Voltar
04/2021

Comprar segundo imóvel: dicas para se planejar

O mercado imobiliário é um dos melhores segmentos para quem quer investir com segurança. Isso é tão verdade que muitas pessoas optam por comprar segundo imóvel, assim não se desfazem do primeiro e aumenta-se o patrimônio. 

Se a opção com o segundo imóvel não for direcionada a casa de veraneio e afins, esta pode ser uma excelente maneira de obter renda extra com o aluguel, o que é sempre bem vindo.

Contudo, para a compra do segundo imóvel ser bem-sucedida, sem dores de cabeça, a pessoa precisa ter uma boa organização financeira, a fim de fazer um bom planejamento. 

Acompanhe nossas dicas! 

Dicas para se planejar e comprar segundo imóvel 

1. É necessário compreender as suas finanças

Quando pensamos em grande investimento, como do mercado imobiliário, devemos também compreender com detalhes o andamento da própria situação financeira. Dessa forma, é fundamental fazer um levantamento das economias existentes e, além disso, levantar o fluxo do caixa da família, pois assim, você conseguirá compreender de uma vez por todas o orçamento familiar e perceber o capital disponível para comprar o segundo imóvel (algo tão desejado). 

Papel e caneta para organizar as finanças sempre ajudou, mas agora você pode elaborar uma planilha no Excel, por exemplo, que vai te ajudar a observar as finanças muito melhor. 

Destaque tudo o que entra e o que sai do caixa familiar — com salários e dividendos, entre outras fontes de renda — e todas as despesas existentes — colégio das crianças, atividades extracurriculares, lazer, supermercado, custos com o carro, entre outros.

O mais indicado é que a diferença entre a somatória dos créditos e a somatória dos débitos seja positiva, logo, que tenha um bom saldo a seu favor no fim do mês. Entretanto, por outro lado, se ela zerar ou for negativa, é hora de ativar o sinal de alerta e se concentrar nas economias (Que por sinal é a próxima dica!). 

2. Pratique economizar 

Ali em cima falamos da importância de economizar, principalmente se suas finanças não andam tão bem. Ah, e claro, mesmo se tudo estiver favorável para você, ou seja, as suas economias disponíveis sejam suficientes para fazer o pagamento à vista do segundo imóvel, convém economizar. 

O primeiro passo para economizar é cortar as despesas supérfluas e estabelecer um controle das contas que são indispensáveis. Dessa forma, aqueles gastos com luxos desnecessários, que acabam sendo exorbitantes, podem ser completamente eliminados. Junto a isso, as despesas fixas, como água e energia elétrica, podem ser reguladas.

Não tenha dúvidas, mesmo as pequenas economias são importantes. No fim do mês, elas se tornam perceptíveis. 

Atenção hein! Economizar não precisa significar, necessariamente, a redução no padrão de vida da família - isso não é nem recomendável. Aproveite para reservar uma quantia para os bons momentos de lazer, de resto, elimine o que realmente não fará falta.

comprar-segundo-imovel-dicas-para-se-planejar

3. Escolha uma boa localização

Como estamos falando de uma grande compra; seu segundo imóvel, tenha muita atenção na hora de escolher a localização do imóvel, sobretudo se ele for para você e sua família morarem. 

Está pensando em comprar imóvel na cidade grande? Certifique-se de que é um local seguro, com vizinhança de padrão equivalente a sua morada atual e com características ambientais que sejam capazes de proporcionar uma boa qualidade de vida. Afinal, você não quer se mudar para um imóvel mais desfavorável que o atual, certo? 

4. Faça um UP Consórcio de Imóvel!

Comprar uma casa ou apartamento é uma das grandes decisões da vida adulta. Apesar de existirem diversas modalidades de compra, o consórcio de imóvel é muito mais vantajoso. 

