WhatsUP - UP Consórcios
07/2021

Principais cuidados com o sol após cirurgia plástica

De acordo com dados da Sociedade Internacional de Cirurgia Plástica Estética, o Brasil lidera o segundo lugar no ranking de países que mais fazem cirurgias plásticas no mundo, ficando atrás apenas dos Estados Unidos. 

No entanto, fato é que, quando se passa por um processo cirúrgico desta ordem, uma das principais dúvidas é em relação às restrições de exposição solar no pós-operatório.

A preocupação não é por menos, sabe-se que o sol pode levar ao escurecimento das cicatrizes e da pele, podendo tornar qualquer recuperação cirúrgica traumatizante. Além disso, a exposição solar após uma cirurgia estética pode causar mais inchaço e latejamento devido a consequente vasodilatação sanguínea. 

Continue lendo este conteúdo e saiba a importância em evitar a exposição solar após a cirurgia plástica! 

Principais cuidados com o sol após a cirurgia plástica

Nossa biologia é perfeita. A pele apresenta diversos tipos de células, em que uma delas é o melanócito, responsável pela produção do pigmento (melanina). Diante disso, indivíduos com a pele muito clara apresentam menos melanócitos, se comparados às pessoas com a pele mais escura. 

Para esse grupo, qualquer estímulo traumático por menor que seja sobre a pele, como se expor ao sol para bronzeamento, por exemplo,  é capaz de ativar os melanócitos, aumentando a produção de melanina e alterando a configuração da pele no local para um tom mais escuro.

principais-cuidados-com-o-sol-apos-cirurgia-plastica

Tempo para evitar o sol

Após a cirurgia, logo nos primeiros três meses após o procedimento estético, a produção da melanina é mais intensa e nesse período o paciente precisa manter um cuidado excepcional para evitar dores de cabeça. 

Cada intervenção cirúrgica tem o seu tempo de recuperação, por conta disso, é fundamental conversar sobre o pós operatório com o seu médico na consulta pré-operatória. O período mínimo ideal recomendado para evitar completamente a exposição solar é de 30 dias. 

Observe seu corpo e respeite suas limitações. Nas primeiras semanas após a cirurgia plástica, enquanto ao redor da incisão cirúrgica estiver inchado e com hematomas, não é recomendado que você se exponha ao sol nem com protetor ou coberto com roupa.

Somente após desinchar, será possível tomar sol. Contudo, o ideal é não tomar sol direto na cicatriz até ela amadurecer, que acontece quando ela passa de vermelha para branca. Isso varia de acordo com o organismo de cada pessoa e pode levar de 1 até 2 anos. 

Nas demais situações, cubra a cicatriz com protetor solar e a roupa por cima.

Quando posso ver o Resultado Final da Cicatriz?

O resultado final da sua cicatriz de cirurgia plástica dependerá de diversos fatores, além dos cuidados com a exposição solar:

  •  Condições patológicas associadas (diabete, infecções, anemias, alergias, carência de certas vitaminas/proteínas);
  •  Hábitos sociais (tabagismo, etilismo);
  • Predisposição genética;
  • Reações aos fios cirúrgicos;
  • Uso de medicamentos (AAS, corticóides);
  • Entre outros.

Importante: o uso de filtro solar é uma recomendação profissional durante todas as épocas do ano e sempre que possível as cicatrizes devem ser cobertas para evitar a incidência direta do sol. Vale ressaltar: utilizar protetor solar com FPS 60 nas áreas operadas é sempre recomendado.

Além disso, deve-se ter cuidado com os banhos de piscina e mar, de modo a evitar uma possível contaminação das incisões cirúrgicas. Por isso, enquanto as incisões não estiverem bem cicatrizadas, não é recomendado banhos de imersão.

No caso de cirurgias maiores, como na lipoaspiração, a desidratação é um fator importante para ser prevenido. É fundamental ingerir mais de três litros de água por dia nos primeiros dias, evitando a hipotensão, que pode ser potencializada pelo calor excessivo.

