Voltar
05/2020

Como guardar dinheiro na poupança?

Guardar dinheiro é o objetivo, assim como a realidade, de muitas pessoas. Ao ouvir o termo investimento, muitas pessoas pensam logo na boa e velha Poupança. Afinal, durante décadas fomos ensinados de maneira errada, em que esta era a única opção. 

Realmente, as condições para investir hoje em dia são muito melhores do que no passado, mas a poupança nunca foi a única opção.

Porém, isso é um grande mito que vamos derrubar hoje. De fato ela é relativamente segura, porém, pouco rentável e seus benefícios não são exclusivos. Existem outras opções tão seguras quanto e que podem proporcionar um resultado melhor que o rendimento da Poupança. Confira quais são elas agora.

Como guardar dinheiro na poupança

Quando se fala em investir o dinheiro, muitos brasileiros preferem investir na poupança. O levantamento mais recente feito pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e a Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) constatou que 61% prefere esse tipo de aplicação, mesmo com sua baixa rentabilidade.

Seu percentual de retorno é bem baixo: oscilou entre 0,28% e 0,37%, mas em 2020 não rendeu mais que 0,25% ao mês. Isso significa que, se você deixar uma quantia na sua conta poupança por um ano, ao todo ela deve render menos que 3% do montante total. A equação dos rendimentos da poupança é a seguinte: SELIC x 70%.

Diante disso, mesmo tendo conhecimento do que falamos, por que as pessoas insistem em guardar dinheiro na poupança

Queremos te apresentar um novo ponto de vista: O Consórcio é uma Poupança Turbinada. Saiba mais! 

Guardar dinheiro na Poupança: o Consórcio é uma Poupança Turbinada?

Tanto na poupança quanto em qualquer outro tipo de investimento, o investidor tem que esperar até acumular o valor total para então conquistar o seu objetivo, seja ele a compra de um bem ou a contratação de um serviço. Alguns usam a poupança para guardar o suficiente para a entrada em um financiamento convencional, planejar uma reforma, pagar um curso, entre tantos outros objetivos.

Neste cenário, uma alternativa de crédito se destaca: "poupança turbinada". É como o consórcio vem sendo chamado entre os usuários do sistema. Consórcio é uma modalidade de crédito e poupança amplamente conhecido pelo brasileiro que reúne, em um único produto, muitas possibilidades:

Ferramenta de poupança: um apelido carinhoso adotado pelos consorciados têm sido “boleto do bem”, ou seja, aquele pago todos os meses para conquistar um objetivo.. É uma forma de blindar a meta;

Modalidade de crédito: quem entra em um consórcio com pressa em liberar o dinheiro, pode ofertar um lance com percentuais menores ao valor equivalente à entrada no financiamento; e ter assim o crédito liberado para compra sem ter que pagar juros!

Produto de investimento: oferece rentabilidade da carta contemplada e atualizações anuais do crédito.

Quem já aposta nos investimentos mais rentáveis, apesar de privilegiar a liquidez diária, os mantém, em média, por nove anos. O Tesouro Direto, por exemplo, tão difundido nos últimos anos, torna-se viável apenas a longo prazo e a média de permanência de apenas 4 anos prova que o brasileiro não tem dado tempo suficiente para ter o retorno desejado. 

Mas, além dos produtos financeiros, onde estava o dinheiro dos brasileiros que afirmaram ter investido? 

Eles fizeram isso de inúmeras formas. A maior parcela (11%) aplicou seu dinheiro em bens duráveis (carro, moto, caminhão) e imóveis (construção da casa, reforma, compra). Quatro por cento investiu no próprio negócio, seja abrindo um novo ou injetando capital na empresa já existente. 

Além desses, existe o grupo que não tem dinheiro guardado em nenhum produto de investimento. O Brasil conta com 58% de pessoas que declaram não investir. Esse percentual está dividido da seguinte forma: 50% não guardam nada de forma alguma; 6% guardam, mas não usam os produtos financeiros para isso, fazendo-o de outra forma e 2% não conhecem nenhum tipo de investimento.

As condições financeiras são as principais razões de quem não conseguiu investir. As respostas de 80% deste grupo destacam a falta de dinheiro como principal impeditivo para direcionar a verba para a conquista do objetivo. O problema se acentua porque a base do planejamento financeiro pressupõe que é necessário poupar no mínimo 10% dos ganhos, incluindo as economias no orçamento familiar como qualquer outra despesa. 


Leia também: Solucionamos as principais dúvidas sobre Consórcio de Imóveis


É exatamente para quem não tem essa disciplina que ter um boleto fixo que corresponda ao valor que você se propôs a guardar é fundamental. Assim, o consórcio se consolida como um “boleto do bem”, que ajuda a poupar dinheiro e evita que ele seja usado para outro objetivo. A modalidade dá um “turbo”, por assim dizer, nas suas economias e adianta as suas conquistas, permitindo que você tenha um bem em mãos em um prazo curto, seja através do sorteio ou da oferta de lance, e sempre, claro, sem juros!

