07/2021

5 conselhos para quem quer investir

Quando você consegue alcançar o objetivo de poupar dinheiro, naturalmente a vontade de escolher um investimento é despertada. Isso acontece com todo mundo.

Contudo, esta é uma das tarefas mais árduas para quem se propõe multiplicar parte do que ganha. No mercado atual, há várias alternativas disponíveis para quem quer investir dinheiro e cada uma costuma ser adequada a um objetivo e leva em conta um perfil diferente.

5 conselhos para quem quer investir dinheiro com segurança

Em uma pesquisa feita pela Anbima (Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais), foi perguntado aos internautas qual seria a maior dificuldade atual em relação ao dinheiro: a) ganhar dinheiro; b) gastar de forma consciente; c) poupar; d) aplicar em produtos do mercado financeiro e) planejar seus objetivos e orçamento.

Como resultado, 40% dos participantes escolheram a opção “Aplicar em produtos do mercado financeiro” como a tarefa mais difícil em meio aos desafios financeiros, seguida da opção “poupar” e “gastar dinheiro de forma consciente”, com 20% cada.

Com essas informações, precisamos destacar a importância de tomar boas decisões antes de investir dinheiro. Todo o cuidado é bem vindo para atingir bons negócios.  

Com o consórcio, por exemplo, você só precisa tomar decisões pensando a longo prazo. Antes de conseguir sua carta de crédito, deve passar por processos importantes até a contemplação, e isso irá possibilitar mais tempo para se organizar.

Qualquer que seja o investimento, é exigido a aplicação correta do dinheiro, principalmente tendo em mente que esse valor não poderá ser utilizado diante de um contratempo. Situações como emergência de saúde, perda de emprego ou mudança de cidade, podem fazer os gastos saírem do controle, dessa maneira, é muito importante estar pronto para se precaver contra esses imprevistos. Com o consórcio, você investe com mais segurança, afinal, é crucial ter um planejamento para investir

5-conselhos-para-quem-quer-investir

1. Defina objetivos

Faça uma reflexão sobre quais são seus objetivos, como: 

Para que você quer juntar dinheiro? É para a aposentadoria, para estudar, para comprar uma casa? Quais são as grandes conquistas que você almeja alcançar? 

Que tal considerar o dinheiro um grande impulsionador da qualidade de vida no presente?

Assim, você irá entender que economizar uma parte dos rendimentos é essencial para que você possa fazer seus investimentos e ter sucesso no futuro. 

2. Defina seu perfil de investidor

Decidir investir dinheiro torna possível entender o tipo de investidor que você é, permitindo encontrar as oportunidades para se conhecer. Qual o nível de tolerância a risco, o que é importante para si? Essa auto análise é essencial para fechar bons negócios.

3. Busque informações

Hoje em dia, não há desculpa para ‘’passos mal dados’’, a internet é uma grande facilitadora para quem está à procura de informações sobre todos os tipos de investimento antes de tomar a decisão de aplicar o dinheiro. Aproveita a oportunidade para investir com segurança ao encontrar conhecimento sobre o tema. 

4. Tenha disciplina para alcançar o objetivo

É sempre aquele, já bem conhecido, conselho: é impossível planejar uma viagem sem saber o destino ou quanto vai custar, assim como também não é possível alcançar grandes objetivos sem disciplina. Aprender a poupar dinheiro começa por ter em mente um objetivo muito simples: você precisa gastar menos do que ganha. Pode parecer muito óbvio, mas muitos não conseguem atingir este objetivo dentro de um planejamento financeiro e se perdem. Resultado: ficam sempre no vermelho e precisam recorrer a empréstimos e afins para cobrir os rombos na conta. Isso exige avaliar as despesas de maneira objetiva, ter metas realistas e, sobretudo, determinação e persistência para mudar hábitos e economizar um pouco a cada mês até atingir seus objetivos financeiros.

5. Invista seu dinheiro com o consórcio! 

O consórcio é um investimento mais que seguro, do tipo ideal para quem não tem disciplina na hora de economizar. Além disso, é perfeito para quem tem um bom capital em mãos e busca aumentar seu patrimônio a custos baixos. Então, assim que for fazer o seu consórcio, não deixe de buscar uma administradora que esteja autorizada pelo Banco Central, pois, assim, o seu investimento não vai correr riscos!

Tanto na poupança quanto em qualquer outro tipo de investimento, o investidor tem que esperar até acumular o valor total para então efetuar a compra. Alguns usam a poupança para guardar o suficiente para a entrada em um financiamento convencional.  

