Voltar
10/2020

Como Juntar Dinheiro Pra Fazer Uma Cirurgia Plástica

A procura pela cirurgia plástica tem aumentado cada vez mais. É por vaidade, mas também para dar um up na sua autoestima, e isso não tem dinheiro que pague. 

com tanta gente interessada, uma das grandes limitações para fazer a cirurgia plástica é a questão financeira. Se esse é o seu grande objetivo e você quer saber como juntar dinheiro para fazer cirurgia plástica? Este artigo é seu! 


Somos um povo bastante preocupado com a beleza, e as estatísticas comprovam isso: de acordo com a pesquisa da Sociedade Internacional de Cirurgia Plástica Estética (ISAPS, na sigla em inglês), mais de 1,2 milhão de cirurgias estéticas são feitas por ano. As cirurgias plásticas mais escolhidas são lipoaspiração, implante de silicone e cirurgia de pálpebra, de acordo com a ISAPS. Isso porque, além do cuidado individual, o Brasil possui alguns dos especialistas mais requisitados em cirurgias plásticas, envolvendo diversas especialidades.

Como juntar dinheiro para fazer Cirurgia Plástica

Veja só como é mais mais fácil do que você imagina. O que você vai precisar é de disposição e responsabilidade. Para ter um planejamento financeiro, pense em 6 passos para você começar a visualizar o seu planejamento:


1. Defina suas prioridades;

2. Liste seus objetivos;

3. Faça um diagnóstico da sua vida financeira;

4. Estabeleça um orçamento pessoal;

5. Invista com sabedoria;

6. Comporte-se.

1) Entenda como funcionam suas finanças pessoais

Cada pessoa possui uma maneira própria de consumir e organizar o seu dinheiro. Enquanto alguns têm facilidade para poupar, outros sempre cedem às compras por impulso e ficam no vermelho antes mesmo do mês acabar. Para montar um bom planejamento financeiro pessoal, é necessário compreender a forma como você lida com o dinheiro e como funcionam suas finanças pessoais. Você gasta mais do que ganha? Tem reserva de emergência? Tem dívidas? São questões importantes neste momento. 

2) Defina seus objetivos financeiros

Após entender suas finanças, é o momento de definir seus objetivos financeiros. Nesta hora, é essencial ser realista. Não adianta estipular o objetivo de juntar R$ 100 mil em um ano se seu salário é de R$ 1 mil, certo? Procure pensar em algo possível de ser alcançado e desmembre o objetivo em metas de curto prazo. Se você quiser formar uma reserva de emergência de R$ 1,2 mil ao final de um ano, comece com a meta de juntar R$ 100 por mês.

3) Anote suas receitas e despesas

Anotar e acompanhar mensalmente suas receitas e despesas é outra dica fundamental para o planejamento financeiro. Quando você sabe quanto ganha, quanto gasta e, principalmente, onde gasta, consegue saber onde é possível e preciso cortar despesas, além de identificar potenciais de economia.

4) Compare preços antes de comprar

Comparar preços antes de fazer uma compra é capaz de evitar que você desperdice dinheiro pagando mais caro por algo, além de evitar as aquisições por impulso. Com a Internet, a tarefa fica muito mais fácil. Basta colocar o produto ou serviço que deseja comprar e ver os melhores preços disponíveis. Fique atento também à reputação da loja. Afinal, não adianta pagar mais barato e comprar em uma empresa que não é confiável.

5) Aprenda a poupar dinheiro

Aprender a poupar dinheiro começa por ter em mente um objetivo muito simples: você precisa gastar menos do que ganha. Pode parecer muito óbvio, mas muitos não conseguem atingir este objetivo dentro de um planejamento financeiro e se perdem. Resultado: ficam sempre no vermelho e precisam recorrer a empréstimos e afins para cobrir os rombos na conta. Aprender a poupar dinheiro exige avaliar as despesas de maneira objetiva, ter metas realistas e, sobretudo, determinação e persistência para mudar hábitos e economizar um pouco a cada mês até atingir seus objetivos financeiros.