Para contratar o seu consórcio de imóveis é necessário determinar o valor do seu objetivo. Para isso, é recomendado fazer um estudo sobre os imóveis disponíveis na região desejada, tipo do imóvel (casa ou apartamento, por exemplo) e ter uma noção real do valor. Feita essa pesquisa rápida e simples, é hora de simular o consórcio e ver, com seus próprios olhos, como é a melhor modalidade de compra. 

Afinal, quem determina o número de parcelas a serem pagas é o cliente, além disso, no UP você contrata com autonomia, de forma  100% digital, de onde você estiver. 

Benefícios do consórcio para comprar segundo imóvel 

Juros e taxas

Uma das características mais lembradas quando o assunto é consórcio é que você, finalmente, está livre dos juros. E não é difícil entender o motivo, isso porque, o objetivo é usar o dinheiro das parcelas pagas pelos consorciados para a aquisição de bens à vista.

Sem pagar juros sobre o valor do crédito contratado, essa se torna uma ótima opção para quem quer fugir dos valores abusivos que são colocados pelos financiamentos tradicionais! Os consorciados precisam arcar somente com taxas específicas, que podem ser solicitadas pelas administradoras, como:

  • fundo comum: valor efetivamente empregado na compra do bem designado;
  • seguro: de vida e de quebra de garantia - caso queira, pois a contratação dessa modalidade é opcional;
  • taxa de administração: está relacionada à remuneração da administradora pela gestão do consórcio;
  • fundo de reserva: tem o objetivo de proteger o funcionamento do grupo em alguns casos, como na inadimplência de algum membro. Caso existam recursos nesse fundo no encerramento do grupo, o valor é restituído de forma proporcional aos consorciados.

Quando coloca tudo na ponta do lápis, o consórcio de imóveis se mostra uma alternativa muito mais acessível, já que suas taxas são bem menores que os juros cobrados no financiamento, o que resulta em um prazo bem menor para quitação do parcelamento. 

Nível de burocracia

O consórcio é visto como uma ótima alternativa quando a burocracia é colocada em jogo. Além dos custos altíssimos, toda a burocracia envolvida é outro detalhe que acaba fazendo muitas pessoas desistirem dos financiamentos convencionais. A adesão do consórcio é muito mais fácil e suas exigências são menos rígidas.

A análise de crédito nessa modalidade costuma ser mais flexível, tornando mais fácil a vida de quem não tem como comprovar uma renda fixa - os trabalhadores autônomos são os melhores exemplos disso. Em alguns casos, é possível aderir a um plano de consórcio mesmo com restrição de crédito. Ainda assim, a situação deve estar regularizada para o recebimento da carta de crédito, e isso requer um bom planejamento por parte do interessado.

Possibilidades de contemplação

Uma das chances de ser contemplado em um consórcio é por meio dos sorteios. Eles são realizados durante as assembleias mensais, um processo que garante chances iguais a todos os participantes que estejam com os pagamentos em dia. 

Outra opção, que possibilita antecipar a contemplação é ofertar lance com um percentual do valor do crédito. É importante ressaltar que a quantidade de cotas contempladas via lance vai depender da administradora, da quantidade de participantes, e do saldo disponível no grupo.

Conforme o passar dos meses, as chances de ser contemplado por lance e sorteio aumentam, isso porque os participantes que já receberam a carta de crédito não concorrem mais ao sorteio. Se você tem alguma reserva financeira, o consórcio também pode ser uma ótima opção, afinal, se investir em um lance poderá ser contemplado de maneira mais rápida, com as demais parcelas até o final do contrato mantendo seu valor atrativo.

Vale lembrar que, ao ser contemplado e adquirir seu imóvel, você precisa continuar pagando as parcelas do consórcio normalmente. 

Além disso, se conseguir comprar a casa que sempre quis ter logo no início, vai passar a ter novas despesas relativas ao imóvel. Sendo assim, um bom planejamento financeiro se torna indispensável! Mas o consórcio te ajuda a trilhar esse caminho! 

No consórcio de imóvel tudo é mais simples, até essa explicação! 