O consórcio, também conhecido como ‘’poupança turbinada’’ é uma modalidade de crédito e poupança amplamente conhecido pelo brasileiro que reúne, em um único produto, muitas possibilidades:

  • Ferramenta de poupança: um apelido carinhoso adotado pelos consorciados têm sido “boleto do bem”, ou seja, aquele pago todos os meses para um sonho ou objetivo a ser conquistado. É uma forma de blindar a meta;
  • Modalidade de crédito: quem entra em um consórcio com pressa em liberar o dinheiro, pode ofertar um lance com percentuais próximos ao que seria a entrada no financiamento;
  • Produto de investimento: pois oferece rentabilidade da carta contemplada e atualizações anuais do crédito.

Diferente do que acontece com o financiamento, o consórcio não realiza cobrança de juros. Todas as empresas de consórcio, porém, cobram uma taxa de administração, que a remunera por seus serviços de formação de grupos e entrega das cartas. Esse valor não ultrapassa 20% do total do bem.

Mas outro benefício além do normal, é que no UP, só é feita a cobrança da taxa de administração após a contemplação. Isso significa que, ao contratar uma carta de consórcio de automóveis, por exemplo, de R$ 50 mil, em 50 meses, você paga R$ 1 mil por mês. Somente depois da contemplação a taxa é cobrada, daí sua parcela muda para R$ 1.175,00. 

Faça um UP Consórcios! Que tal começar por uma simulação no UP



Outras matérias relacionadas

07/2021

Como ensinar educação financeira para crianças

A melhor forma de garantir um futuro esperançoso para as crianças é ensinar educação financeira desde a infância. Confira nossas dicas para ensinar e aprender!

07/2021

Como funciona a compra de Auto pelo Consórcio

Na vida, sempre surge uma questão: Qual a melhor forma de adquirir um carro? Confira nosso artigo e saiba como funciona a compra de Auto pelo consórcio!

07/2021

Como negociar parcelas atrasadas de consórcio?

Algumas vezes pode acontecer de se ter parcelas do seu consórcio em aberto. Acesse e saiba como negociar parcelas atrasadas de Consórcio!

5 conselhos para quem quer investir

5 conselhos para quem quer investir

Quando você consegue alcançar o objetivo de poupar dinheiro, naturalmente a vontade de escolher um investimento é despertada. Isso acontece com todo mundo.

Contudo, esta é uma das tarefas mais árduas para quem se propõe multiplicar parte do que ganha. No mercado atual, há várias alternativas disponíveis para quem quer investir dinheiro e cada uma costuma ser adequada a um objetivo e leva em conta um perfil diferente.

5 conselhos para quem quer investir dinheiro com segurança

Em uma pesquisa feita pela Anbima (Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais), foi perguntado aos internautas qual seria a maior dificuldade atual em relação ao dinheiro: a) ganhar dinheiro; b) gastar de forma consciente; c) poupar; d) aplicar em produtos do mercado financeiro e) planejar seus objetivos e orçamento.

Como resultado, 40% dos participantes escolheram a opção “Aplicar em produtos do mercado financeiro” como a tarefa mais difícil em meio aos desafios financeiros, seguida da opção “poupar” e “gastar dinheiro de forma consciente”, com 20% cada.

Com essas informações, precisamos destacar a importância de tomar boas decisões antes de investir dinheiro. Todo o cuidado é bem vindo para atingir bons negócios.  

Com o consórcio, por exemplo, você só precisa tomar decisões pensando a longo prazo. Antes de conseguir sua carta de crédito, deve passar por processos importantes até a contemplação, e isso irá possibilitar mais tempo para se organizar.

Qualquer que seja o investimento, é exigido a aplicação correta do dinheiro, principalmente tendo em mente que esse valor não poderá ser utilizado diante de um contratempo. Situações como emergência de saúde, perda de emprego ou mudança de cidade, podem fazer os gastos saírem do controle, dessa maneira, é muito importante estar pronto para se precaver contra esses imprevistos. Com o consórcio, você investe com mais segurança, afinal, é crucial ter um planejamento para investir

5-conselhos-para-quem-quer-investir

1. Defina objetivos

Faça uma reflexão sobre quais são seus objetivos, como: 

Para que você quer juntar dinheiro? É para a aposentadoria, para estudar, para comprar uma casa? Quais são as grandes conquistas que você almeja alcançar? 

Que tal considerar o dinheiro um grande impulsionador da qualidade de vida no presente?

Assim, você irá entender que economizar uma parte dos rendimentos é essencial para que você possa fazer seus investimentos e ter sucesso no futuro. 

2. Defina seu perfil de investidor

Decidir investir dinheiro torna possível entender o tipo de investidor que você é, permitindo encontrar as oportunidades para se conhecer. Qual o nível de tolerância a risco, o que é importante para si? Essa auto análise é essencial para fechar bons negócios.

