Voltar
03/2021

Como funciona o reajuste anual da cota para valorização do crédito

Uma coisa é fato: qualquer que seja o bem que se queira adquirir, planejamento é fundamental. Se você já contratou sua cota ou deseja contratar, mas tem aquela dúvida sobre o reajuste anual da sua, este conteúdo é pra você. 

Antes, é importante entender como é estipulado o valor das parcelas de um consórcio. Então vamos a um exemplo: 

Um investidor de consórcio faz a aquisição de um crédito de R$ 20 mil, que deve ser pago em 20 meses. Essa quantia é dividida pelo tempo e considera outros fatores, como:

O conjunto desses fatores determina a parcela mensal, que tem  influência direta pelo prazo escolhido pelo investidor de consórcio para quitar o crédito. Dessa forma, é essencial compreender como funciona o reajuste do consórcio para fechar um bom investimento.Por que há reajuste no consórcio? 

O reajuste do consórcio causa dois efeitos: o primeiro, na parcela do consórcio, o outro é a influência no valor do crédito, que deve ser conhecido em detalhes.

Existem 2 tipos de reajustes no consórcio, que correspondem a 3 modalidades de cotas.

1) Aquisição de Crédito (IPCA) - Consórcio de Automóveis

O primeiro reajuste está relacionado a aquisição de crédito, e é reajustado pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), para a compra de um carro.

O reajuste dá o ar da graça anualmente e pode ser chamado de “aniversário da cota de consórcio”. Neste momento o participante tem o valor de sua parcela atualizado  durante o próximo ano. A melhor parte é que o valor do crédito a ser recebido após a contemplação está sempre atualizado de acordo com os índices do setor. 

2) Aquisição de Crédito (INCC) - Consórcio de Imóveis

Assim como para consórcio de automóveis, o mesmo vale para imóveis. Porém, a taxa de reajuste é determinada pelo Índice Nacional de Custo da Construção (INCC), responsável por verificar os custos de obras no segmento de habitação.

Entenda como funciona o reajuste anual da cota para valorização do créditono UP 

O reajuste do consórcio envolve duas situações: a cota não contemplada e a contemplada.No primeiro caso, o reajuste funciona para um veículo e para um imóvel, por exemplo, da mesma forma. Pense no consorciado que tem uma cota de R$ 20 mil e que a inflação anual do IPCA foi de 1%.

Nesse caso, foi aplicado 1% em cima de R$ 20 mil. Essa operação fez com que o valor total do crédito passe para R$ 20.200,00,  assim, as parcelas são recalculadas com base nesse valor. Isso acontece anualmente, com base no índice de inflação utilizado em cada grupo de consórcio.

Agora vamos lá, todo esse processo é definido no contrato. O cliente já sabe que o reajuste pode ser feito pelo IPCA ou INCC, de acordo com a modalidade contratada.  No caso do reajuste anual, a variação será no aniversário da cota.

Já  no segundo caso, se o consorciado for contemplado e demorar para tirar o crédito ou escolher o que vai adquirir, o crédito de R$ 20 mil vai para um fundo de curto prazo e continua rendendo até a retirada do recurso financeiro.

Isso é MUITO diferente do reajuste do crédito, porque há um rendimento para o cliente, se ele escolher por não usar o dinheiro no momento. Existe também a opção de utilizar o recurso financeiro como uma aplicação de curto prazo.

Importância do reajuste anual da cota

Aqui uma informação muito importante: se não é feito o reajuste da cota de consórcio, o participante pode não receber o crédito necessário para compra do seu bem. 

Isso acontece porque a inflação do IPCA e do INCC influencia no valor dos bens adquiridos.

Dentro de um consórcio, todos os integrantes devem participar de forma igual e respeitar os reajustes. A medida é fundamental para que o bem seja entregue a todos, considerando também as mudanças no valor das parcelas durante o contrato.

Como funciona o reajuste anual da cota para valorização do crédito


Esse procedimento é essencial para que os últimos sorteados possam adquirir o bem desejado. Por ser um investimento de longo prazo, o consórcio demanda que todos os membros estejam comprometidos em respeitar os valores e os prazos de pagamento.

