Voltar
03/2021

Controle Financeiro: entenda o que é DDA (Débito Direto Autorizado)

Uma coisa é fato: a tecnologia criou muitas facilidades para o mundo financeiro, são mudanças que afetam até os mais resistentes a ela. É o caso do Débito Direto Autorizado, também conhecido como DDA, que não é um aplicação financeira como o CDB, entretanto, tem relação direta com a sua relação com as contas bancárias. Outro fato é o DDA se configura na categoria de transações financeiras, que podem ser feitas de qualquer lugar, a qualquer hora.

Como o Débito Direto Autorizado (DDA) auxilia no Controle Financeiro

Débito Direto Autorizado (DDA) nada mais é que uma modalidade de cobrança na qual o boleto é enviado diretamente para a conta do devedor, sem que haja papel ou correspondência eletrônica envolvida nesta dinâmica. 

O recurso foi criado em 2009 pela Federação Nacional dos Bancos (Febraban). É isso mesmo, esse recurso existe há mais de 10 anos, entretanto, ainda assim, muitas pessoas não fazem ideia do que seja o DDA. Entretanto, em tempos de crise econômica e necessidade de ter controle financeiro, a ferramenta é mais que especial! 

Importante: sim, há semelhanças com o débito automático, entretanto o DDA é diferente. 

Ter um controle financeiro é uma maneira de organizar todas as entradas e saídas de capital de um indivíduo, considerando assim contas e despesas gerais.

Se tratando de dinheiro, muitas pessoas ainda não têm o real conhecimento do quanto ganham e quanto gastam por mês. Porém, para quem busca por controle financeiro pessoal e independência financeira é essencial ter clareza do que entra e do que sai.

Que tal organizar uma planilha que irá te auxiliar na hora de realizar o seu planejamento e controle financeiro? Para isso, a princípio, responda a você mesmo as seguintes questões:

1)  Quanto eu ganho por mês?

2)  Quanto eu gasto por mês?

3)  Quanto eu poupo por mês?

Agora, entenda como funciona o DDA, que pode ser um aliado na hora de organizar finanças. 

Controle financeiro: como funciona o DDA?

O Débito Direto Autorizado (DDA) funciona como um boleto bancário: o credor envia a cobrança ao seu devedor com seu nome, saldo da dívida e prazo para o pagamento.

A grande diferença aqui está na maneira de acesso a este boleto, que é realizada diretamente pela conta do devedor.

Essa transação irá variar de acordo com cada bando. De modo geral, ao abrir a sua conta o devedor irá selecionar a opção pagamentos e encontrará o DDA. Ali estará a lista dos boletos que ainda não venceram.

Assim, ao identificar o que se pretende quitar, basta verificar se todas as informações estão corretas. Se o caso for positivo, o titular da conta poderá autorizar o pagamento.

Após isso, o valor será debitado da sua conta e repassado a quem enviou o boleto eletrônico. 

Importante: há empresas que enviam tanto o boleto físico quando o DDA. Por causa disso, é fundamental escolher um método de pagamento recorrente para não acabar pagando duas vezes a mesma conta. E mais, importante ressaltar que não podem ser pagos através do DDA impostos e contas como água, energia elétrica, telefone ou internet. Ou seja, aquelas relacionadas a serviços. Para essas situações, mantêm-se as opções de boleto por e-mail ou em papel.

controle-financeiro-entenda-o-que-e-dda-debito-direto-autorizado

Principais vantagens do DDA 

As vantagens do DDA são muitas para quem quer se organizar financeiramente. Uma delas está na praticidade em quitar, e assim se evita dívidas e as contas ficam em dia. 

O DDA traz o benefício de excluir a necessidade de buscar um papel ou um e-mail para conseguir efetuar algum pagamento.

É possível fazê-lo somente utilizando o internet banking, seja pelo computador, tablet ou smartphone. Além disso, você irá conseguir fazer um planejamento financeiro muito mais positivo. Isso porque o pagamento da fatura só será realizado com a autorização do titular da conta.

Ou seja, funciona da seguinte maneira: é preciso autorizar o pagamento de cada um dos boletos enviados via DDA. Inclusive, eis aqui a principal diferença entre o débito automático e o DDA.

Se você não está por dentro, o débito automático só precisa ser autorizado uma vez. Todas as demais transações são feitas de forma automática. Por outro lado, o DDA necessita desta autorização a cada transação.

Dessa maneira, se você não tiver o dinheiro suficiente na conta, o usuário não irá correr o risco de ficar com o saldo negativo por ter esquecido aquela dívida. E assim, terá a possibilidade de realocar seu dinheiro para pagar o saldo devedor.

Já ia me esquecendo… outra grande vantagem do DDA é que ele dá a possibilidade de efetuar o pagamento antes da data do vencimento. Algo que não pode ser realizado com o débito automático.