O pagamento do imóvel é feito de forma parcelada, mas sem a cobrança de juros altos, IOF e sem pagamento de entrada. Além disso, normalmente, as parcelas são de valores mais baixos e os prazos mais extensos do que as do financiamento. Veja os benefícios do consórcio abaixo!

Flexibilidade: Planos com prazos e créditos diversos. Além disso, existe a possibilidade de reduzir, antecipar ou quitar parcelas a qualquer momento oferecendo um lance. Ah, e como você já sabe: o FGTS pode ser utilizado para isso!

Segurança: o sistema de consórcio brasileiro ganhou lei própria em 2009 e é regulado pelo Banco Central do Brasil. 

Compra programada: consumidores têm a oportunidade de comprar bens e contratar serviços de forma planejada, seguindo as suas necessidades e capacidade de pagamento. Com isso, é possível ter um planejamento financeiro muito mais inteligente! 

No UP Consórcios você encontra as menores parcelas do mercado. Simule, compare e compre.


Simule seu consórcio agora mesmo!

Simule agora

Outras matérias relacionadas

03/2021

Tipos de Consórcios para jovens

Neste artigo, vamos falar sobre os Tipos de Consórcios para Jovens, como escolher a melhor empresa e como funcionam as prestações aqui no UP. Confira

03/2021

Recompra garantida após a contemplação: como funciona

Acesse e saiba o que é Recompra Garantida após a contemplação de seu consórcio!

03/2021

Principais maneiras de investir a partir do consórcio de imóveis

Podem falar o que quiser, mas o consórcio chegou para ficar. Acesse e confira as principais maneiras de investir a partir do Consórcio de Imóveis!

Comprar segundo imóvel: dicas para se planejar

Comprar segundo imóvel: dicas para se planejar

O mercado imobiliário é um dos melhores segmentos para quem quer investir com segurança. Isso é tão verdade que muitas pessoas optam por comprar segundo imóvel, assim não se desfazem do primeiro e aumenta-se o patrimônio. 

Se a opção com o segundo imóvel não for direcionada a casa de veraneio e afins, esta pode ser uma excelente maneira de obter renda extra com o aluguel, o que é sempre bem vindo.

Contudo, para a compra do segundo imóvel ser bem-sucedida, sem dores de cabeça, a pessoa precisa ter uma boa organização financeira, a fim de fazer um bom planejamento. 

Acompanhe nossas dicas! 

Dicas para se planejar e comprar segundo imóvel 

1. É necessário compreender as suas finanças

Quando pensamos em grande investimento, como do mercado imobiliário, devemos também compreender com detalhes o andamento da própria situação financeira. Dessa forma, é fundamental fazer um levantamento das economias existentes e, além disso, levantar o fluxo do caixa da família, pois assim, você conseguirá compreender de uma vez por todas o orçamento familiar e perceber o capital disponível para comprar o segundo imóvel (algo tão desejado). 

Papel e caneta para organizar as finanças sempre ajudou, mas agora você pode elaborar uma planilha no Excel, por exemplo, que vai te ajudar a observar as finanças muito melhor. 

Destaque tudo o que entra e o que sai do caixa familiar — com salários e dividendos, entre outras fontes de renda — e todas as despesas existentes — colégio das crianças, atividades extracurriculares, lazer, supermercado, custos com o carro, entre outros.

O mais indicado é que a diferença entre a somatória dos créditos e a somatória dos débitos seja positiva, logo, que tenha um bom saldo a seu favor no fim do mês. Entretanto, por outro lado, se ela zerar ou for negativa, é hora de ativar o sinal de alerta e se concentrar nas economias (Que por sinal é a próxima dica!). 

2. Pratique economizar 

Ali em cima falamos da importância de economizar, principalmente se suas finanças não andam tão bem. Ah, e claro, mesmo se tudo estiver favorável para você, ou seja, as suas economias disponíveis sejam suficientes para fazer o pagamento à vista do segundo imóvel, convém economizar. 