Quero fazer cirurgia plástica, quanto vou pagar?

Certamente  tudo dependerá do tipo de cirurgia plástica que será feita. Cada procedimento tem um valor, por isso é importante, primeiramente, pesquisar bastante. 

Para investir em uma cirurgia plástica é possível optar pelo consórcio como modalidade de compra. Simule e escolha o melhor plano: é só escolher a categoria de consórcio de serviços quando fizer uma simulação no UP Consórcios

A modalidade aparece no momento da simulação como “Estética”.

Para cirurgia plástica, assim como qualquer outro produto da categoria de serviços (viagens, estudos, reforma, festas e casamento), a carta vai de R$15 mil a R$ 30 mil.

Este valor pode ser dividido em até 20 mensalidades e é você quem decide como fazer o ajuste das parcelas ao seu orçamento.

A vantagem do UP é que não é cobrada a taxa de administração antes da contemplação. Apenas após ter a carta em mãos, este valor, que remunera o UP, passa a ser diluído nas parcelas restantes, com acréscimo de 0.45%.

Não existe outra modalidade de crédito voltada para estética, portanto outra opção para programar um procedimento cirúrgico ou estético é o empréstimo pessoal ou o parcelamento direto na clínica. Os empréstimos têm juros super elevados, ainda maiores que um financiamento. Já o parcelamento na clínica, além de raro, tira qualquer chance de negociar um preço.
Ou seja, a grande vantagem de se planejar através do consórcio de serviços é que com certeza absoluta você irá pagar um valor bem menor, podendo investir em outros procedimentos, como aquela drenagem pós cirúrgica, que aliás também pode ser bancada com a carta de crédito. Sensacional, né?!

Como adquirir a carta de crédito do Consórcio de Cirurgia Plástica?

Você pode escolher qualquer tipo de cirurgia plástica com a sua carta de crédito. Após a contemplação - que pode ser via sorteio ou pelo lance - você precisa apresentar documentações básicas para a liberação da sua carta de crédito.

A carta, entretanto, não é repassada ao consorciado. É preciso indicar a clínica ou o médico especialista, para que o UP faça o repasse direto do valor para quem executa o serviço.

A grande vantagem é que o consórcio de cirurgia plástica dá poder de compra à vista, o que permite negociação no pagamento da cirurgia plástica

Se o valor da sua carta for maior que o preço do serviço, você pode usar o valor que sobrou para quitar as parcelas restantes, ou melhor ainda, usar para a contratação de outro serviço estético, talvez aquele botox! Caso o serviço tenha valor superior à sua carta de crédito, é possível completar o pagamento com os seus próprios recursos.

Faça uma simulação no UP e invista já na sua autoestima com o consórcio de cirurgia plástica!


Outras matérias relacionadas

07/2021

Avaliação de Automóveis: Descubra como é feita e o que é considerado para definir o valor

Você sabe o que é a Avaliação de Automóveis? Acesse esse conteúdo e descubra como é feita e o que é considerado para definir o valor!

08/2021

Benefícios do consórcio para jovens investirem com flexibilidade

A flexibilidade do UP Consórcios é uma das principais vantagens da modalidade. Conheça os benefícios do consórcio para jovens investirem com flexibilidade.

07/2021

Meta de vida: Como morar sozinho e não se atrapalhar com contas?

É chegada a hora de deixar a proteção dos pais para encarar um novo desafio: morar sozinho. Acesse e saiba como morar sozinho e não se atrapalhar com contas!

Principais cuidados com o sol após cirurgia plástica

Principais cuidados com o sol após cirurgia plástica

De acordo com dados da Sociedade Internacional de Cirurgia Plástica Estética, o Brasil lidera o segundo lugar no ranking de países que mais fazem cirurgias plásticas no mundo, ficando atrás apenas dos Estados Unidos. 

