. Portanto, seja honesto ao analisar seus hábitos financeiros. Desta forma, você garante fazer a melhor escolha para o seu bolso.

Aqui no UP Consórcios você encontra as melhores oportunidades do mercado. Quer saber mais? Simule comprove e entre em contato e tire seus objetivos do papel.

Outras matérias relacionadas

03/2022

O que precisa saber antes de fazer um consórcio?

No UP Consórcios você encontra as menores parcelas do mercado. Confira nosso conteúdo e veja o que você precisa saber antes de fazer um consórcio!

03/2022

5 conselhos para quem quer investir

Há várias alternativas disponíveis para quem quer investir dinheiro e cada uma costuma ser adequada a um objetivo e leva em conta um perfil diferente.

03/2022

Conheça Lupi, assistente virtual do UP Consórcios

Estamos reinventando a forma de comunicação no UP consórcios investindo em inteligência artificial. Conheça Lupi, assistente virtual do UP Consórcios.

Juntar Dinheiro x Entrar no Consórcio: qual a melhor opção?

Juntar Dinheiro x Entrar no Consórcio: qual a melhor opção?

Trocar seu carro antigo por um modelo atual ou comprar o aquele primeiro imóvel é desejo de muita gente. No entanto, o valor desses bens exige atenção extra e um planejamento sério, que começa pela forma de pagamento correta, que esteja de acordo com a sua realidade. Afinal, de acordo com o método de pagamento que você escolher, precisará de uma preparação diferente.

Mas a pergunta que não quer calar, juntar dinheiro e comprar à vista ou consórcio

A primeira coisa que nos vem em mente, já que são as alternativas mais populares para aquisição de bens. Mas será que realmente você sabe qual delas é a melhor para alcançar seus objetivos? 

Juntar dinheiro para adquirir o que você sonha pode não ser o caminho mais rápido ou mesmo mais econômico. Cada uma das opções apresenta sempre vantagens e desvantagens, acredite. Pensando nisso, preparamos para você as características das duas formas de investimento para ajudar na sua decisão. 

Juntar dinheiro para pagar à vista ou consórcio: qual a melhor opção?

O modelo de consórcio é bastante popular no Brasil. Através deles diversas pessoas se reúnem e, sob a supervisão de uma administradora, acumula os recursos necessários para a compra de determinado bem. 

Cada membro do consórcio paga parcelas mensais e assim participa dos sorteios mensais que ocorrem diretamente pela loteria federal. Nessas reuniões, o vencedor é determinado e adquire a carta de crédito para aquisição do seu apartamento ou automóvel, por exemplo, antes da conclusão do consórcio.

A opção pelo consórcio é uma estratégia que tem ajudado muito na organização pessoal, tem gente que não tem disciplina para juntar o dinheiro para adquirir certos bens de maior valor. Com o pagamento sendo feito por boleto bancário, é mais fácil incluir essa taxa nas suas finanças mensais a cada mês que passa é uma passo a mais do seu objetivo.

Juntar dinheiro pagar à vista tem suas desvantagens

Não caia em lugares comuns, nem sempre juntar dinheiro para adquirir um bem à vista é a melhor opção. A compra à vista tem suas desvantagens e pode ter impactos negativos nas suas finanças. Destacamos os impactos negativos dessa estratégia!

Juntar Dinheiro x Entrar no Consórcio: qual a melhor opção?


Economia demorada

Vamos supor que você tenha disciplina e decida juntar dinheiro para comprar um carro. Optando pela compra à vista, há boas chances de se deparar com essas situações que acabam te deixando sem o que você realmente deseja: 

- Passar um longo tempo estudando o modelo ideal de carro para suas necessidades. Mas não conseguir juntar todo dinheiro para comprar o modelo que queria e acaba levando um outro, muito mais simples, distante do desejado. Um pouco frustrante depois de tanto juntar dinheiro por um bom tempo, não é mesmo?

- Escolhe o modelo de carro que você queria, mas em uma versão mais básica; 

- Não comprar o carro que deseja para esperar meses ou até mais anos para juntar a quantia certa. Mas não leva em consideração que a inflação pode desvalorizar o dinheiro e diminuir o seu poder de compra — caso ele seja mal aplicado — no fim das contas o carro sairá bem mais caro. 

Ficar sem dinheiro para situações de emergências

Se você escolheu juntar dinheiro e fazer o pagando à vista, certamente há grande chance de acontecer uma descapitalização. Juntar dinheiro por um longo período e utilizá-lo integralmente para comprar um carro, por exemplo, e — especialmente se, caso utilize esse dinheiro, não vai sobrar nenhum capital para uma reserva de emergência. 

