WhatsUP - UP Consórcios
07/2021

O consórcio de imóveis está batendo recorde em adesões, entenda porquê

O consórcio de imóveis é um excelente tipo de investimento, principalmente por se tratar de uma modalidade segura e livre de burocracias. Alguns dos principais benefícios de entrar no consórcio, são:

  • Não há altas taxas de juros e nem cobrança de entrada;
  • Existem chances de contemplação em sorteios mensais;
  • Permite maior planejamento financeiro;
  • Possibilita flexibilização para o uso de crédito. 

Para quem quer comprar a casa própria, mas encontra o desafio de não ter recursos suficientes para fazer o pagamento à vista, há duas opções: consórcio ou financiamento de imóveis. No entanto, o consórcio tem se destacado por suas vantagens! Entenda as razões para esta modalidade ser a melhor opção de compra do momento! 

Por que o Consórcio de Imóveis está batendo recorde de adesões?

Investimento com segurança!

Uma coisa é fato, muitas vezes, há dificuldades para obter créditos em instituições financeiras. Esse cenário, somado às altas nos juros e inflação, impulsionam o aumento na comercialização de cotas de consórcio

O cenário econômico favorece a tendência do consórcio, pois ele é mais democrático e torna possível que você adquira um imóvel, terreno, compre um carro ou contrate um serviço, sem perder dinheiro! Afinal, o poder de compra do investidor é mantido, uma vez que o valor da carta de crédito é reajustada todos os anos.

O índice de reajuste segue o que foi combinado no contrato e serve de base para as atualizações. Ou seja, enquanto o investidor não for contemplado, ele poderá ficar tranquilo, pois saberá que o seu poder de compra está garantido.

Custos de financiamento

O financiamento de um bem ou serviço, na prática, significa que você irá fazer o pagamento dividindo-o em parcelas. No entanto, para isso, uma instituição financeira, normalmente bancária, fornece um valor em crédito ao consumidor com o qual ele consegue comprar determinado produto. Contudo, essa instituição receberá o valor de volta pago em uma quantidade de vezes prévias firmadas em contrato, sempre cobrando uma taxa de juros e IOF (Imposto sobre Operações Financeiras) sobre o valor original. 

Por essa e outras, com o financiamento como meio de compra, os consumidores acabam pagando mais do que o valor do bem.

Consórcio é um investimento seguro!

O consórcio, assim como o financiamento, é uma forma de compra parcelada, porém não envolve custos com altas taxas de juros e IOF. Nesta modalidade de compra, é cobrada somente uma taxa de administração, contudo, os valores são menores do que os do financiamento. Os grupos formados por consorciados funcionam como um autofinanciamento em conjunto, em que pessoas interessadas em adquirir um mesmo tipo de bem ou serviço poupam em grupo. No consórcio, os prazos para pagamento podem ser maiores do que as oferecidas no financiamento (até 60 meses) e as parcelas podem ser de valores mais acessíveis. 

O consórcio é mais flexível!

No geral, uma coisa detestável é um processo burocrático. Tô mentindo?!

Com o consórcio não existe isso. Não há burocracia no momento da adesão. Durante o período de consórcio, ele poderá até trocar de carta de crédito: caso sinta que as parcelas pesam demais em seu orçamento, a opção é uma carta de crédito mais barata. Podendo até vendê-la para outro consorciado ou pessoa interessada.

Após ser contemplado, ele poderá escolher o bem que quiser dentro da categoria do grupo escolhido (imóvel ou veículo), optar por um modelo mais barato ou mais caro (completando a diferença); ou, outra opção, comprar outro tipo de veículo no lugar de um carro. Da mesma maneira, com o consórcio de imóvel: poderá comprar casa, apartamento, terreno ou chácara, em qualquer local que escolher. 

o-consorcio-de-imoveis-esta-batendo-recorde-em-adesoes-entenda-porque

Posso usar o FGTS no Consórcio de Imóveis? 

Sim!!! O consórcio é uma opção para todas as pessoas que querem adquirir um bem sem comprometer as finanças. Realmente, os benefícios do consórcio parecem ser de outro mundo, em meio a tudo que já foi dito, é possível utilizar o FGTS para pagar o consórcio de imóveis. Confira como isso é possível: 

1. Ofertar lance

É possível que o consorciado possa utilizar até 100% do saldo de sua conta do FGTS para ofertar um lance. No entanto, é essencial que ele apresente seu extrato do FGTS à administradora do consórcio.

