Voltar
03/2020

Consórcio é um investimento ou não?

A primeira coisa a ser considerada é que, do ponto de vista financeiro, uma pessoa não é diferente de um negócio. Ou seja, todos temos ativos, sobretudo no mundo moderno: casa, carro, roupas, laptop, além de ações e temos passivos: cartões de crédito, financiamento da casa própria, financiamento de veículos e seguros de vida.

Para determinar o valor ou a riqueza de uma pessoa, como se faz com uma empresa, devemos subtrair os passivos dos ativos. Na medida em que nossos passivos são menores do que os nossos ativos, a nossa riqueza será positiva, caso contrário, como é o que acontece com as empresas, iremos à falência.

O conceito de investimento pessoal torna-se assim muito relevante, pois cada indivíduo deve planejar com antecedência a fonte de riqueza que lhe dará a possibilidade de atingir esses objetivos. Ou seja, é através de investimentos que se consegue aumentar o patrimônio e, consequentemente os rendimentos para servir às necessidades futuras. Diante de tudo isso, aqui neste conteúdo vamos esclarecer se consórcio entra na categoria de investimento ou não. 


Leia também: Por que o Consórcio Digital é uma excelente opção para você que quer investir

Consórcio é um investimento ou não?

Antes de responder essa pergunta. Precisamos falar sobre o que é um investimento financeiro. Trata-se dos ativos que nos permitem aumentar a nossa riqueza. Para tornar isso possível, devemos estabelecer uma estratégia para a criação da riqueza.

Isso significa projetar nossa receita e despesa no futuro e determinar como podemos mantê-las. A partir dessa ação,é possível começar a investir para alcançar nossos objetivos. Para isso, um planejamento financeiro é essencial. 

Qual a importância de investir

Estamos bastante familiarizados com o conceito de trabalhar pelo dinheiro. Investir permite que se vire o jogo, fazendo o dinheiro trabalhar para melhorar a nossa renda. A partir dos juros compostos, por exemplo, é possível ter rentabilidade e usufruir disso.

A consequência é que o seu investimento inicial pode se multiplicar consideravelmente ao longo do tempo. Por exemplo, quando se aplica R$1.000 a uma taxa de juros de 7 por cento compostos por ano, o seu investimento irá crescer para R$7,612.26 após 30 anos.

Alguns investimentos podem cumprir mais de uma finalidade financeira e servir como um recurso de muito valor. Por exemplo, quando se compra um imóvel, pode se produzir um lucro considerável com o recebimento de aluguel ou com a venda dele.

Afinal, o que é um consórcio?

No consórcio um grupo de pessoas com o mesmo objetivo - a compra de uma casa, um carro ou a contratação de um serviço - se reúne, fazendo o pagamento de parcelas mensais. Com o valor arrecadado temos as contemplações, que é o momento em que o dinheiro fica disponível para realização do objetivo. A contemplação acontece por sorteio ou por lance. Os sorteios são geralmente feitos pela loteria federal mas, em alguns casos, por globo esférico em assembléia presencial ou on-line.

Os grupos de consórcio são administrados por empresas que cobram uma taxa de administração para cobrir os custos de gestão. A administradora de consórcio permite a segurança do parcelamento do bem de modo que a soma das parcelas permita que todos no grupo tenham a certeza da realização dos objetivos.

Consórcio pode ser considerado um investimento?

Um consórcio pode ser descrito como uma maneira programada de economizar dinheiro. Uma poupança turbinada. Sendo assim, o consórcio pode ser considerado uma forma de investimento.


Investimento, de acordo com o dicionário:

1.

ato ou efeito de investir(-se).

2.

aplicação de recursos, tempo, esforço etc. a fim de se obter algo.

"seu maior i. tem sido em si próprio e em seu talento"

A partir da definição da palavra, consórcio já é sim um investimento. Na linguagem de educação financeira, definimos investimento como: dinheiro + tempo = investimento.


Diante de tudo isso, consórcio já pode ser considerado investimento. Mas vamos te mostrar que é mais que isso:


Um motorista de táxi pode utilizar o consórcio para alavancar um investimento e, através do pagamento de um consórcio, manter o seu patrimônio atualizado, ou seja, ter um carro novo sempre a sua disposição e assim evitar gastos excessivos com manutenção.

