WhatsUP - UP Consórcios
04/2022

O que você sabe sobre comportamento financeiro?

O que você sabe sobre comportamento financeiro?

Analisar seu comportamento financeiro é algo de extremamente importante para organizar e ter mais rendimento, evitando maiores "perrengues". Saiba mais!

Analisar seu comportamento financeiro é algo de extremamente importante para organizar e ter mais rendimento, evitando maiores "perrengues".

Em contraste com as teorias financeiras tradicionais, as finanças comportamentais afirmam que as decisões financeiras tomadas por um investidor são influenciadas por preconceitos pessoais e influências psicológicas. Nesse sentido, o comportamento financeiro dos investidores impacta nas inconsistências do mercado, principalmente nas bolsas de valores. 

Subida ou queda repentina de preços, bolhas de mercado, etc. podem ser atribuídas ao comportamento financeiro do investidor. Mas, como você pode definir o comportamento financeiro? Entenda!

O que você sabe sobre comportamento financeiro?

O que é Comportamento Financeiro?

A definição de comportamento financeiro é bastante complexa. A análise do comportamento financeiro ajuda a entender as tendências de preços em vários setores e setores. A hipótese do mercado eficiente assume que o comportamento financeiro dos investidores é racional. Os movimentos de preços dependem das condições do mercado e não são influenciados pelo comportamento financeiro dos investidores.

Por outro lado, as finanças comportamentais assumem que os investidores não são racionais, as decisões de investimento estão sujeitas a vieses psicológicas. Além disso, as finanças comportamentais pressupõem um grau de normalidade e tendências de autocontrole entre os investidores. Os cinco conceitos a seguir cobrem amplamente os conceitos de finanças comportamentais:

1. Contabilidade Mental

A contabilidade mental refere-se à tendência ou inclinação para um propósito específico de investimento. Por exemplo, um investidor avesso ao risco pode desconfiar de investir em fundos agressivos. 

2. Comportamento de manada

A forma de comportamento é quando um investidor imita as decisões de investimento da maioria dos investidores. 

O comportamento de manada leva a altas repentinas nos mercados de ações. Um exemplo deste comportamento é quando uma lenda do mercado de ações compartilha suas dicas sobre o mercado de ações. Sendo um dos traders de ações bem sucedidas, muitos investidores seguem seu caminho, o que tem sido frequentemente testemunhado e é um sinal clássico de comportamento de manada.

3. Lacuna Emocional

Decisões tomadas sob extrema pressão emocional, como medo, ansiedade, etc., se devem a uma lacuna emocional. As emoções tendem a impactar a racionalidade dos investidores. A venda de pânico no advento da pandemia é um exemplo de lacuna emocional.

4. Ancoragem

Ancoragem refere-se ao orçamento. É quando as decisões de investimento são baseadas na liquidez disponível após a consideração de necessidades diversas.

5. Autoatribuição 

Decisões tomadas com base na dependência excessiva do conhecimento do investidor levam à autoatribuição. A objetividade fica em segundo plano e o excesso de confiança na experiência facilita a tomada de decisões. Isso muitas vezes pode levar a perdas ou lucro em alguns casos.

O que são erros e vieses na tomada de decisão? 

A definição de comportamento financeiro é explicada ainda por alguns preconceitos e tendências pessoais em torno das finanças comportamentais:

1. Viés de confirmação 

Os investidores podem facilmente aceitar informações que corroboram com uma noção preconcebida sobre um investimento. A legitimidade de tais informações não é avaliada racionalmente.

2. Viés de recência

Também conhecido como viés experiencial ou de disponibilidade, a experiência passada de um investidor ou o conhecimento de eventos recentes os torna tendenciosos. Por exemplo, após a recessão de 2010, muitos investidores deixaram de investir com o viés da recorrência.

3. Aversão à Perda

Esse fenômeno ocorre quando um investidor se concentra em perdas prováveis ​​em vez de ganhos do mercado. A prioridade está em evitar perdas e não obter lucros. Alguns investidores gostariam de um retorno maior para compensar as perdas, independentemente do grau de risco envolvido.

4. Viés de Deposição

Em linha com a aversão a perdas, os investidores tendem a manter os perdedores e se desfazer de investimentos de alto desempenho. Ganhos de curto prazo tendem a obscurecer o julgamento do investidor sobre a potencial oportunidade de investimento que ele apresenta. Enquanto os investimentos que estão sendo negociados com perdas são mantidos por mais tempo com a esperança de que o preço inicial seja recuperado.

Muitas vezes, os investidores são rápidos em aceitar e apreciar decisões de investimento eficientes, mas relutantes em aceitar seus erros. Assim, o horizonte de investimento é muitas vezes dependente do preço de compra do investimento sem qualquer consideração de fundamentos ou outros atributos.

5. Viés de Familiaridade

Os investidores têm um certo grau de conforto com empresas nacionais, empresas locais, empresas conhecidas etc., o que influencia sua tomada de decisão. Como resultado, a diversificação para esses investidores é limitada.