Além disso, é importante que a administradora atue para evitar a inadimplência dos participantes do consórcio e garantir que todas as regras sejam devidamente seguidas até o fim do consórcio.

Como ser transparente é um dos aspectos cada vez mais valorizado por consumidores e empresas atualmente, nós do UP Consórcios valorizamos essa informação: mesmo que um participante seja contemplado, as parcelas do consórcio serão corrigidas no aniversário da cota. E agora você já sabe, isso se deve ao fato do grupo de consórcio necessitar de recursos para atualizar o crédito dos integrantes que ainda não foram beneficiados.

Dessa maneira, o consórcio atinge a principal meta: proporcionar a todos a compra de um bem de forma justa e acessível. 

Simule seu consórcio agora mesmo!

Simule agora

Outras matérias relacionadas

03/2021

Quais Serviços posso contratar com Consórcio?

Você sabe que dá para contratar serviços (sim, dos mais diversos) através do consórcio? Acesse e saiba quais serviços você pode contratar com Consórcio!

03/2021

Conheça uma alternativa para guardar dinheiro mais vantajosa que a poupança

Conheça uma alternativa para guardar dinheiro mais vantajosa que a poupança!

03/2021

Veja Como trocar de carro utilizando o Consorcio de Auto

Você sabe qual a hora certa para trocar de carro? Acesse nossa postagem e veja como trocar de carro utilizando o Consorcio de Auto!

Como funciona o reajuste anual da cota para valorização do crédito

Como funciona o reajuste anual da cota para valorização do crédito

Uma coisa é fato: qualquer que seja o bem que se queira adquirir, planejamento é fundamental. Se você já contratou sua cota ou deseja contratar, mas tem aquela dúvida sobre o reajuste anual da sua, este conteúdo é pra você. 

Antes, é importante entender como é estipulado o valor das parcelas de um consórcio. Então vamos a um exemplo: 

Um investidor de consórcio faz a aquisição de um crédito de R$ 20 mil, que deve ser pago em 20 meses. Essa quantia é dividida pelo tempo e considera outros fatores, como:

O conjunto desses fatores determina a parcela mensal, que tem  influência direta pelo prazo escolhido pelo investidor de consórcio para quitar o crédito. Dessa forma, é essencial compreender como funciona o reajuste do consórcio para fechar um bom investimento.Por que há reajuste no consórcio? 

O reajuste do consórcio causa dois efeitos: o primeiro, na parcela do consórcio, o outro é a influência no valor do crédito, que deve ser conhecido em detalhes.

Existem 2 tipos de reajustes no consórcio, que correspondem a 3 modalidades de cotas.

1) Aquisição de Crédito (IPCA) - Consórcio de Automóveis

O primeiro reajuste está relacionado a aquisição de crédito, e é reajustado pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), para a compra de um carro.

O reajuste dá o ar da graça anualmente e pode ser chamado de “aniversário da cota de consórcio”. Neste momento o participante tem o valor de sua parcela atualizado  durante o próximo ano. A melhor parte é que o valor do crédito a ser recebido após a contemplação está sempre atualizado de acordo com os índices do setor. 

2) Aquisição de Crédito (INCC) - Consórcio de Imóveis

Assim como para consórcio de automóveis, o mesmo vale para imóveis. Porém, a taxa de reajuste é determinada pelo Índice Nacional de Custo da Construção (INCC), responsável por verificar os custos de obras no segmento de habitação.

Entenda como funciona o reajuste anual da cota para valorização do créditono UP 

O reajuste do consórcio envolve duas situações: a cota não contemplada e a contemplada.No primeiro caso, o reajuste funciona para um veículo e para um imóvel, por exemplo, da mesma forma. Pense no consorciado que tem uma cota de R$ 20 mil e que a inflação anual do IPCA foi de 1%.