O primeiro passo para economizar é cortar as despesas supérfluas e estabelecer um controle das contas que são indispensáveis. Dessa forma, aqueles gastos com luxos desnecessários, que acabam sendo exorbitantes, podem ser completamente eliminados. Junto a isso, as despesas fixas, como água e energia elétrica, podem ser reguladas.

Não tenha dúvidas, mesmo as pequenas economias são importantes. No fim do mês, elas se tornam perceptíveis. 

Atenção hein! Economizar não precisa significar, necessariamente, a redução no padrão de vida da família - isso não é nem recomendável. Aproveite para reservar uma quantia para os bons momentos de lazer, de resto, elimine o que realmente não fará falta.

comprar-segundo-imovel-dicas-para-se-planejar

3. Escolha uma boa localização

Como estamos falando de uma grande compra; seu segundo imóvel, tenha muita atenção na hora de escolher a localização do imóvel, sobretudo se ele for para você e sua família morarem. 

Está pensando em comprar imóvel na cidade grande? Certifique-se de que é um local seguro, com vizinhança de padrão equivalente a sua morada atual e com características ambientais que sejam capazes de proporcionar uma boa qualidade de vida. Afinal, você não quer se mudar para um imóvel mais desfavorável que o atual, certo? 

4. Faça um UP Consórcio de Imóvel!

Comprar uma casa ou apartamento é uma das grandes decisões da vida adulta. Apesar de existirem diversas modalidades de compra, o consórcio de imóvel é muito mais vantajoso. 

Para contratar o seu consórcio de imóveis é necessário determinar o valor do seu objetivo. Para isso, é recomendado fazer um estudo sobre os imóveis disponíveis na região desejada, tipo do imóvel (casa ou apartamento, por exemplo) e ter uma noção real do valor. Feita essa pesquisa rápida e simples, é hora de simular o consórcio e ver, com seus próprios olhos, como é a melhor modalidade de compra. 

Afinal, quem determina o número de parcelas a serem pagas é o cliente, além disso, no UP você contrata com autonomia, de forma  100% digital, de onde você estiver. 

Benefícios do consórcio para comprar segundo imóvel 

Juros e taxas

Uma das características mais lembradas quando o assunto é consórcio é que você, finalmente, está livre dos juros. E não é difícil entender o motivo, isso porque, o objetivo é usar o dinheiro das parcelas pagas pelos consorciados para a aquisição de bens à vista.

Sem pagar juros sobre o valor do crédito contratado, essa se torna uma ótima opção para quem quer fugir dos valores abusivos que são colocados pelos financiamentos tradicionais! Os consorciados precisam arcar somente com taxas específicas, que podem ser solicitadas pelas administradoras, como:

  • fundo comum: valor efetivamente empregado na compra do bem designado;
  • seguro: de vida e de quebra de garantia - caso queira, pois a contratação dessa modalidade é opcional;
  • taxa de administração: está relacionada à remuneração da administradora pela gestão do consórcio;
  • fundo de reserva: tem o objetivo de proteger o funcionamento do grupo em alguns casos, como na inadimplência de algum membro. Caso existam recursos nesse fundo no encerramento do grupo, o valor é restituído de forma proporcional aos consorciados.

Quando coloca tudo na ponta do lápis, o consórcio de imóveis se mostra uma alternativa muito mais acessível, já que suas taxas são bem menores que os juros cobrados no financiamento, o que resulta em um prazo bem menor para quitação do parcelamento. 

Nível de burocracia

O consórcio é visto como uma ótima alternativa quando a burocracia é colocada em jogo. Além dos custos altíssimos, toda a burocracia envolvida é outro detalhe que acaba fazendo muitas pessoas desistirem dos financiamentos convencionais. A adesão do consórcio é muito mais fácil e suas exigências são menos rígidas.

A análise de crédito nessa modalidade costuma ser mais flexível, tornando mais fácil a vida de quem não tem como comprovar uma renda fixa - os trabalhadores autônomos são os melhores exemplos disso. Em alguns casos, é possível aderir a um plano de consórcio mesmo com restrição de crédito. Ainda assim, a situação deve estar regularizada para o recebimento da carta de crédito, e isso requer um bom planejamento por parte do interessado.

