Voltar
10/2020

Por que o Consórcio é solução(!) em tempos de crise econômica

O Consórcio é a escolha assertiva em tempos de crise econômica. Saiba mais!

Não somente o Brasil, mas o mundo todo está passando por momentos difíceis: crises econômicas, políticas e pandemia… o mundo tá todo complicado. Mas vamos ficar bem! 

Nesse contexto, o consórcio se torna uma opção cada vez mais interessante de investimento, é justamente por isso que é um setor que tem crescido consideravelmente, mesmo em tempos de crise. 


Quer entender o motivo? Vamos lá! 


Leia também: Qual o melhor consórcio de veículos para jovens

Por que o Consórcio é a escolha assertiva em tempos de crise econômica

Primeiramente vamos contextualizar. Vínhamos há alguns anos falando que melhor do que ter um carro ou uma casa, era investir o dinheiro para ter rendimento que pagasse o aluguel e ainda pudessem nos remunerar. Tudo isso mudou. Primeiramente porque o brasileiro percebeu que o milagre da multiplicação não existe. Mas, principalmente porque hoje, mais do que nunca queremos a segurança e o conforto de um lar e um automóvel.

Tudo mudou muito rápido. Nossos hábitos de consumo mudaram, assim como nossas prioridades. Buscamos mais do que nunca na nossa história estabilidade e conforto.

E é neste contexto que, mais uma vez o consórcio é a solução ideal. Afinal, reúne em um único produto: ferramenta de poupança, modalidade de crédito e produto de investimento.

Por este e outros motivos, o consórcio vem sendo conhecido com uma poupança turbinada. Afinal, você começa apenas poupando, mas pode transformar esta poupança em um objetivo realizado a partir da contemplação.


Bom, vamos lá para você entender melhor:

O consórcio não cobra juros

Com as taxas de juros elevadas, o financiamento se torna uma opção cada vez mais pesada para o bolso do brasileiro. Dando espaço para que o consórcio seja visto sempre com bons olhos, e não à toa. 

Sem dúvidas este é o grande diferencial do consórcio: Juros ZERO! Existe apenas uma taxa administrativa que é diluída no total de parcelas.

Menos burocracia

O aumento da inadimplência nesse período de crise intensificou a burocracia e rigor das instituições financeiras no momento de liberar um financiamento. No consórcio é simples, qualquer pessoa pode fazer. Você passa pela análise de crédito no momento da contemplação!

As parcelas cabem no seu bolso

No consórcio você não precisa ter dinheiro para dar de entrada ou adesão, o valor total do bem é dividido em parcelas iguais. Antes de optar por essa compra planejada e segura, você pode ainda fazer uma simulação do valor de parcela que quer pagar por mês, sem se preocupar com as taxas de juros.

É uma ótima forma de poupar dinheiro

O consórcio é uma ótima solução para preservar seu dinheiro. Isso porque, além de estar investindo em um bem, o valor estará sempre atualizado. A valorização da carta de crédito acompanha o índice de acordo com o segmento contratado: INCC para imóveis e IPCA para auto e serviços.

Você compra à vista. Quando você recebe a carta de crédito, tem o poder de compra à vista do seu bem, possibilitando melhores negociações e economizando ainda mais.

Em tempos de crise econômica, faça um UP Consórcios 

A cada ano que passa os brasileiros têm considerado mais o consórcio para realizar a compra de um bem de alto valor. O consórcio é uma possibilidade de investir em um bem de forma parcelada. Ao contrário do que acontece com o financiamento, você não adquire o bem assim que o contrata. 

Pelo consórcio, você entra em um grupo em que vários outros consorciados investem mensalmente. Esse valor conjunto é aplicado para financiar os bens escolhidos. 

A empresa de consórcio fica responsável pela formação, administração e entrega das cartas de crédito, que corresponde ao valor total do bem escolhido. Essas entregas são feitas nas assembleias, via sorteio ou lance.


Pelo consórcio, você pode investir em:


  • Automóveis: pode ser um carro zero km ou seminovo (com até 5 anos de uso)
  • Imóveis: casa, apartamento, imóvel na planta, terrenos, empreendimento. Pode ser novo ou usado.
  • Serviços: categoria que inclui viagens, estudos, reforma, cirurgias, festas e casamento.