No entanto, fato é que, quando se passa por um processo cirúrgico desta ordem, uma das principais dúvidas é em relação às restrições de exposição solar no pós-operatório.

A preocupação não é por menos, sabe-se que o sol pode levar ao escurecimento das cicatrizes e da pele, podendo tornar qualquer recuperação cirúrgica traumatizante. Além disso, a exposição solar após uma cirurgia estética pode causar mais inchaço e latejamento devido a consequente vasodilatação sanguínea. 

Continue lendo este conteúdo e saiba a importância em evitar a exposição solar após a cirurgia plástica! 

Principais cuidados com o sol após a cirurgia plástica

Nossa biologia é perfeita. A pele apresenta diversos tipos de células, em que uma delas é o melanócito, responsável pela produção do pigmento (melanina). Diante disso, indivíduos com a pele muito clara apresentam menos melanócitos, se comparados às pessoas com a pele mais escura. 

Para esse grupo, qualquer estímulo traumático por menor que seja sobre a pele, como se expor ao sol para bronzeamento, por exemplo,  é capaz de ativar os melanócitos, aumentando a produção de melanina e alterando a configuração da pele no local para um tom mais escuro.

principais-cuidados-com-o-sol-apos-cirurgia-plastica

Tempo para evitar o sol

Após a cirurgia, logo nos primeiros três meses após o procedimento estético, a produção da melanina é mais intensa e nesse período o paciente precisa manter um cuidado excepcional para evitar dores de cabeça. 

Cada intervenção cirúrgica tem o seu tempo de recuperação, por conta disso, é fundamental conversar sobre o pós operatório com o seu médico na consulta pré-operatória. O período mínimo ideal recomendado para evitar completamente a exposição solar é de 30 dias. 

Observe seu corpo e respeite suas limitações. Nas primeiras semanas após a cirurgia plástica, enquanto ao redor da incisão cirúrgica estiver inchado e com hematomas, não é recomendado que você se exponha ao sol nem com protetor ou coberto com roupa.

Somente após desinchar, será possível tomar sol. Contudo, o ideal é não tomar sol direto na cicatriz até ela amadurecer, que acontece quando ela passa de vermelha para branca. Isso varia de acordo com o organismo de cada pessoa e pode levar de 1 até 2 anos. 

Nas demais situações, cubra a cicatriz com protetor solar e a roupa por cima.

Quando posso ver o Resultado Final da Cicatriz?

O resultado final da sua cicatriz de cirurgia plástica dependerá de diversos fatores, além dos cuidados com a exposição solar:

  •  Condições patológicas associadas (diabete, infecções, anemias, alergias, carência de certas vitaminas/proteínas);
  •  Hábitos sociais (tabagismo, etilismo);
  • Predisposição genética;
  • Reações aos fios cirúrgicos;
  • Uso de medicamentos (AAS, corticóides);
  • Entre outros.

Importante: o uso de filtro solar é uma recomendação profissional durante todas as épocas do ano e sempre que possível as cicatrizes devem ser cobertas para evitar a incidência direta do sol. Vale ressaltar: utilizar protetor solar com FPS 60 nas áreas operadas é sempre recomendado.

Além disso, deve-se ter cuidado com os banhos de piscina e mar, de modo a evitar uma possível contaminação das incisões cirúrgicas. Por isso, enquanto as incisões não estiverem bem cicatrizadas, não é recomendado banhos de imersão.

No caso de cirurgias maiores, como na lipoaspiração, a desidratação é um fator importante para ser prevenido. É fundamental ingerir mais de três litros de água por dia nos primeiros dias, evitando a hipotensão, que pode ser potencializada pelo calor excessivo.

Quero fazer cirurgia plástica, quanto vou pagar?

Certamente  tudo dependerá do tipo de cirurgia plástica que será feita. Cada procedimento tem um valor, por isso é importante, primeiramente, pesquisar bastante. 