6) Aprenda a investir dinheiro

Depois de aprender a poupar o seu dinheiro, é o momento de saber como investir o dinheiro que sobrou. Primeiro, entenda o seu perfil de investidor (conservador, ousado, moderado) e a quantia que tem disponível para investimento. Alinhe estas informações com seus objetivos financeiros e busque investimentos que sejam adequados a sua própria equação. Quem quer ter dinheiro para a aposentadoria pode preferir investimentos de longo prazo. Quem tem pavor de perder dinheiro (eu mesma) pode não se dar bem em um investimento mais arriscado como o mercado de ações, por exemplo.

Não precisa juntar dinheiro. Faça um Consórcio de Cirurgia Plástica! 

O consórcio é um investimento mais que seguro, do tipo ideal para quem não tem disciplina na hora de economizar. Além disso, é perfeito para quem tem um bom capital em mãos e busca aumentar seu patrimônio a custos baixos.

  • Não existe a possibilidade de criar um patrimônio de uma vez só, como em um passe de mágica. O consórcio é um facilitador, afinal, ele oferece a possibilidade de construir patrimônio a médio e longo prazos por meio do pagamento de parcelas flexíveis. Ter um consórcio então é a melhor forma de guardar dinheiro com determinação. 
  • O consórcio é um investimento a médio ou longo prazo, e apesar disso é o caminho mais rápido para um jovem construir seu patrimônio. A verdade é que, muitas vezes quando você guarda seu dinheiro na poupança, pode ter que mexer no dinheiro que está sendo economizado, e isso aumenta o tempo de espera para a aquisição do bem. Já com o consórcio você só usará o recurso para o objetivo que deseja, além de poder ser contemplado com sorteio ou lance a qualquer momento, muito antes do tempo que você precisaria para juntar todo o valor. 
  • O consórcio é um investimento seguro, regulamentado pelo banco central. O importante é certificar-se de que a administradora está credenciada para realizar o negócio (no próprio site do banco central). Por conta da desvalorização da caderneta de poupança, o consórcio tornou-se a maneira mais segura de poupar e aumentar seu patrimônio. o dinheiro fica bem guardado durante todo o processo, passa por reajustes e, ao final, o consorciado recebe sua recompensa na forma do bem almejado.


O UP, porém, só realiza a cobrança da taxa de administração após a contemplação. Você pode contratar o UP Consórcios tanto para fins de investimento, quanto para fazer aquela cirurgia plástica que você sempre quis.  


No UP Consórcios você encontra as menores parcelas do mercado. Simule, compare e compre. E o melhor: sem juros, sem taxas de adesão, fundo reserva e administrativa até a contemplação

Simule seu consórcio agora mesmo!

Simule agora

Outras matérias relacionadas

10/2020

Quanto tempo pode atrasar o pagamento do consórcio?

Atrasar o pagamento do consórcio pode trazer desconfortos indesejáveis. Acesse nossa postagem e saiba quanto tempo pode atrasar o pagamento do consórcio!

10/2020

Consórcio de Serviços para sua festa de casamento

Neste conteúdo, apresentamos como funciona o Consórcio de Serviços e a razão pela qual ele é a melhor opção para você fazer sua festa de casamento. Confira!

10/2020

Como planejar suas finanças para alcançar objetivos em 2021

Saiba como planejar suas finanças para alcançar objetivos em 2021! Clique para ber as dicas para evitar entrar em mais um ano no vermelho.

Como Juntar Dinheiro Pra Fazer Uma Cirurgia Plástica

Como Juntar Dinheiro Pra Fazer Uma Cirurgia Plástica

A procura pela cirurgia plástica tem aumentado cada vez mais. É por vaidade, mas também para dar um up na sua autoestima, e isso não tem dinheiro que pague. 

com tanta gente interessada, uma das grandes limitações para fazer a cirurgia plástica é a questão financeira. Se esse é o seu grande objetivo e você quer saber como juntar dinheiro para fazer cirurgia plástica? Este artigo é seu! 