Taxas sobre o DDA

Não podíamos sair deste conteúdo sem tratar desse assunto. Grande parte dos bancos não cobra nenhum tipo de taxa adicional pelo uso do Débito Direto Autorizado. Mas, esta vantagem pode variar de acordo com a modalidade de conta do cliente. Mesmo que não haja taxa sobre o DDA, pode haver uma limitação no número de pagamentos a serem feitos por mês.

Para finalizar, um dos segredos de ouro para alcançar um controle financeiro é registrar todas as despesas e receitas realizadas e previstas, sempre avaliando o impacto de seus gastos no orçamento. Além disso, não se esqueça de separar uma reserva para emergências. Quer uma solução para investir sua renda mensal que entraria em algum investimento incerto? Faça um UP Consórcios! 

Controle financeiro pessoal com UP Consórcios!

O consórcio pode ser uma ótima maneira de você investir com segurança, do tipo ideal para quem não tem disciplina na hora de economizar.. Além disso, é perfeito para quem tem um bom capital em mãos e busca aumentar seu patrimônio a custos baixos.

Faça um UP Consórcios! Que tal começar por uma simulação no UP?



Simule seu consórcio agora mesmo!

Simule agora

Outras matérias relacionadas

03/2021

O que é hipoteca?

Veja tudo sobre: O que é hipoteca, tire suas dúvidas sobre o assunto. Confira nossa postagem e saiba como o consórcio poderá te beneficiar!

03/2021

Sou jovem! Qual o melhor jeito de comprar apartamento?

Quando a gente começa a trabalhar e a ganhar o próprio dinheiro, a independência torna-se nossa melhor amiga. Saiba qual o melhor jeito de comprar apartamento!

05/2021

Como Declarar o Imposto de Renda com o Consórcio

Se tem dificuldades em Declarar o Imposto de Renda com o Consórcio. Preparamos um passo a passo para te ajudar clique e confira!

Controle Financeiro: entenda o que é DDA (Débito Direto Autorizado)

Controle Financeiro: entenda o que é DDA (Débito Direto Autorizado)

Uma coisa é fato: a tecnologia criou muitas facilidades para o mundo financeiro, são mudanças que afetam até os mais resistentes a ela. É o caso do Débito Direto Autorizado, também conhecido como DDA, que não é um aplicação financeira como o CDB, entretanto, tem relação direta com a sua relação com as contas bancárias. Outro fato é o DDA se configura na categoria de transações financeiras, que podem ser feitas de qualquer lugar, a qualquer hora.

Como o Débito Direto Autorizado (DDA) auxilia no Controle Financeiro

Débito Direto Autorizado (DDA) nada mais é que uma modalidade de cobrança na qual o boleto é enviado diretamente para a conta do devedor, sem que haja papel ou correspondência eletrônica envolvida nesta dinâmica. 

O recurso foi criado em 2009 pela Federação Nacional dos Bancos (Febraban). É isso mesmo, esse recurso existe há mais de 10 anos, entretanto, ainda assim, muitas pessoas não fazem ideia do que seja o DDA. Entretanto, em tempos de crise econômica e necessidade de ter controle financeiro, a ferramenta é mais que especial! 

Importante: sim, há semelhanças com o débito automático, entretanto o DDA é diferente. 

Ter um controle financeiro é uma maneira de organizar todas as entradas e saídas de capital de um indivíduo, considerando assim contas e despesas gerais.

Se tratando de dinheiro, muitas pessoas ainda não têm o real conhecimento do quanto ganham e quanto gastam por mês. Porém, para quem busca por controle financeiro pessoal e independência financeira é essencial ter clareza do que entra e do que sai.

Que tal organizar uma planilha que irá te auxiliar na hora de realizar o seu planejamento e controle financeiro? Para isso, a princípio, responda a você mesmo as seguintes questões:

1)  Quanto eu ganho por mês?

2)  Quanto eu gasto por mês?

3)  Quanto eu poupo por mês?

Agora, entenda como funciona o DDA, que pode ser um aliado na hora de organizar finanças. 

Controle financeiro: como funciona o DDA?

O Débito Direto Autorizado (DDA) funciona como um boleto bancário: o credor envia a cobrança ao seu devedor com seu nome, saldo da dívida e prazo para o pagamento.

A grande diferença aqui está na maneira de acesso a este boleto, que é realizada diretamente pela conta do devedor.

Essa transação irá variar de acordo com cada bando. De modo geral, ao abrir a sua conta o devedor irá selecionar a opção pagamentos e encontrará o DDA. Ali estará a lista dos boletos que ainda não venceram.

Assim, ao identificar o que se pretende quitar, basta verificar se todas as informações estão corretas. Se o caso for positivo, o titular da conta poderá autorizar o pagamento.