2. Complementação da carta de crédito

Ao ser contemplado no consórcio por meio da carta de crédito de imóvel, o consorciado pode utilizar o FGTS para complementar a carta de crédito e assim adquirir o imóvel desejado, seja ele construído ou em construção. 

Por exemplo: se um participante do consórcio tiver uma cota de carta de crédito no valor de R$150mil e desejar adquirir um imóvel no valor de R$200 mil, é possível utilizar R$50mil da conta do FGTS para complementar o crédito.

Importante: seja na oferta de lance, ou na complementação do crédito, o FGTS será liberado diretamente ao vendedor do imóvel. Se o imóvel estiver concluído, ou seja, pronto para morar, a liberação ocorre após a entrega do contrato/escritura de compra e venda devidamente registrado no Cartório de Registro Imobiliário. Por outro lado, se o imóvel está em construção, a conclusão do repasse dos recursos irá depender da comprovação de que a obra foi concluída

3. Amortização ou liquidação de saldo devedor

Outra opção do FGTS no consórcio é a amortização (abater) parte do saldo devedor ou liquidação de toda a dívida. Contudo, o consorciado deve ter sido contemplado e adquirido o imóvel

Já que uma imagem vale mais que mil palavras (ok vai, em algumas situações), vamos a um exemplo: 

  • Se um consorciado tiver um saldo devedor de R$60 mil e R$40 mil do FGTS, poderá usar tal quantia para amortizar a dívida, assim, o saldo devedor será de R$20mil. Por outro lado, se tiver os R$60mil no FGTS, será possível liquidar todo o débito de uma vez.

Uma coisa é certa, o FGTS pode ser utilizado tanto para amortizar ou quitar o saldo devedor de uma ou mais cotas utilizadas na aquisição de um único imóvel. No caso de amortização, as prestações do consórcio devem estar em dia na data da utilização. Se tratando da liquidação de todo o saldo, está liberado ter parcela do consórcio em atraso.

4. Pagamento de parte das prestações do consórcio

Com o FGTS é possível abater até 80% do valor total da parcela, acrescido das penalidades pela inadimplência. A quantidade de prestações vencidas (até duas, consecutivas ou não), acrescidas da quantidade de prestações vincendas (ou seja, prestes a vencer), não pode superar 12 prestações. Ou seja, só é possível abater parte das prestações após o uso do crédito. Outras condições para usar o FGTS no consórcio de imóveis: 

  • três anos trabalhando sob regime CLT;
  • ser o titular da cota de consórcio sobre qual recurso será usado;
  • não ter financiamento ativo em torno do Sistema Financeiro de Habilitação (STF). 

Com o consórcio, você pode parcelar o valor total do bem, com um valor de parcela que esteja adequado às suas possibilidades financeiras e sem pagar nada de juros por isso. No UP Consórcios você encontra as menores parcelas do mercado. Simule, compare e compre.




Outras matérias relacionadas

07/2021

Crise econômica: como lidar com a perda de renda

Faltou grana nesses últimos meses? A gente te ajuda a lidar com a crise econômica.

07/2021

Tendências de investimento com consórcio: segurança de compra

Preparamos este artigo para você ficar por dentro das tendências de investimento com consórcio. Com consórcio você tem segurança de compra!

07/2021

Você sabia que pode fazer um Consórcio de Viagem?

Você sabia que conhecer um lugar novo, fazer intercâmbio ou tirar férias em família pode ser mais fácil do que você imagina? Conheça o UP Consórcio de Viagem!

O consórcio de imóveis está batendo recorde em adesões, entenda porquê

O consórcio de imóveis está batendo recorde em adesões, entenda porquê

O consórcio de imóveis é um excelente tipo de investimento, principalmente por se tratar de uma modalidade segura e livre de burocracias. Alguns dos principais benefícios de entrar no consórcio, são:

  • Não há altas taxas de juros e nem cobrança de entrada;
  • Existem chances de contemplação em sorteios mensais;
  • Permite maior planejamento financeiro;
  • Possibilita flexibilização para o uso de crédito. 