Um empresário que planeja a aquisição de um novo terreno ou novo imóvel para a ampliação de sua empresa pode utilizar do consórcio para conquistar determinado objetivo. Assim como qualquer um pode contratar o consórcio de imóvel e adquirir imóveis com o mesmo aumento seu patrimônio, comercializando os imóveis e ou locando os mesmos com a ideia de um passivo futuro referente aos aluguéis.

Outro ponto a ser destacado é que, historicamente o consórcio tem ajudado milhões de brasileiro a perder o medo de investir e, sem investimento, é mais difícil alcançar os nossos objetivos.

Até aqui entendemos que o consórcio é uma ferramenta para te ajudar a investir. Mas não é só isso. O consórcio por si só pode te trazer rendimentos. O que poucos sabem é que o sistema, de diversas formas pode trazer excelente rentabilidade.


Segue alguns exemplos:


- O cliente que paga até o final sem usufruir da contemplação, tem o valor de crédito atualizado, considerando INCC e IPCA, o que entrega um crédito maior que os valores pagos ao longo do plano.


- A compra de um bom imóvel, sem o pagamento de juros e com poder de compra à vista traz excelentes oportunidades de ganhos. Isso graças ao aluguel de uma sala comercial por exemplo ou mesmo considerando a valorização do imóvel.


- A carta contemplada, porém não utilizada, fica em um fundo de investimento de curto prazo, oferecendo rendimentos mensais. A grande sacada aqui é que o consorciado tem rendimentos sobre o crédito contratado, ou seja, se ele foi contemplado em uma carta de 200 mil, por exemplo, e pagou apenas 40 mil reais, ainda assim os rendimentos são sobre o crédito disponível. Imagine retirar aqueles 40 mil investidos em um fundo, usar como lance em uma carta de 200 mil e passar a receber rendimentos sobre os 200 mil? Ainda acha que consórcio não é investimento?

Fica a dica: Quanto mais jovem você começar o processo investimento, maior os objetivos que podem ser atendidos no futuro.


TESTE DO TEMPO


“João” , a partir dos 25 anos

de idade, guardou R$ 200,00

mensais e parou de contribuir

aos 35 anos, deixando o

dinheiro aplicado até os 65

anos (totalizando 10 anos de

contribuição mensal).


“Vera” iniciou suas

contribuições aos 35 anos

de idade, também com R$

200,00 mensais, e parou

de contribuir aos 65 anos

(contribuindo, portanto,

durante 30 anos).


*Taxa de juros de 1% ao mês.


João R$ 1.629.961,68 - ganho financeiro

R$ 24.000 – contribuições

Total: R$ 1.653.961,68


Vera R$ 626.992,83 - ganho financeiro

R$ 72.000 - 3 X mais contribuições

Total: R$ 698.992,83

UP Consórcios, consórcio digital para suas conquistas

UP Consórcios  surge para desmistificar os questionamentos sobre o modelo tradicional de consórcio e possibilitar uma modalidade de crédito justa e acessível. Trata-se de um consórcio digital feito para você realizar aquilo que sempre esteve em seus planos e criar memórias inesquecíveis. 

Além disso, você pode acompanhar as assembleias on-line, não é perfeito? 

O sorteio do UP Consórcios é feito pela Loteria Federal e determina mensalmente as cotas contempladas nos grupos em andamento. No UP Consórcios  você encontra as menores parcelas do mercado. Simule, compare e compre. Totalmente sem juros, sem taxas de adesão e sem fundo reserva. 

Acredite: somos os únicos a cobrar taxa de administração somente depois da contemplação. 

Com o UP Consórcio você tem acesso a planos de até 40 meses, para consórcio de serviços, 180 meses para imóveis e 80 meses para automóveis. Concretize agora o que sempre quis alcançar. Entre em contato conosco, estamos ansiosos por sua parceria!

Até a próxima!

Simule seu consórcio agora mesmo!

Simule agora

Outras matérias relacionadas

07/2020

Primeiros passos para planejar uma reforma

Planejamento com cuidado é a chave para evitar dores de cabeça. Acompanhe este artigo, temos um passo-a-passo perfeito para você planejar uma reforma!

06/2020

Qual a idade miníma para fazer um consórcio

Veja: Qual a idade miníma para fazer um consórcio, e comece a planejar seus objetivos com o Up Consórcios. Clique e confira as vantagens e benefícios!

03/2020

Cinco mitos e verdades sobre consórcio

Confira as incertezas mais comuns em torno do consórcio e tire suas dúvidas.

Consórcio é um investimento ou não?

Consórcio é um investimento ou não?