3. Busque informações

Hoje em dia, não há desculpa para ‘’passos mal dados’’, a internet é uma grande facilitadora para quem está à procura de informações sobre todos os tipos de investimento antes de tomar a decisão de aplicar o dinheiro. Aproveita a oportunidade para investir com segurança ao encontrar conhecimento sobre o tema. 

4. Tenha disciplina para alcançar o objetivo

É sempre aquele, já bem conhecido, conselho: é impossível planejar uma viagem sem saber o destino ou quanto vai custar, assim como também não é possível alcançar grandes objetivos sem disciplina. Aprender a poupar dinheiro começa por ter em mente um objetivo muito simples: você precisa gastar menos do que ganha. Pode parecer muito óbvio, mas muitos não conseguem atingir este objetivo dentro de um planejamento financeiro e se perdem. Resultado: ficam sempre no vermelho e precisam recorrer a empréstimos e afins para cobrir os rombos na conta. Isso exige avaliar as despesas de maneira objetiva, ter metas realistas e, sobretudo, determinação e persistência para mudar hábitos e economizar um pouco a cada mês até atingir seus objetivos financeiros.

5. Invista seu dinheiro com o consórcio! 

O consórcio é um investimento mais que seguro, do tipo ideal para quem não tem disciplina na hora de economizar. Além disso, é perfeito para quem tem um bom capital em mãos e busca aumentar seu patrimônio a custos baixos. Então, assim que for fazer o seu consórcio, não deixe de buscar uma administradora que esteja autorizada pelo Banco Central, pois, assim, o seu investimento não vai correr riscos!

Tanto na poupança quanto em qualquer outro tipo de investimento, o investidor tem que esperar até acumular o valor total para então efetuar a compra. Alguns usam a poupança para guardar o suficiente para a entrada em um financiamento convencional.  

O consórcio, também conhecido como ‘’poupança turbinada’’ é uma modalidade de crédito e poupança amplamente conhecido pelo brasileiro que reúne, em um único produto, muitas possibilidades:

  • Ferramenta de poupança: um apelido carinhoso adotado pelos consorciados têm sido “boleto do bem”, ou seja, aquele pago todos os meses para um sonho ou objetivo a ser conquistado. É uma forma de blindar a meta;
  • Modalidade de crédito: quem entra em um consórcio com pressa em liberar o dinheiro, pode ofertar um lance com percentuais próximos ao que seria a entrada no financiamento;
  • Produto de investimento: pois oferece rentabilidade da carta contemplada e atualizações anuais do crédito.

Diferente do que acontece com o financiamento, o consórcio não realiza cobrança de juros. Todas as empresas de consórcio, porém, cobram uma taxa de administração, que a remunera por seus serviços de formação de grupos e entrega das cartas. Esse valor não ultrapassa 20% do total do bem.

Mas outro benefício além do normal, é que no UP, só é feita a cobrança da taxa de administração após a contemplação. Isso significa que, ao contratar uma carta de consórcio de automóveis, por exemplo, de R$ 50 mil, em 50 meses, você paga R$ 1 mil por mês. Somente depois da contemplação a taxa é cobrada, daí sua parcela muda para R$ 1.175,00. 

Faça um UP Consórcios! Que tal começar por uma simulação no UP



Últimas Postagens

UP Consórcios no Reclame Aqui

O consórcio, além de ser uma modalidade segura de compra, é o tipo de investimento ideal para você. Você encontra o UP Consórcios no Reclame Aqui.

Dicas para planejar a compra do carro zero

Comprar um carro zero é uma meta a ser alcançada por muitas pessoas. Desenvolvemos este conteúdo para você se planejar para adequar ao seu orçamento.

Lugares de natureza no Brasil: roteiros indispensáveis!

Todo mundo ama viajar, não é mesmo? Por esse motivo, neste artigo vamos citar lugares de natureza no Brasil que você precisa conhecer. Continue a leitura!

Transferência de consórcio é um processo burocrático?

Você tem dúvidas e acha que transferência de consórcio é um processo burocrático? Nós vamos te dar um passo a passo de como fazer sem problemas.

Como gerar minha senha de acesso ao App do UP Consórcios?

Estamos sempre criando novos objetivos para serem conquistados, não é verdade? Entenda como gerar minha senha de acesso ao App do UP Consórcios.

Conheça as praias mais lindas da Itália

Viajar para as praias mas lindas da Itália é encarar diversas experiências, como falésias, enseadas, grutas escondidas, ilhas inabitadas e muito mais.
Próximo
1 / 101
Facebook - UP Consórcios
Instagram - UP Consórcios
Twitter - UP Consórcios
Linkedin - UP Consórcios
Youtube - UP Consórcios
Deezer - UP Consórcios
Spotify - UP Consórcios