10/2019

4 dicas para fazer planejamento financeiro

É fundamental fazer o seu planejamento financeiro para programar seus objetivos e ter uma vida confortável. Saiba como mudar os hábitos e rever seus conceitos.

O planejamento financeiro é tão importante, que deveria ser ensinado já no período escolar.

Não importa o quanto você ganha. Se guardar dinheiro é algo extremamente difícil para você, talvez seja hora de rever seus conceitos e começar o quanto antes o seu planejamento financeiro.

Não é uma tarefa fácil. É preciso fazer autocrítica, saber com o que está gastando demais e se conter, para não extrapolar e colocar tudo a perder.

A seguir, apresentamos algumas dicas para que você possa dar início a um planejamento financeiro efetivo.

Separe receitas e despesas

É importante distinguir os gastos que você faz mensalmente. A melhor forma de controle é criar uma planilha, discriminando tudo que entra e sai da sua conta corrente.

Existem modelos prontos na internet, que são fáceis de encontrar. Para que o uso da planilha faça parte da sua rotina, insira todos os seus gastos. Você pode fazer isso olhando o seu extrato bancário.

Se quiser verificar as categorias que mais comprometem o seu orçamento, pode contar com aplicativos que possuem essa função, como Guiabolso e Organizze.

Defina um ou mais objetivos

A partir do momento que você tem noção do quanto gasta, é preciso definir alguns objetivos. 

Viu um tênis legal enquanto passeava e não se contém em comprá-lo? Quando se tem um objetivo definido, acionamos uma espécie de freio automático. Será que essa compra vai adiar meu objetivo de fazer um curso intensivo de inglês, por exemplo? 

Quando se tem objetivos definidos, a decisão de gastar ou não se torna mais responsável. 

Se uma das metas for guardar mais dinheiro, converse com o seu gerente do banco para opções mais vantajosas de reserva, em vez de depender da poupança.

Envolva a família nas decisões financeiras

A família precisa estar envolvida nas decisões financeiras. Não adianta nada você se esforçar para guardar dinheiro, enquanto seu marido ou seus filhos não se conscientizam dos gastos. No fim, isso pode acabar resultando em uma experiência frustrante.

Converse sobre dinheiro em casa. Se tiver filhos, pense na possibilidade de dar mesada. É a melhor forma de fazê-los ter ciência do verdadeiro valor do dinheiro.

Use o dinheiro de forma inteligente

A partir do momento em que todas as pessoas de casa conversam sobre dinheiro e conseguem guardar um bom valor mensalmente, pode-se dizer que estão dotados de inteligência financeira.

Isso leva a decisões mais bem pensadas e tira o peso de encarar todo gasto como uma espécie de culpa. 

É importante passear, curtir e viajar com a família. Por outro lado, também é importante ter um fundo de reserva para emergências e conquistar objetivos importantes, seja a compra de um carro, uma casa ou fazer aquela pós-graduação fora do país que sempre desejou.

O planejamento financeiro permite realizações importantes, porque compreende que os gastos devem ser aplicados naquilo que dá valor a nossas vidas.

Em uma etapa mais adiante, esse discernimento permite considerar aplicações que ajudam a rentabilizar ainda mais o seu dinheiro. 

O importante é ter em mente que, sim, é possível fazer um planejamento financeiro de longo prazo e ter uma vida confortável. Para saber mais sobre educação financeira, baixe o nosso e-book.


Simule seu consórcio agora mesmo!

Simule agora

Outras matérias relacionadas

10/2019

5 carros com o melhor custo x benefício no Brasil

Observe os gastos em comparação à performance antes de compra um carro.

10/2019

Assembleia de consórcio: para que serve?

As assembleias realizam o sorteio das cotas, além da contemplação via lance.

10/2019

5 carros com o melhor custo x benefício no Brasil

Observe os gastos em comparação à performance antes de compra um carro.

4 dicas para fazer planejamento financeiro

4 dicas para fazer planejamento financeiro

O planejamento financeiro é tão importante, que deveria ser ensinado já no período escolar.