UP Consórcios, consórcio digital para suas conquistas

O UP Consórcios é uma fintech da Embracon que ajuda as pessoas a atingirem seus objetivos com planejamento financeiro. Mais que moderno e digital, o UP é um consórcio transparente e o único consórcio sem nenhuma taxa até a contemplação. 

O UP é a VERDADEIRA POUPANÇA TURBINADA. Entenda por quê:

O UP, além de todas as vantagens do consórcio tradicional, traz diferenciais que não existem em nenhum outro consórcio. O principal deles é o fato da taxa ser zero enquanto você está POUPANDO. Era o que faltava para o consórcio!


Ou seja: é ótimo para quem poupa e excelente para quem compra!


Outro diferencial do UP é a recompra garantida para a cota contemplada, com as parcelas pagas corrigidas pelo índice oficial da Poupança. Verdadeiramente é a evolução da poupança e do consórcio! 

Com o UP Consórcios você pode adquirir bens (carros e imóveis) e serviços (festas, viagens, cursos, reformas, estética, entre outros), com planos de 20 a 180 parcelas. A fintech é administrada pela Embracon, que é fiscalizada e regulamentada pelo Banco Central. 

No UP Consórcios você encontra as menores parcelas do mercado. Simule, compare e compre. E o melhor: sem juros, sem taxas de adesão, fundo reserva e administrativa até a contemplação.

Entre em contato conosco, estamos ansiosos por sua parceria! 

Até a próxima!

Simule seu consórcio agora mesmo!

Simule agora

Outras matérias relacionadas

07/2020

3 sinais de que está na hora de trocar de carro

Como tudo na vida ao fim, chega uma hora que não adianta mais prorrogar: é necessário trocar de carro. Acesse nossa postagem e saiba mais!

03/2020

Entenda porque o Consórcio Digital é Crucial para o Jovem que Planeja o Futuro

Deseja adquirir ou contratar um bem ou serviço? Confira nossa postagem e entenda porque o Consórcio Digital é Crucial para o Jovem que Planeja o Futuro!

06/2020

5 carros com o melhor custo x benefício no Brasil

Você sabe quais são os 5 Carros com Melhor Custo Benefício no Brasil? Acesse!

Como guardar dinheiro na poupança?

Como guardar dinheiro na poupança?

Guardar dinheiro é o objetivo, assim como a realidade, de muitas pessoas. Ao ouvir o termo investimento, muitas pessoas pensam logo na boa e velha Poupança. Afinal, durante décadas fomos ensinados de maneira errada, em que esta era a única opção. 

Realmente, as condições para investir hoje em dia são muito melhores do que no passado, mas a poupança nunca foi a única opção.

Porém, isso é um grande mito que vamos derrubar hoje. De fato ela é relativamente segura, porém, pouco rentável e seus benefícios não são exclusivos. Existem outras opções tão seguras quanto e que podem proporcionar um resultado melhor que o rendimento da Poupança. Confira quais são elas agora.

Como guardar dinheiro na poupança

Quando se fala em investir o dinheiro, muitos brasileiros preferem investir na poupança. O levantamento mais recente feito pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e a Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) constatou que 61% prefere esse tipo de aplicação, mesmo com sua baixa rentabilidade.

Seu percentual de retorno é bem baixo: oscilou entre 0,28% e 0,37%, mas em 2020 não rendeu mais que 0,25% ao mês. Isso significa que, se você deixar uma quantia na sua conta poupança por um ano, ao todo ela deve render menos que 3% do montante total. A equação dos rendimentos da poupança é a seguinte: SELIC x 70%.

Diante disso, mesmo tendo conhecimento do que falamos, por que as pessoas insistem em guardar dinheiro na poupança

Queremos te apresentar um novo ponto de vista: O Consórcio é uma Poupança Turbinada. Saiba mais! 

Guardar dinheiro na Poupança: o Consórcio é uma Poupança Turbinada?

Tanto na poupança quanto em qualquer outro tipo de investimento, o investidor tem que esperar até acumular o valor total para então conquistar o seu objetivo, seja ele a compra de um bem ou a contratação de um serviço. Alguns usam a poupança para guardar o suficiente para a entrada em um financiamento convencional, planejar uma reforma, pagar um curso, entre tantos outros objetivos.

Neste cenário, uma alternativa de crédito se destaca: "poupança turbinada". É como o consórcio vem sendo chamado entre os usuários do sistema. Consórcio é uma modalidade de crédito e poupança amplamente conhecido pelo brasileiro que reúne, em um único produto, muitas possibilidades:

Ferramenta de poupança: um apelido carinhoso adotado pelos consorciados têm sido “boleto do bem”, ou seja, aquele pago todos os meses para conquistar um objetivo.. É uma forma de blindar a meta;

Modalidade de crédito: quem entra em um consórcio com pressa em liberar o dinheiro, pode ofertar um lance com percentuais menores ao valor equivalente à entrada no financiamento; e ter assim o crédito liberado para compra sem ter que pagar juros!