Pode acender o sinal de alerta, porque imprevistos certamente ocorrerão e serão pegos sem organização, os impactos negativos serão muito maiores. Não se descapitalize para adquirir qualquer tipo bem, ficando sem um saldo de reserva para emergência.

Perder oportunidades de investimento

Mesmo que você seja uma pessoa organizada, tenha dinheiro para comprar um carro e tenha reservas financeiras, ainda assim é preciso considerar o custo de oportunidade, que nada mais é do que você não ganhou. Pense nisso: o dinheiro que você usa para comprar um carro pode ser investido em um investimento lucrativo - esse pode ser um uso melhor dele!

Ao contratar um consórcio e calcular os Custos Efetivos Totais (CET) como se fossem juros mensais correspondentes a todos os custos, é possível ver rapidamente o valor dos juros pagos a cada mês. Em seguida, encontre uma opção de investimento com um retorno mensal superior a essa proporção e você poderá chegar a uma transação com boa relação custo-benefício! Deixar o dinheiro do investimento aplicado, você pode ter a oportunidade de pagar o consórcio e ainda ter um dinheirinho extra.

Consórcio: a melhor opção para alcançar objetivos sem precisar juntar dinheiro

A poupança é o investimento mais famoso dos brasileiros. Isso se deve em grande parte à facilidade de gerenciamento. Para abrir uma caderneta de poupança basta ir ao banco para fazer o primeiro depósito para que possa iniciar o reembolso de acordo com as regras estabelecidas. No entanto, a receita da poupança muitas vezes não é encorajadora. 

Dependendo da situação econômica do país, o retorno sobre os depósitos pode ser inferior à inflação. Isso significa que, na prática, quem investe na poupança pode ver seu dinheiro perder poder aquisitivo, mesmo que não haja cobrança para tal investimento.

Além disso, o valor pode ser resgatado a qualquer momento, para que a economia seja significativa e capaz de atingir a meta proposta, é necessário manter a disciplina, continuar depositando, e não sacar até que a meta seja atingida.

Após descobrir as características de cada opção, fica mais fácil escolher a opção que mais se adapta à sua realidade. Considere as características básicas de sindicação e poupança, pense sobre quais são seus objetivos de investimento e como é sua disciplina financeira.

Por exemplo, se você está pensando em trocar um carro, mas é difícil acumular valor, um consórcio pode ser uma escolha melhor. 

Portanto, no momento de definir se adota a estratégia do consórcios ou poupança, não estão apenas as características de cada investimento, mas também seus objetivos e dados pessoais no manuseio de fundos. Dessa forma, você pode fazer um melhor uso de cada opção.

Segundo a Associação Brasileira dos Administradores de Consórcio (ABAC), quem adere ao consórcio economiza 4,5 vezes mais dinheiro do que quem abre a caderneta de poupança. Portanto, seja honesto ao analisar seus hábitos financeiros. Desta forma, você garante fazer a melhor escolha para o seu bolso.

Aqui no UP Consórcios você encontra as melhores oportunidades do mercado. Quer saber mais? Simule comprove e entre em contato e tire seus objetivos do papel.

Últimas Postagens

Tabela de consórcio: o que é e como funciona?

A tabela de consórcio é um documento que contém todas as informações sobre valores de união. Essa é uma informação básica e você deve ficar atento a ela!

Consórcio de Van para quem quer empreender

Já pensou em um consórcio de van para abrir seu próprio negócio? Nos acompanhe na leitura e veja os benefícios deste investimento. Boa leitura!

Rendimento melhor que poupança

Quer investir seu dinheiro, mas em algo com um rendimento melhor que poupança? Nos acompanhe na leitura que preparamos e descubra as vantagens do consórcio.

Invista em Consorcios no pós pandemia

Invista em consórcio! Confira, neste artigo, os benefícios desta modalidade de investimento, mesmo em meio a crise deixada pela pandemia. Saiba mais!

No UP Consórcios o que importa é a experiência do cliente

Tornar a experiência do cliente positiva não é tarefa fácil. Muitas vezes envolve uma mudança de perspectiva, estratégia, cultura e liderança da empresa.

Meu Consórcio Digital é UP!

Sabe aquela satisfação em afirmar "meu consórcio é UP"? Se você não sabe, é porque ainda não contratou nossos serviços. Leia e saiba como funciona!
Facebook - UP Consórcios - O Melhor Consórcio de Automóveis
Instagram - UP Consórcios - O Melhor Consórcio de Automóveis
Twitter - UP Consórcios - O Melhor Consórcio de Automóveis
Linkedin - UP Consórcios - O Melhor Consórcio de Automóveis
Youtube - UP Consórcios - O Melhor Consórcio de Automóveis
Deezer - UP Consórcios - O Melhor Consórcio de Automóveis
Spotify - UP Consórcios - O Melhor Consórcio de Automóveis