Possibilidades de contemplação

Uma das chances de ser contemplado em um consórcio é por meio dos sorteios. Eles são realizados durante as assembleias mensais, um processo que garante chances iguais a todos os participantes que estejam com os pagamentos em dia. 

Outra opção, que possibilita antecipar a contemplação é ofertar lance com um percentual do valor do crédito. É importante ressaltar que a quantidade de cotas contempladas via lance vai depender da administradora, da quantidade de participantes, e do saldo disponível no grupo.

Conforme o passar dos meses, as chances de ser contemplado por lance e sorteio aumentam, isso porque os participantes que já receberam a carta de crédito não concorrem mais ao sorteio. Se você tem alguma reserva financeira, o consórcio também pode ser uma ótima opção, afinal, se investir em um lance poderá ser contemplado de maneira mais rápida, com as demais parcelas até o final do contrato mantendo seu valor atrativo.

Vale lembrar que, ao ser contemplado e adquirir seu imóvel, você precisa continuar pagando as parcelas do consórcio normalmente. 

Além disso, se conseguir comprar a casa que sempre quis ter logo no início, vai passar a ter novas despesas relativas ao imóvel. Sendo assim, um bom planejamento financeiro se torna indispensável! Mas o consórcio te ajuda a trilhar esse caminho! 

No consórcio de imóvel tudo é mais simples, até essa explicação! 

O pagamento do imóvel é feito de forma parcelada, mas sem a cobrança de juros altos, IOF e sem pagamento de entrada. Além disso, normalmente, as parcelas são de valores mais baixos e os prazos mais extensos do que as do financiamento. Veja os benefícios do consórcio abaixo!

Flexibilidade: Planos com prazos e créditos diversos. Além disso, existe a possibilidade de reduzir, antecipar ou quitar parcelas a qualquer momento oferecendo um lance. Ah, e como você já sabe: o FGTS pode ser utilizado para isso!

Segurança: o sistema de consórcio brasileiro ganhou lei própria em 2009 e é regulado pelo Banco Central do Brasil. 

Compra programada: consumidores têm a oportunidade de comprar bens e contratar serviços de forma planejada, seguindo as suas necessidades e capacidade de pagamento. Com isso, é possível ter um planejamento financeiro muito mais inteligente! 

No UP Consórcios você encontra as menores parcelas do mercado. Simule, compare e compre.


Últimas Postagens

Como ser contemplado no consórcio de equipamentos?

O Consórcio para Equipamentos atende, exclusivamente, os profissionais e empreendedores que buscam por inovações em seu negócio. Entenda como funciona!

Qual o lance mínimo no consórcio de Auto?

É essencial ter uma estratégia para calcular o tamanho da oferta e aumentar as chances de contemplação. Vamos te falar mais sobre o lance mínimo.

O que é consórcio de tratores?

O consórcio atende pessoas que planejam comprar máquinas agrícolas com mais tecnologia e segurança, resultando em mais lucratividade. Faça já o seu!

5 benefícios de fazer um consórcio de moto

Através do grupo de consórcio, é possível comprar uma moto nova ou usada, e a melhor parte é que você pode adequar as parcelas conforme suas condições.

Características do novo lançamento Fiat Cronos

Podemos dizer que o novo Fiat é o modelo mais expressivo entre os lançamentos anteriores. Falamos um pouco mais sobre esse carro incrível nesse artigo.

Como fugir das burocracias do financiamento de automóvel?

Burocracia? Já foi o tempo, não é verdade? Ninguém quer mais se desgastar com burocracia do financiamento de automóvel. Por isso nós vamos te ajudar!!
Próximo
1 / 82
Facebook - UP Consórcios
Instagram - UP Consórcios
Twitter - UP Consórcios
Linkedin - UP Consórcios
Youtube - UP Consórcios
Deezer - UP Consórcios
Spotify - UP Consórcios