Para quem quer comprar a casa própria, mas encontra o desafio de não ter recursos suficientes para fazer o pagamento à vista, há duas opções: consórcio ou financiamento de imóveis. No entanto, o consórcio tem se destacado por suas vantagens! Entenda as razões para esta modalidade ser a melhor opção de compra do momento! 

Por que o Consórcio de Imóveis está batendo recorde de adesões?

Investimento com segurança!

Uma coisa é fato, muitas vezes, há dificuldades para obter créditos em instituições financeiras. Esse cenário, somado às altas nos juros e inflação, impulsionam o aumento na comercialização de cotas de consórcio

O cenário econômico favorece a tendência do consórcio, pois ele é mais democrático e torna possível que você adquira um imóvel, terreno, compre um carro ou contrate um serviço, sem perder dinheiro! Afinal, o poder de compra do investidor é mantido, uma vez que o valor da carta de crédito é reajustada todos os anos.

O índice de reajuste segue o que foi combinado no contrato e serve de base para as atualizações. Ou seja, enquanto o investidor não for contemplado, ele poderá ficar tranquilo, pois saberá que o seu poder de compra está garantido.

Custos de financiamento

O financiamento de um bem ou serviço, na prática, significa que você irá fazer o pagamento dividindo-o em parcelas. No entanto, para isso, uma instituição financeira, normalmente bancária, fornece um valor em crédito ao consumidor com o qual ele consegue comprar determinado produto. Contudo, essa instituição receberá o valor de volta pago em uma quantidade de vezes prévias firmadas em contrato, sempre cobrando uma taxa de juros e IOF (Imposto sobre Operações Financeiras) sobre o valor original. 

Por essa e outras, com o financiamento como meio de compra, os consumidores acabam pagando mais do que o valor do bem.

Consórcio é um investimento seguro!

O consórcio, assim como o financiamento, é uma forma de compra parcelada, porém não envolve custos com altas taxas de juros e IOF. Nesta modalidade de compra, é cobrada somente uma taxa de administração, contudo, os valores são menores do que os do financiamento. Os grupos formados por consorciados funcionam como um autofinanciamento em conjunto, em que pessoas interessadas em adquirir um mesmo tipo de bem ou serviço poupam em grupo. No consórcio, os prazos para pagamento podem ser maiores do que as oferecidas no financiamento (até 60 meses) e as parcelas podem ser de valores mais acessíveis. 

O consórcio é mais flexível!

No geral, uma coisa detestável é um processo burocrático. Tô mentindo?!

Com o consórcio não existe isso. Não há burocracia no momento da adesão. Durante o período de consórcio, ele poderá até trocar de carta de crédito: caso sinta que as parcelas pesam demais em seu orçamento, a opção é uma carta de crédito mais barata. Podendo até vendê-la para outro consorciado ou pessoa interessada.

Após ser contemplado, ele poderá escolher o bem que quiser dentro da categoria do grupo escolhido (imóvel ou veículo), optar por um modelo mais barato ou mais caro (completando a diferença); ou, outra opção, comprar outro tipo de veículo no lugar de um carro. Da mesma maneira, com o consórcio de imóvel: poderá comprar casa, apartamento, terreno ou chácara, em qualquer local que escolher. 

o-consorcio-de-imoveis-esta-batendo-recorde-em-adesoes-entenda-porque

Posso usar o FGTS no Consórcio de Imóveis? 

Sim!!! O consórcio é uma opção para todas as pessoas que querem adquirir um bem sem comprometer as finanças. Realmente, os benefícios do consórcio parecem ser de outro mundo, em meio a tudo que já foi dito, é possível utilizar o FGTS para pagar o consórcio de imóveis. Confira como isso é possível: 

1. Ofertar lance

É possível que o consorciado possa utilizar até 100% do saldo de sua conta do FGTS para ofertar um lance. No entanto, é essencial que ele apresente seu extrato do FGTS à administradora do consórcio.

2. Complementação da carta de crédito

Ao ser contemplado no consórcio por meio da carta de crédito de imóvel, o consorciado pode utilizar o FGTS para complementar a carta de crédito e assim adquirir o imóvel desejado, seja ele construído ou em construção. 