Como superar problemas de comportamento financeiro?   

Para os investidores, existem métodos para mitigar tendências adversas de comportamento financeiro. Estes incluem:

Decisões Reflexivas sobre comportamento financeiro

A tomada de decisão pode ser reflexiva ou reflexiva. No entanto, a tomada de decisão reflexiva é intuitiva e arraigada por padrão. É afetado por emoções e carece de racionalidade. Por outro lado, a abordagem reflexiva é objetiva e analítica e pode envolver mais esforço e foco no processo. É essencial focar no processo do que no resultado.

Planejamento e execução adequados 

As finanças comportamentais enfatizam o planejamento adequado, a preparação e a execução oportuna. A tomada de decisão precipitada e não planejada tende a ter repercussões de longo prazo.

Por fim, muitos estudos estabeleceram que os mercados não são completamente eficientes, e o estudo das finanças comportamentais é imperativo para entender as irregularidades do mercado e prever tendências futuras. Ao pesquisar os vieses psicológicos dos investidores, as finanças comportamentais fornecem um padrão para os movimentos do mercado e promovem a tomada de decisão eficaz. 

Embora seja um assunto bastante complexo, é fundamental refletir finanças para fechar bons negócios. 

O UP te oferece as melhores condições do mercado para que você possa fazer seu investimento de forma simples e segura. Faça sua simulação aqui no UP Consórcios e comprove, e de aquele UP.

Outras matérias relacionadas

03/2022

Como funciona o consórcio para Equipamentos e Maquinários

O Consórcio para Equipamentos e Maquinários é responsável por atender exclusivamente os profissionais que buscam por inovações em seu negócio. Saiba mais!

05/2022

Como saber se a empresa de consórcio é confiável?

Neste artigo, nós trouxemos as melhores dicas para você saber identificar se a empresa de consórcio é confiável para você investir sem dores de cabeça!

03/2022

5 carros com o melhor custo x benefício no Brasil

Você sabe quais são os 5 Carros com Melhor Custo Benefício no Brasil? Acesse!

O que você sabe sobre comportamento financeiro?

O que você sabe sobre comportamento financeiro?

Analisar seu comportamento financeiro é algo de extremamente importante para organizar e ter mais rendimento, evitando maiores "perrengues".

Em contraste com as teorias financeiras tradicionais, as finanças comportamentais afirmam que as decisões financeiras tomadas por um investidor são influenciadas por preconceitos pessoais e influências psicológicas. Nesse sentido, o comportamento financeiro dos investidores impacta nas inconsistências do mercado, principalmente nas bolsas de valores. 

Subida ou queda repentina de preços, bolhas de mercado, etc. podem ser atribuídas ao comportamento financeiro do investidor. Mas, como você pode definir o comportamento financeiro? Entenda!

O que você sabe sobre comportamento financeiro?

O que é Comportamento Financeiro?

A definição de comportamento financeiro é bastante complexa. A análise do comportamento financeiro ajuda a entender as tendências de preços em vários setores e setores. A hipótese do mercado eficiente assume que o comportamento financeiro dos investidores é racional. Os movimentos de preços dependem das condições do mercado e não são influenciados pelo comportamento financeiro dos investidores.

Por outro lado, as finanças comportamentais assumem que os investidores não são racionais, as decisões de investimento estão sujeitas a vieses psicológicas. Além disso, as finanças comportamentais pressupõem um grau de normalidade e tendências de autocontrole entre os investidores. Os cinco conceitos a seguir cobrem amplamente os conceitos de finanças comportamentais:

1. Contabilidade Mental

A contabilidade mental refere-se à tendência ou inclinação para um propósito específico de investimento. Por exemplo, um investidor avesso ao risco pode desconfiar de investir em fundos agressivos. 

2. Comportamento de manada

A forma de comportamento é quando um investidor imita as decisões de investimento da maioria dos investidores. 

O comportamento de manada leva a altas repentinas nos mercados de ações. Um exemplo deste comportamento é quando uma lenda do mercado de ações compartilha suas dicas sobre o mercado de ações. Sendo um dos traders de ações bem sucedidas, muitos investidores seguem seu caminho, o que tem sido frequentemente testemunhado e é um sinal clássico de comportamento de manada.

3. Lacuna Emocional

Decisões tomadas sob extrema pressão emocional, como medo, ansiedade, etc., se devem a uma lacuna emocional. As emoções tendem a impactar a racionalidade dos investidores. A venda de pânico no advento da pandemia é um exemplo de lacuna emocional.

4. Ancoragem

Ancoragem refere-se ao orçamento. É quando as decisões de investimento são baseadas na liquidez disponível após a consideração de necessidades diversas.

5. Autoatribuição 

Decisões tomadas com base na dependência excessiva do conhecimento do investidor levam à autoatribuição. A objetividade fica em segundo plano e o excesso de confiança na experiência facilita a tomada de decisões. Isso muitas vezes pode levar a perdas ou lucro em alguns casos.

O que são erros e vieses na tomada de decisão? 