Não importa o quanto você ganha. Se guardar dinheiro é algo extremamente difícil para você, talvez seja hora de rever seus conceitos e começar o quanto antes o seu planejamento financeiro.

Não é uma tarefa fácil. É preciso fazer autocrítica, saber com o que está gastando demais e se conter, para não extrapolar e colocar tudo a perder.

A seguir, apresentamos algumas dicas para que você possa dar início a um planejamento financeiro efetivo.

Separe receitas e despesas

É importante distinguir os gastos que você faz mensalmente. A melhor forma de controle é criar uma planilha, discriminando tudo que entra e sai da sua conta corrente.

Existem modelos prontos na internet, que são fáceis de encontrar. Para que o uso da planilha faça parte da sua rotina, insira todos os seus gastos. Você pode fazer isso olhando o seu extrato bancário.

Se quiser verificar as categorias que mais comprometem o seu orçamento, pode contar com aplicativos que possuem essa função, como Guiabolso e Organizze.

Defina um ou mais objetivos

A partir do momento que você tem noção do quanto gasta, é preciso definir alguns objetivos. 

Viu um tênis legal enquanto passeava e não se contém em comprá-lo? Quando se tem um objetivo definido, acionamos uma espécie de freio automático. Será que essa compra vai adiar meu objetivo de fazer um curso intensivo de inglês, por exemplo? 

Quando se tem objetivos definidos, a decisão de gastar ou não se torna mais responsável. 

Se uma das metas for guardar mais dinheiro, converse com o seu gerente do banco para opções mais vantajosas de reserva, em vez de depender da poupança.

Envolva a família nas decisões financeiras

A família precisa estar envolvida nas decisões financeiras. Não adianta nada você se esforçar para guardar dinheiro, enquanto seu marido ou seus filhos não se conscientizam dos gastos. No fim, isso pode acabar resultando em uma experiência frustrante.

Converse sobre dinheiro em casa. Se tiver filhos, pense na possibilidade de dar mesada. É a melhor forma de fazê-los ter ciência do verdadeiro valor do dinheiro.

Use o dinheiro de forma inteligente

A partir do momento em que todas as pessoas de casa conversam sobre dinheiro e conseguem guardar um bom valor mensalmente, pode-se dizer que estão dotados de inteligência financeira.

Isso leva a decisões mais bem pensadas e tira o peso de encarar todo gasto como uma espécie de culpa. 

É importante passear, curtir e viajar com a família. Por outro lado, também é importante ter um fundo de reserva para emergências e conquistar objetivos importantes, seja a compra de um carro, uma casa ou fazer aquela pós-graduação fora do país que sempre desejou.

O planejamento financeiro permite realizações importantes, porque compreende que os gastos devem ser aplicados naquilo que dá valor a nossas vidas.

Em uma etapa mais adiante, esse discernimento permite considerar aplicações que ajudam a rentabilizar ainda mais o seu dinheiro. 

O importante é ter em mente que, sim, é possível fazer um planejamento financeiro de longo prazo e ter uma vida confortável. Para saber mais sobre educação financeira, baixe o nosso e-book.


Últimas Postagens

Entre investir seu dinheiro e adquirir um bem, escolha as duas opções.

Saiba como investir em uma alternativa financeira sem juros e sem taxa de adesão

Descubra como usar seu FGTS no Consórcio de Imóveis

Confira como aproveitar o FGTS na aquisição da sua carta de crédito

Como planejar uma viagem em família?

Confira algumas dicas e planeje-se para viajar tranquilamente com a família

Descubra o Consórcio de Equipamentos

Investir no consórcio é a melhor alternativa para quem precisa de equipamentos.

Cinco mitos e verdades sobre consórcio

Confira as incertezas mais comuns em torno do consórcio e tire suas dúvidas.

Serviços mais contratados pelo consórcio

O UP oferece um consórcio que atende todas as demandas solicitadas.
Próximo
1 / 13