Para investir em uma cirurgia plástica é possível optar pelo consórcio como modalidade de compra. Simule e escolha o melhor plano: é só escolher a categoria de consórcio de serviços quando fizer uma simulação no UP Consórcios

A modalidade aparece no momento da simulação como “Estética”.

Para cirurgia plástica, assim como qualquer outro produto da categoria de serviços (viagens, estudos, reforma, festas e casamento), a carta vai de R$15 mil a R$ 30 mil.

Este valor pode ser dividido em até 20 mensalidades e é você quem decide como fazer o ajuste das parcelas ao seu orçamento.

A vantagem do UP é que não é cobrada a taxa de administração antes da contemplação. Apenas após ter a carta em mãos, este valor, que remunera o UP, passa a ser diluído nas parcelas restantes, com acréscimo de 0.45%.

Não existe outra modalidade de crédito voltada para estética, portanto outra opção para programar um procedimento cirúrgico ou estético é o empréstimo pessoal ou o parcelamento direto na clínica. Os empréstimos têm juros super elevados, ainda maiores que um financiamento. Já o parcelamento na clínica, além de raro, tira qualquer chance de negociar um preço.
Ou seja, a grande vantagem de se planejar através do consórcio de serviços é que com certeza absoluta você irá pagar um valor bem menor, podendo investir em outros procedimentos, como aquela drenagem pós cirúrgica, que aliás também pode ser bancada com a carta de crédito. Sensacional, né?!

Como adquirir a carta de crédito do Consórcio de Cirurgia Plástica?

Você pode escolher qualquer tipo de cirurgia plástica com a sua carta de crédito. Após a contemplação - que pode ser via sorteio ou pelo lance - você precisa apresentar documentações básicas para a liberação da sua carta de crédito.

A carta, entretanto, não é repassada ao consorciado. É preciso indicar a clínica ou o médico especialista, para que o UP faça o repasse direto do valor para quem executa o serviço.

A grande vantagem é que o consórcio de cirurgia plástica dá poder de compra à vista, o que permite negociação no pagamento da cirurgia plástica

Se o valor da sua carta for maior que o preço do serviço, você pode usar o valor que sobrou para quitar as parcelas restantes, ou melhor ainda, usar para a contratação de outro serviço estético, talvez aquele botox! Caso o serviço tenha valor superior à sua carta de crédito, é possível completar o pagamento com os seus próprios recursos.

Faça uma simulação no UP e invista já na sua autoestima com o consórcio de cirurgia plástica!


Últimas Postagens

Educação financeira e finanças pessoais para ser contemplado mais rápido

A educação financeira também é capaz de torná-lo mais consciente frente a oportunidades e aos riscos que envolvem diferentes tipos de investimento. Entenda!

Consórcio para construir imóvel: dicas de planejamento financeiro

Você precisa de alguns cuidados antes de comprar um imóvel. Neste artigo, apresentaremos dicas que você precisa saber antes de construir imóvel com consórcio. 

Consórcio de moto Yamaha: confira os principais benefícios

O consórcio de moto Yamaha funciona como uma espécie de poupança: você não paga altos juros, somente uma taxa administrativa. Entenda mais neste artigo!

Dicas para comprar imóvel com planejamento de compra

Comprar imóvel é uma das ações mais importantes da vida pessoal, não é mesmo? Faça a leitura deste conteúdo e confira dicas para comprar seu imóvel.

Como funciona o consórcio gamer

Os jovens estão cada vez mais dispostos a investir. então porque não saber como funciona o consórcio de gamer? Vamos te contar como funciona esse processo.

7 benefícios ao comprar automóvel usado com o UP Consórcios!

Comprar um automóvel usado pode ser a solução para muitos dos desafios relacionados à compra de um automóvel zero km. Saiba mais sobre o assunto, neste artigo!
Facebook - UP Consórcios
Instagram - UP Consórcios
Twitter - UP Consórcios
Linkedin - UP Consórcios
Youtube - UP Consórcios
Deezer - UP Consórcios
Spotify - UP Consórcios