Para determinar o valor ou a riqueza de uma pessoa, como se faz com uma empresa, devemos subtrair os passivos dos ativos. Na medida em que nossos passivos são menores do que os nossos ativos, a nossa riqueza será positiva, caso contrário, como é o que acontece com as empresas, iremos à falência.

O conceito de investimento pessoal torna-se assim muito relevante, pois cada indivíduo deve planejar com antecedência a fonte de riqueza que lhe dará a possibilidade de atingir esses objetivos. Ou seja, é através de investimentos que se consegue aumentar o patrimônio e, consequentemente os rendimentos para servir às necessidades futuras. Diante de tudo isso, aqui neste conteúdo vamos esclarecer se consórcio entra na categoria de investimento ou não. 


Leia também: Por que o Consórcio Digital é uma excelente opção para você que quer investir

Consórcio é um investimento ou não?

Antes de responder essa pergunta. Precisamos falar sobre o que é um investimento financeiro. Trata-se dos ativos que nos permitem aumentar a nossa riqueza. Para tornar isso possível, devemos estabelecer uma estratégia para a criação da riqueza.

Isso significa projetar nossa receita e despesa no futuro e determinar como podemos mantê-las. A partir dessa ação,é possível começar a investir para alcançar nossos objetivos. Para isso, um planejamento financeiro é essencial. 

Qual a importância de investir

Estamos bastante familiarizados com o conceito de trabalhar pelo dinheiro. Investir permite que se vire o jogo, fazendo o dinheiro trabalhar para melhorar a nossa renda. A partir dos juros compostos, por exemplo, é possível ter rentabilidade e usufruir disso.

A consequência é que o seu investimento inicial pode se multiplicar consideravelmente ao longo do tempo. Por exemplo, quando se aplica R$1.000 a uma taxa de juros de 7 por cento compostos por ano, o seu investimento irá crescer para R$7,612.26 após 30 anos.

Alguns investimentos podem cumprir mais de uma finalidade financeira e servir como um recurso de muito valor. Por exemplo, quando se compra um imóvel, pode se produzir um lucro considerável com o recebimento de aluguel ou com a venda dele.

Afinal, o que é um consórcio?

No consórcio um grupo de pessoas com o mesmo objetivo - a compra de uma casa, um carro ou a contratação de um serviço - se reúne, fazendo o pagamento de parcelas mensais. Com o valor arrecadado temos as contemplações, que é o momento em que o dinheiro fica disponível para realização do objetivo. A contemplação acontece por sorteio ou por lance. Os sorteios são geralmente feitos pela loteria federal mas, em alguns casos, por globo esférico em assembléia presencial ou on-line.

Os grupos de consórcio são administrados por empresas que cobram uma taxa de administração para cobrir os custos de gestão. A administradora de consórcio permite a segurança do parcelamento do bem de modo que a soma das parcelas permita que todos no grupo tenham a certeza da realização dos objetivos.

Consórcio pode ser considerado um investimento?

Um consórcio pode ser descrito como uma maneira programada de economizar dinheiro. Uma poupança turbinada. Sendo assim, o consórcio pode ser considerado uma forma de investimento.


Investimento, de acordo com o dicionário:

1.

ato ou efeito de investir(-se).

2.

aplicação de recursos, tempo, esforço etc. a fim de se obter algo.

"seu maior i. tem sido em si próprio e em seu talento"

A partir da definição da palavra, consórcio já é sim um investimento. Na linguagem de educação financeira, definimos investimento como: dinheiro + tempo = investimento.


Diante de tudo isso, consórcio já pode ser considerado investimento. Mas vamos te mostrar que é mais que isso:


Um motorista de táxi pode utilizar o consórcio para alavancar um investimento e, através do pagamento de um consórcio, manter o seu patrimônio atualizado, ou seja, ter um carro novo sempre a sua disposição e assim evitar gastos excessivos com manutenção.

Um empresário que planeja a aquisição de um novo terreno ou novo imóvel para a ampliação de sua empresa pode utilizar do consórcio para conquistar determinado objetivo. Assim como qualquer um pode contratar o consórcio de imóvel e adquirir imóveis com o mesmo aumento seu patrimônio, comercializando os imóveis e ou locando os mesmos com a ideia de um passivo futuro referente aos aluguéis.

Outro ponto a ser destacado é que, historicamente o consórcio tem ajudado milhões de brasileiro a perder o medo de investir e, sem investimento, é mais difícil alcançar os nossos objetivos.