Somos um povo bastante preocupado com a beleza, e as estatísticas comprovam isso: de acordo com a pesquisa da Sociedade Internacional de Cirurgia Plástica Estética (ISAPS, na sigla em inglês), mais de 1,2 milhão de cirurgias estéticas são feitas por ano. As cirurgias plásticas mais escolhidas são lipoaspiração, implante de silicone e cirurgia de pálpebra, de acordo com a ISAPS. Isso porque, além do cuidado individual, o Brasil possui alguns dos especialistas mais requisitados em cirurgias plásticas, envolvendo diversas especialidades.

Como juntar dinheiro para fazer Cirurgia Plástica

Veja só como é mais mais fácil do que você imagina. O que você vai precisar é de disposição e responsabilidade. Para ter um planejamento financeiro, pense em 6 passos para você começar a visualizar o seu planejamento:


1. Defina suas prioridades;

2. Liste seus objetivos;

3. Faça um diagnóstico da sua vida financeira;

4. Estabeleça um orçamento pessoal;

5. Invista com sabedoria;

6. Comporte-se.

1) Entenda como funcionam suas finanças pessoais

Cada pessoa possui uma maneira própria de consumir e organizar o seu dinheiro. Enquanto alguns têm facilidade para poupar, outros sempre cedem às compras por impulso e ficam no vermelho antes mesmo do mês acabar. Para montar um bom planejamento financeiro pessoal, é necessário compreender a forma como você lida com o dinheiro e como funcionam suas finanças pessoais. Você gasta mais do que ganha? Tem reserva de emergência? Tem dívidas? São questões importantes neste momento. 

2) Defina seus objetivos financeiros

Após entender suas finanças, é o momento de definir seus objetivos financeiros. Nesta hora, é essencial ser realista. Não adianta estipular o objetivo de juntar R$ 100 mil em um ano se seu salário é de R$ 1 mil, certo? Procure pensar em algo possível de ser alcançado e desmembre o objetivo em metas de curto prazo. Se você quiser formar uma reserva de emergência de R$ 1,2 mil ao final de um ano, comece com a meta de juntar R$ 100 por mês.

3) Anote suas receitas e despesas

Anotar e acompanhar mensalmente suas receitas e despesas é outra dica fundamental para o planejamento financeiro. Quando você sabe quanto ganha, quanto gasta e, principalmente, onde gasta, consegue saber onde é possível e preciso cortar despesas, além de identificar potenciais de economia.

4) Compare preços antes de comprar

Comparar preços antes de fazer uma compra é capaz de evitar que você desperdice dinheiro pagando mais caro por algo, além de evitar as aquisições por impulso. Com a Internet, a tarefa fica muito mais fácil. Basta colocar o produto ou serviço que deseja comprar e ver os melhores preços disponíveis. Fique atento também à reputação da loja. Afinal, não adianta pagar mais barato e comprar em uma empresa que não é confiável.

5) Aprenda a poupar dinheiro

Aprender a poupar dinheiro começa por ter em mente um objetivo muito simples: você precisa gastar menos do que ganha. Pode parecer muito óbvio, mas muitos não conseguem atingir este objetivo dentro de um planejamento financeiro e se perdem. Resultado: ficam sempre no vermelho e precisam recorrer a empréstimos e afins para cobrir os rombos na conta. Aprender a poupar dinheiro exige avaliar as despesas de maneira objetiva, ter metas realistas e, sobretudo, determinação e persistência para mudar hábitos e economizar um pouco a cada mês até atingir seus objetivos financeiros.