Produto de investimento: oferece rentabilidade da carta contemplada e atualizações anuais do crédito.

Quem já aposta nos investimentos mais rentáveis, apesar de privilegiar a liquidez diária, os mantém, em média, por nove anos. O Tesouro Direto, por exemplo, tão difundido nos últimos anos, torna-se viável apenas a longo prazo e a média de permanência de apenas 4 anos prova que o brasileiro não tem dado tempo suficiente para ter o retorno desejado. 

Mas, além dos produtos financeiros, onde estava o dinheiro dos brasileiros que afirmaram ter investido? 

Eles fizeram isso de inúmeras formas. A maior parcela (11%) aplicou seu dinheiro em bens duráveis (carro, moto, caminhão) e imóveis (construção da casa, reforma, compra). Quatro por cento investiu no próprio negócio, seja abrindo um novo ou injetando capital na empresa já existente. 

Além desses, existe o grupo que não tem dinheiro guardado em nenhum produto de investimento. O Brasil conta com 58% de pessoas que declaram não investir. Esse percentual está dividido da seguinte forma: 50% não guardam nada de forma alguma; 6% guardam, mas não usam os produtos financeiros para isso, fazendo-o de outra forma e 2% não conhecem nenhum tipo de investimento.

As condições financeiras são as principais razões de quem não conseguiu investir. As respostas de 80% deste grupo destacam a falta de dinheiro como principal impeditivo para direcionar a verba para a conquista do objetivo. O problema se acentua porque a base do planejamento financeiro pressupõe que é necessário poupar no mínimo 10% dos ganhos, incluindo as economias no orçamento familiar como qualquer outra despesa. 


Leia também: Solucionamos as principais dúvidas sobre Consórcio de Imóveis


É exatamente para quem não tem essa disciplina que ter um boleto fixo que corresponda ao valor que você se propôs a guardar é fundamental. Assim, o consórcio se consolida como um “boleto do bem”, que ajuda a poupar dinheiro e evita que ele seja usado para outro objetivo. A modalidade dá um “turbo”, por assim dizer, nas suas economias e adianta as suas conquistas, permitindo que você tenha um bem em mãos em um prazo curto, seja através do sorteio ou da oferta de lance, e sempre, claro, sem juros!

UP Consórcios, consórcio digital para suas conquistas

O UP Consórcios é uma fintech da Embracon que ajuda as pessoas a atingirem seus objetivos com planejamento financeiro. Mais que moderno e digital, o UP é um consórcio transparente e o único consórcio sem nenhuma taxa até a contemplação. 

O UP é a VERDADEIRA POUPANÇA TURBINADA. Entenda por quê:

O UP, além de todas as vantagens do consórcio tradicional, traz diferenciais que não existem em nenhum outro consórcio. O principal deles é o fato da taxa ser zero enquanto você está POUPANDO. Era o que faltava para o consórcio!


Ou seja: é ótimo para quem poupa e excelente para quem compra!


Outro diferencial do UP é a recompra garantida para a cota contemplada, com as parcelas pagas corrigidas pelo índice oficial da Poupança. Verdadeiramente é a evolução da poupança e do consórcio! 

Com o UP Consórcios você pode adquirir bens (carros e imóveis) e serviços (festas, viagens, cursos, reformas, estética, entre outros), com planos de 20 a 180 parcelas. A fintech é administrada pela Embracon, que é fiscalizada e regulamentada pelo Banco Central. 

No UP Consórcios você encontra as menores parcelas do mercado. Simule, compare e compre. E o melhor: sem juros, sem taxas de adesão, fundo reserva e administrativa até a contemplação.

Entre em contato conosco, estamos ansiosos por sua parceria! 

Até a próxima!

Últimas Postagens

Como se planejar para a aposentadoria

Se tem um tema que dá friozinho na barriga de qualquer pessoa que já começou a trabalhar, é aposentadoria. Acesse e saiba como se planejar para a aposentadoria!

Quanto custa um seguro de carro popular?

O seguro de carro dispõe de dois benefícios muito vantajosos: proteção e a tranquilidade. Acesse nossa postagem e saiba quanto custa o seguro de carro popular!

Entenda como decidir o valor de lance do Consórcio

Acompanhe este artigo e saiba como decidir o valor de lance do Consórcio para ter a aquisição do seu bem mais rápido!

Carros com seguros mais caros no Brasil

Carros com seguros mais caros no Brasil - A lista está limitada a veículos vendidos no Brasil com preços de até R$ 350 mil. Clique aqui e saiba mais!

Destinos para viajar após a pandemia no Brasil

Apesar de não termos previsão de quando tudo vai voltar a normalidade, planejamento é tudo. Saiba alguns destinos para viajar após a pandemia no Brasil!

Consórcio ou Minha Casa Minha Vida: qual a melhor modalidade para comprar um imóvel

Consórcio ou Minha Casa Minha Vida: Acompanhe a leitura deste artigo, confira as principais vantagens e desvantagens entre elas e escolha a melhor opção!
Próximo
1 / 42
Spotify - UP Consórcios