A definição de comportamento financeiro é explicada ainda por alguns preconceitos e tendências pessoais em torno das finanças comportamentais:

1. Viés de confirmação 

Os investidores podem facilmente aceitar informações que corroboram com uma noção preconcebida sobre um investimento. A legitimidade de tais informações não é avaliada racionalmente.

2. Viés de recência

Também conhecido como viés experiencial ou de disponibilidade, a experiência passada de um investidor ou o conhecimento de eventos recentes os torna tendenciosos. Por exemplo, após a recessão de 2010, muitos investidores deixaram de investir com o viés da recorrência.

3. Aversão à Perda

Esse fenômeno ocorre quando um investidor se concentra em perdas prováveis ​​em vez de ganhos do mercado. A prioridade está em evitar perdas e não obter lucros. Alguns investidores gostariam de um retorno maior para compensar as perdas, independentemente do grau de risco envolvido.

4. Viés de Deposição

Em linha com a aversão a perdas, os investidores tendem a manter os perdedores e se desfazer de investimentos de alto desempenho. Ganhos de curto prazo tendem a obscurecer o julgamento do investidor sobre a potencial oportunidade de investimento que ele apresenta. Enquanto os investimentos que estão sendo negociados com perdas são mantidos por mais tempo com a esperança de que o preço inicial seja recuperado.

Muitas vezes, os investidores são rápidos em aceitar e apreciar decisões de investimento eficientes, mas relutantes em aceitar seus erros. Assim, o horizonte de investimento é muitas vezes dependente do preço de compra do investimento sem qualquer consideração de fundamentos ou outros atributos.

5. Viés de Familiaridade

Os investidores têm um certo grau de conforto com empresas nacionais, empresas locais, empresas conhecidas etc., o que influencia sua tomada de decisão. Como resultado, a diversificação para esses investidores é limitada.

Como superar problemas de comportamento financeiro?   

Para os investidores, existem métodos para mitigar tendências adversas de comportamento financeiro. Estes incluem:

Decisões Reflexivas sobre comportamento financeiro

A tomada de decisão pode ser reflexiva ou reflexiva. No entanto, a tomada de decisão reflexiva é intuitiva e arraigada por padrão. É afetado por emoções e carece de racionalidade. Por outro lado, a abordagem reflexiva é objetiva e analítica e pode envolver mais esforço e foco no processo. É essencial focar no processo do que no resultado.

Planejamento e execução adequados 

As finanças comportamentais enfatizam o planejamento adequado, a preparação e a execução oportuna. A tomada de decisão precipitada e não planejada tende a ter repercussões de longo prazo.

Por fim, muitos estudos estabeleceram que os mercados não são completamente eficientes, e o estudo das finanças comportamentais é imperativo para entender as irregularidades do mercado e prever tendências futuras. Ao pesquisar os vieses psicológicos dos investidores, as finanças comportamentais fornecem um padrão para os movimentos do mercado e promovem a tomada de decisão eficaz. 

Embora seja um assunto bastante complexo, é fundamental refletir finanças para fechar bons negócios. 

O UP te oferece as melhores condições do mercado para que você possa fazer seu investimento de forma simples e segura. Faça sua simulação aqui no UP Consórcios e comprove, e de aquele UP.

Últimas Postagens

Tabela de consórcio: o que é e como funciona?

A tabela de consórcio é um documento que contém todas as informações sobre valores de união. Essa é uma informação básica e você deve ficar atento a ela!

Consórcio de Van para quem quer empreender

Já pensou em um consórcio de van para abrir seu próprio negócio? Nos acompanhe na leitura e veja os benefícios deste investimento. Boa leitura!

Rendimento melhor que poupança

Quer investir seu dinheiro, mas em algo com um rendimento melhor que poupança? Nos acompanhe na leitura que preparamos e descubra as vantagens do consórcio.

Invista em Consorcios no pós pandemia

Invista em consórcio! Confira, neste artigo, os benefícios desta modalidade de investimento, mesmo em meio a crise deixada pela pandemia. Saiba mais!

No UP Consórcios o que importa é a experiência do cliente

Tornar a experiência do cliente positiva não é tarefa fácil. Muitas vezes envolve uma mudança de perspectiva, estratégia, cultura e liderança da empresa.

Meu Consórcio Digital é UP!

Sabe aquela satisfação em afirmar "meu consórcio é UP"? Se você não sabe, é porque ainda não contratou nossos serviços. Leia e saiba como funciona!
Facebook - UP Consórcios - O Melhor Consórcio de Automóveis
Instagram - UP Consórcios - O Melhor Consórcio de Automóveis
Twitter - UP Consórcios - O Melhor Consórcio de Automóveis
Linkedin - UP Consórcios - O Melhor Consórcio de Automóveis
Youtube - UP Consórcios - O Melhor Consórcio de Automóveis
Deezer - UP Consórcios - O Melhor Consórcio de Automóveis
Spotify - UP Consórcios - O Melhor Consórcio de Automóveis