Por exemplo: se um participante do consórcio tiver uma cota de carta de crédito no valor de R$150mil e desejar adquirir um imóvel no valor de R$200 mil, é possível utilizar R$50mil da conta do FGTS para complementar o crédito.

Importante: seja na oferta de lance, ou na complementação do crédito, o FGTS será liberado diretamente ao vendedor do imóvel. Se o imóvel estiver concluído, ou seja, pronto para morar, a liberação ocorre após a entrega do contrato/escritura de compra e venda devidamente registrado no Cartório de Registro Imobiliário. Por outro lado, se o imóvel está em construção, a conclusão do repasse dos recursos irá depender da comprovação de que a obra foi concluída

3. Amortização ou liquidação de saldo devedor

Outra opção do FGTS no consórcio é a amortização (abater) parte do saldo devedor ou liquidação de toda a dívida. Contudo, o consorciado deve ter sido contemplado e adquirido o imóvel

Já que uma imagem vale mais que mil palavras (ok vai, em algumas situações), vamos a um exemplo: 

  • Se um consorciado tiver um saldo devedor de R$60 mil e R$40 mil do FGTS, poderá usar tal quantia para amortizar a dívida, assim, o saldo devedor será de R$20mil. Por outro lado, se tiver os R$60mil no FGTS, será possível liquidar todo o débito de uma vez.

Uma coisa é certa, o FGTS pode ser utilizado tanto para amortizar ou quitar o saldo devedor de uma ou mais cotas utilizadas na aquisição de um único imóvel. No caso de amortização, as prestações do consórcio devem estar em dia na data da utilização. Se tratando da liquidação de todo o saldo, está liberado ter parcela do consórcio em atraso.

4. Pagamento de parte das prestações do consórcio

Com o FGTS é possível abater até 80% do valor total da parcela, acrescido das penalidades pela inadimplência. A quantidade de prestações vencidas (até duas, consecutivas ou não), acrescidas da quantidade de prestações vincendas (ou seja, prestes a vencer), não pode superar 12 prestações. Ou seja, só é possível abater parte das prestações após o uso do crédito. Outras condições para usar o FGTS no consórcio de imóveis: 

  • três anos trabalhando sob regime CLT;
  • ser o titular da cota de consórcio sobre qual recurso será usado;
  • não ter financiamento ativo em torno do Sistema Financeiro de Habilitação (STF). 

Com o consórcio, você pode parcelar o valor total do bem, com um valor de parcela que esteja adequado às suas possibilidades financeiras e sem pagar nada de juros por isso. No UP Consórcios você encontra as menores parcelas do mercado. Simule, compare e compre.




Últimas Postagens

Apartamento com varanda gourmet: dicas de decoração

Além das vantagens por si só, um apartamento com varanda gourmet pode ser ainda mais otimizado. Neste artigo te daremos algumas dicas de decoração.

Quais são os tipos de consórcio para abrir um negócio?

O consórcio para abrir um negócio é uma excelente alternativa para quem está pensando e em concretizar novos planos! Podemos te ajudar no processo.

Quanto custa um apartamento no Consórcio?

Você sabe quanto custa um apartamento no consórcio? O sistema de consórcios oferece planos e vantagens exclusivas para você programar a sua compra. Confira!

5 razões para comprar apartamento de luxo como investimento

Comprar um apartamento de luxo é equivalente a comprar uma fatia valiosa da cidade. Quer saber como fazer para ter um apartamento como investimento? Confira!

Financiamento de caminhão é uma boa escolha?

Além disso, os trâmites para financiamento de caminhão são complexos, haja burocracia…Neste artigo te explicamos o porquê e a solução para isso.

Financiamento de carro: qual a melhor modalidade de compra?

Muitos consumidores costumam ficar em dúvida sobre qual opção escolher: financiamento de carro ou consórcio? Calma que estamos aqui para te ajudar na escolha.
Facebook - UP Consórcios
Instagram - UP Consórcios
Twitter - UP Consórcios
Linkedin - UP Consórcios
Youtube - UP Consórcios
Deezer - UP Consórcios
Spotify - UP Consórcios