Nesse caso, foi aplicado 1% em cima de R$ 20 mil. Essa operação fez com que o valor total do crédito passe para R$ 20.200,00,  assim, as parcelas são recalculadas com base nesse valor. Isso acontece anualmente, com base no índice de inflação utilizado em cada grupo de consórcio.

Agora vamos lá, todo esse processo é definido no contrato. O cliente já sabe que o reajuste pode ser feito pelo IPCA ou INCC, de acordo com a modalidade contratada.  No caso do reajuste anual, a variação será no aniversário da cota.

Já  no segundo caso, se o consorciado for contemplado e demorar para tirar o crédito ou escolher o que vai adquirir, o crédito de R$ 20 mil vai para um fundo de curto prazo e continua rendendo até a retirada do recurso financeiro.

Isso é MUITO diferente do reajuste do crédito, porque há um rendimento para o cliente, se ele escolher por não usar o dinheiro no momento. Existe também a opção de utilizar o recurso financeiro como uma aplicação de curto prazo.

Importância do reajuste anual da cota

Aqui uma informação muito importante: se não é feito o reajuste da cota de consórcio, o participante pode não receber o crédito necessário para compra do seu bem. 

Isso acontece porque a inflação do IPCA e do INCC influencia no valor dos bens adquiridos.

Dentro de um consórcio, todos os integrantes devem participar de forma igual e respeitar os reajustes. A medida é fundamental para que o bem seja entregue a todos, considerando também as mudanças no valor das parcelas durante o contrato.

Como funciona o reajuste anual da cota para valorização do crédito


Esse procedimento é essencial para que os últimos sorteados possam adquirir o bem desejado. Por ser um investimento de longo prazo, o consórcio demanda que todos os membros estejam comprometidos em respeitar os valores e os prazos de pagamento.

Além disso, é importante que a administradora atue para evitar a inadimplência dos participantes do consórcio e garantir que todas as regras sejam devidamente seguidas até o fim do consórcio.

Como ser transparente é um dos aspectos cada vez mais valorizado por consumidores e empresas atualmente, nós do UP Consórcios valorizamos essa informação: mesmo que um participante seja contemplado, as parcelas do consórcio serão corrigidas no aniversário da cota. E agora você já sabe, isso se deve ao fato do grupo de consórcio necessitar de recursos para atualizar o crédito dos integrantes que ainda não foram beneficiados.

Dessa maneira, o consórcio atinge a principal meta: proporcionar a todos a compra de um bem de forma justa e acessível. 

Últimas Postagens

FGTS para construir imóvel: entenda como isso é possível

Poucos sabem que com o consórcio é possível gastar menos do que por meio do financiamento, ainda mais podendo utilizar o FGTS. Saiba mais sobre isso!

10 sinais de que você precisa fazer um consórcio

O consórcio é a melhor maneira de você adquirir seu próximo bem por ser flexível ao seu orçamento. Vamos te dar todos os motivos que mostram as vantagens.

Como comprar um carro sem precisar juntar dinheiro

Se você tem dificuldades para juntar dinheiro, existe uma solução para revolucionar a sua vida: o UP Consórcios. Te contamos como funciona o processo.

Preciso da carta de crédito! Qual lance ofertar para ser contemplado no consórcio?

Está precisando da carta de crédito com urgência? Sabia que é possível ofertar um lance para ser contemplado no consórcio. A gente te explica o processo.

Entenda como funciona a restituição do Imposto de renda

As dúvidas sobre o Imposto de Renda são bem comuns, entre elas, como funciona a restituição do imposto de renda. Vamos te contar como funciona!

Vida de casados: qual a melhor forma de investir o FGTS do casal

Casar é uma grande decisão, que envolve juntar alguns bens e projetar outros. Com o consórcio de imóvel, é possível adquirir a casa própria sem dores de cabeça.
Próximo
1 / 87
Facebook - UP Consórcios
Instagram - UP Consórcios
Twitter - UP Consórcios
Linkedin - UP Consórcios
Youtube - UP Consórcios
Deezer - UP Consórcios
Spotify - UP Consórcios