6) Aprenda a investir dinheiro

Depois de aprender a poupar o seu dinheiro, é o momento de saber como investir o dinheiro que sobrou. Primeiro, entenda o seu perfil de investidor (conservador, ousado, moderado) e a quantia que tem disponível para investimento. Alinhe estas informações com seus objetivos financeiros e busque investimentos que sejam adequados a sua própria equação. Quem quer ter dinheiro para a aposentadoria pode preferir investimentos de longo prazo. Quem tem pavor de perder dinheiro (eu mesma) pode não se dar bem em um investimento mais arriscado como o mercado de ações, por exemplo.

Não precisa juntar dinheiro. Faça um Consórcio de Cirurgia Plástica! 

O consórcio é um investimento mais que seguro, do tipo ideal para quem não tem disciplina na hora de economizar. Além disso, é perfeito para quem tem um bom capital em mãos e busca aumentar seu patrimônio a custos baixos.

  • Não existe a possibilidade de criar um patrimônio de uma vez só, como em um passe de mágica. O consórcio é um facilitador, afinal, ele oferece a possibilidade de construir patrimônio a médio e longo prazos por meio do pagamento de parcelas flexíveis. Ter um consórcio então é a melhor forma de guardar dinheiro com determinação. 
  • O consórcio é um investimento a médio ou longo prazo, e apesar disso é o caminho mais rápido para um jovem construir seu patrimônio. A verdade é que, muitas vezes quando você guarda seu dinheiro na poupança, pode ter que mexer no dinheiro que está sendo economizado, e isso aumenta o tempo de espera para a aquisição do bem. Já com o consórcio você só usará o recurso para o objetivo que deseja, além de poder ser contemplado com sorteio ou lance a qualquer momento, muito antes do tempo que você precisaria para juntar todo o valor. 
  • O consórcio é um investimento seguro, regulamentado pelo banco central. O importante é certificar-se de que a administradora está credenciada para realizar o negócio (no próprio site do banco central). Por conta da desvalorização da caderneta de poupança, o consórcio tornou-se a maneira mais segura de poupar e aumentar seu patrimônio. o dinheiro fica bem guardado durante todo o processo, passa por reajustes e, ao final, o consorciado recebe sua recompensa na forma do bem almejado.


O UP, porém, só realiza a cobrança da taxa de administração após a contemplação. Você pode contratar o UP Consórcios tanto para fins de investimento, quanto para fazer aquela cirurgia plástica que você sempre quis.  


No UP Consórcios você encontra as menores parcelas do mercado. Simule, compare e compre. E o melhor: sem juros, sem taxas de adesão, fundo reserva e administrativa até a contemplação

Últimas Postagens

Como comprar seu ape à vista

Quando começamos nossa independência financeira, é natural começarmos a pensar em formas de alcançar objetivos. Acesse e saiba como comprar seu ape à vista!

Viagem internacional: faça um consórcio para sua próxima viagem

Viagem internacional: Não devemos deixar de viver as coisas boas que essa vida nos proporciona. Acesse e faça um consórcio para sua próxima viagem!

4 maneiras de usar o consórcio para investir

A busca pelo investimento sem defeitos já pode parar. Acesse nossa postagem e confira 4 maneiras de usar o consórcio para investir!

Mudanças feitas pelo Banco Central durante a Pandemia

Confira o que muda nos processos do consórcio, a partir do pedido da ABAC de alterações da Circular nº 3.432, de 3 de fevereiro de 2009 do Banco Central

Como funciona o consórcio para cirurgia estética

Atualmente, fazer cirurgia estética é muito mais fácil (se compararmos ao passado). Acesse e saiba como funciona o consórcio para cirurgia estética!

Como funciona o reajuste anual da cota para valorização do crédito

Qualquer que seja o bem que se queira adquirir, planejamento é fundamental. Confira como funciona o reajuste anual da cota para valorização do crédito!
Próximo
1 / 55
Facebook - UP Consórcios
Instagram - UP Consórcios
Twitter - UP Consórcios
Linkedin - UP Consórcios
Youtube - UP Consórcios
Deezer - UP Consórcios
Spotify - UP Consórcios