Após isso, o valor será debitado da sua conta e repassado a quem enviou o boleto eletrônico. 

Importante: há empresas que enviam tanto o boleto físico quando o DDA. Por causa disso, é fundamental escolher um método de pagamento recorrente para não acabar pagando duas vezes a mesma conta. E mais, importante ressaltar que não podem ser pagos através do DDA impostos e contas como água, energia elétrica, telefone ou internet. Ou seja, aquelas relacionadas a serviços. Para essas situações, mantêm-se as opções de boleto por e-mail ou em papel.

controle-financeiro-entenda-o-que-e-dda-debito-direto-autorizado

Principais vantagens do DDA 

As vantagens do DDA são muitas para quem quer se organizar financeiramente. Uma delas está na praticidade em quitar, e assim se evita dívidas e as contas ficam em dia. 

O DDA traz o benefício de excluir a necessidade de buscar um papel ou um e-mail para conseguir efetuar algum pagamento.

É possível fazê-lo somente utilizando o internet banking, seja pelo computador, tablet ou smartphone. Além disso, você irá conseguir fazer um planejamento financeiro muito mais positivo. Isso porque o pagamento da fatura só será realizado com a autorização do titular da conta.

Ou seja, funciona da seguinte maneira: é preciso autorizar o pagamento de cada um dos boletos enviados via DDA. Inclusive, eis aqui a principal diferença entre o débito automático e o DDA.

Se você não está por dentro, o débito automático só precisa ser autorizado uma vez. Todas as demais transações são feitas de forma automática. Por outro lado, o DDA necessita desta autorização a cada transação.

Dessa maneira, se você não tiver o dinheiro suficiente na conta, o usuário não irá correr o risco de ficar com o saldo negativo por ter esquecido aquela dívida. E assim, terá a possibilidade de realocar seu dinheiro para pagar o saldo devedor.

Já ia me esquecendo… outra grande vantagem do DDA é que ele dá a possibilidade de efetuar o pagamento antes da data do vencimento. Algo que não pode ser realizado com o débito automático.

Taxas sobre o DDA

Não podíamos sair deste conteúdo sem tratar desse assunto. Grande parte dos bancos não cobra nenhum tipo de taxa adicional pelo uso do Débito Direto Autorizado. Mas, esta vantagem pode variar de acordo com a modalidade de conta do cliente. Mesmo que não haja taxa sobre o DDA, pode haver uma limitação no número de pagamentos a serem feitos por mês.

Para finalizar, um dos segredos de ouro para alcançar um controle financeiro é registrar todas as despesas e receitas realizadas e previstas, sempre avaliando o impacto de seus gastos no orçamento. Além disso, não se esqueça de separar uma reserva para emergências. Quer uma solução para investir sua renda mensal que entraria em algum investimento incerto? Faça um UP Consórcios! 

Controle financeiro pessoal com UP Consórcios!

O consórcio pode ser uma ótima maneira de você investir com segurança, do tipo ideal para quem não tem disciplina na hora de economizar.. Além disso, é perfeito para quem tem um bom capital em mãos e busca aumentar seu patrimônio a custos baixos.

Faça um UP Consórcios! Que tal começar por uma simulação no UP?



Últimas Postagens

Tutorial para cadastrar a CNH Digital

A CNH digital é um documento eletrônico que tem o mesmo valor jurídico de sua versão impressa, porém, de um jeito mais prático. Te contamos como fazer.

Oportunidade no agronegócio: consórcio para drones agrícolas

O consórcio é seu aliado para estabelecer um planejamento financeiro, além disso, traz segurança e possui apenas taxa de administração. Saiba como fazer.

Colocar silicone ou reduzir seios com Consórcio de Serviços

Mas estamos aqui para destacar que SIM, é possível colocar silicone ou reduzir seios com planejamento, sem perder dinheiro. Entenda como pode fazer.

FGTS para construir imóvel: entenda como isso é possível

Poucos sabem que com o consórcio é possível gastar menos do que por meio do financiamento, ainda mais podendo utilizar o FGTS. Saiba mais sobre isso!

10 sinais de que você precisa fazer um consórcio

O consórcio é a melhor maneira de você adquirir seu próximo bem por ser flexível ao seu orçamento. Vamos te dar todos os motivos que mostram as vantagens.

Como comprar um carro sem precisar juntar dinheiro

Se você tem dificuldades para juntar dinheiro, existe uma solução para revolucionar a sua vida: o UP Consórcios. Te contamos como funciona o processo.
Próximo
1 / 88
Facebook - UP Consórcios
Instagram - UP Consórcios
Twitter - UP Consórcios
Linkedin - UP Consórcios
Youtube - UP Consórcios
Deezer - UP Consórcios
Spotify - UP Consórcios