Até aqui entendemos que o consórcio é uma ferramenta para te ajudar a investir. Mas não é só isso. O consórcio por si só pode te trazer rendimentos. O que poucos sabem é que o sistema, de diversas formas pode trazer excelente rentabilidade.


Segue alguns exemplos:


- O cliente que paga até o final sem usufruir da contemplação, tem o valor de crédito atualizado, considerando INCC e IPCA, o que entrega um crédito maior que os valores pagos ao longo do plano.


- A compra de um bom imóvel, sem o pagamento de juros e com poder de compra à vista traz excelentes oportunidades de ganhos. Isso graças ao aluguel de uma sala comercial por exemplo ou mesmo considerando a valorização do imóvel.


- A carta contemplada, porém não utilizada, fica em um fundo de investimento de curto prazo, oferecendo rendimentos mensais. A grande sacada aqui é que o consorciado tem rendimentos sobre o crédito contratado, ou seja, se ele foi contemplado em uma carta de 200 mil, por exemplo, e pagou apenas 40 mil reais, ainda assim os rendimentos são sobre o crédito disponível. Imagine retirar aqueles 40 mil investidos em um fundo, usar como lance em uma carta de 200 mil e passar a receber rendimentos sobre os 200 mil? Ainda acha que consórcio não é investimento?

Fica a dica: Quanto mais jovem você começar o processo investimento, maior os objetivos que podem ser atendidos no futuro.


TESTE DO TEMPO


“João” , a partir dos 25 anos

de idade, guardou R$ 200,00

mensais e parou de contribuir

aos 35 anos, deixando o

dinheiro aplicado até os 65

anos (totalizando 10 anos de

contribuição mensal).


“Vera” iniciou suas

contribuições aos 35 anos

de idade, também com R$

200,00 mensais, e parou

de contribuir aos 65 anos

(contribuindo, portanto,

durante 30 anos).


*Taxa de juros de 1% ao mês.


João R$ 1.629.961,68 - ganho financeiro

R$ 24.000 – contribuições

Total: R$ 1.653.961,68


Vera R$ 626.992,83 - ganho financeiro

R$ 72.000 - 3 X mais contribuições

Total: R$ 698.992,83

UP Consórcios, consórcio digital para suas conquistas

UP Consórcios  surge para desmistificar os questionamentos sobre o modelo tradicional de consórcio e possibilitar uma modalidade de crédito justa e acessível. Trata-se de um consórcio digital feito para você realizar aquilo que sempre esteve em seus planos e criar memórias inesquecíveis. 

Além disso, você pode acompanhar as assembleias on-line, não é perfeito? 

O sorteio do UP Consórcios é feito pela Loteria Federal e determina mensalmente as cotas contempladas nos grupos em andamento. No UP Consórcios  você encontra as menores parcelas do mercado. Simule, compare e compre. Totalmente sem juros, sem taxas de adesão e sem fundo reserva. 

Acredite: somos os únicos a cobrar taxa de administração somente depois da contemplação. 

Com o UP Consórcio você tem acesso a planos de até 40 meses, para consórcio de serviços, 180 meses para imóveis e 80 meses para automóveis. Concretize agora o que sempre quis alcançar. Entre em contato conosco, estamos ansiosos por sua parceria!

Até a próxima!

Últimas Postagens

Primeiros passos para planejar uma reforma

Planejamento com cuidado é a chave para evitar dores de cabeça. Acompanhe este artigo, temos um passo-a-passo perfeito para você planejar uma reforma!

3 sinais de que está na hora de trocar de carro

Como tudo na vida ao fim, chega uma hora que não adianta mais prorrogar: é necessário trocar de carro. Acesse nossa postagem e saiba mais!

Quais as principais tendências de decoração? Apê/Casa

Existe algo muito vantajoso em acompanhar as principais tendências de decoração, como dar sentido às inovações em seus projetos. Acesse e saiba mais!

Dicas para Comprar Apartamento na Planta com Consórcio

Comprar apartamento é um dos objetivos de muitas pessoas. Acompanhe neste conteúdo dicas para comprar apartamento na planta com consórcio!

5 Hábitos da Quarentena que podem continuar após a Pandemia

Os meses passam e a quarentena no Brasil não tem previsão de término. Acesse e confira 5 Hábitos da Quarentena que podem continuar após a Pandemia!

Planejamento Financeiro: Quanto custa a sua hora?

Se você ainda não está por dentro da importância do planejamento financeiro, saiba que esta ferramenta é crucial para alcançar objetivos. Saiba mais!
Próximo
1 / 37