Sem juros, entrada ou parcelas intermediárias

Diferentemente do que acontece com o financiamento, o consórcio não tem juros. Todas as empresas de consórcio, porém, realizam a cobrança da taxa de administração, que a remunera por seus serviços de formação de grupos e entrega das cartas. Esse valor não ultrapassa 20% do total do bem.

O UP, porém, só faz a cobrança da taxa de administração após a contemplação. Isso significa que, ao contratar uma carta de consórcio de automóveis, por exemplo, de R$ 50 mil, em 50 meses, você paga R$ 1 mil por mês. 

Ao contemplado nas assembleias, a taxa de administração vai incidir nas parcelas restantes. A taxas são: 0,35% para imóveis e automóveis e 0,45% para serviços. Usando e mesmo exemplo do auto de 50 mil em 50 meses, a parcela de R$ 1 mil será reajustada para R$ 1.175,00 a partir da contemplação, ou seja, você não paga taxa referente às parcelas antes da contemplação. Caso você invista em um consórcio de imóveis, por exemplo, não precisa se preocupar com parcelas intermediárias ou em ter que pagar um alto valor de entrada - lembrando que as instituições financeiras cobram em média 30% de entrada para investir em uma casa ou apartamento.

Mensalidade de acordo com o seu orçamento 

A primeira etapa para contratar um consórcio é fazer uma simulação. Nela, você insere o valor total do seu bem (carta de crédito) e a quantidade de parcelas que deseja pagar.

O simulador dá total possibilidade de ajustar os valores de acordo com o seus rendimentos mensais. 

O ideal é que essa faixa não ultrapasse 30% dos rendimentos mensais, para evitar contratempos.

Organize-se para contemplação

Consórcio é a melhor forma de ter uma compra planejada. Além de participar dos sorteios realizados nas assembleias, o consorciado pode fazer a oferta de um lance para antecipar a compra de um bem.

O lance funciona da seguinte forma: você registra, antes da assembleia, um valor a mais que daria para ter o bem. Esse valor pode representar uma boa quantidade de parcelas restantes ou completar o que falta da carta de crédito

Se o seu valor for o maior, você é contemplado. Mas, como o Up só realiza a cobrança da taxa de administração após a contemplação, vale a pena esperar. Afinal, o valor não é retroativo, ou seja, não se cobra taxas de parcelas que já foram quitadas.

No UP, temos grupos para cada segmento: imóveis, auto e serviços. Todos os grupos, sem exceção, estão contemplando com percentuais bem menores que a média de mercado. Entenda: bem menores quer dizer A METADE! Isso tem explicação: o UP tem atraído cada vez mais um perfil que deseja guardar dinheiro e que quer se planejar e não tem interesse em ofertar lance de imediato. Outra razão é o fato de não cobrarmos nenhuma taxa.

Todo o valor arrecadado com as parcelas é convertido em contemplações, afinal não tem nenhuma taxa embutida. Aqui é SEM PEGADINHA e SEM ASTERISCO!

O UP é assim, TRANSPARENTE!


Todo esse cenário favorece, e muito, quem quer ofertar um lance. Afinal, com tanta gente poupando, e com o grupo livre de taxas e sem aqueles lances do crédito, lance embutido, lance financiado e tantos outros que todo mundo no grupo tem e só servem inflacionar os percentuais, quem ganha é você, que realmente se planejou para adiantar algumas parcelas e assim garantir sua contemplação e a chance de conquistar o seu objetivo sem ter que esperar pelo sorteio.

Quem conhece os consórcios sabe como é: grupo novo igual lance alto. Aqui, mesmo nos grupos mais novos você encontra percentuais entre 20% e 40%. Fala sério?! Reinventamos o Consórcio! Os outros consórcios que se cocem! Aqui é UP!

Portanto, não perca mais tempo! Faça já uma simulação no UP e invista no seu sonho.

Simule seu consórcio agora mesmo!

Tem mais alguma dúvida sobre o assunto? Deixe seus questionamentos nos comentários! Ou entre em contato conosco

Simule seu consórcio agora mesmo!

Simule agora

Outras matérias relacionadas

10/2020

Tipos de Consórcios para jovens

Neste artigo, vamos falar sobre os Tipos de Consórcios para Jovens, como escolher a melhor empresa e como funcionam as prestações aqui no UP. Confira

10/2020

É possível utilizar o FGTS na compra de um imóvel com consórcio?

É possível utilizar o FGTS na compra de um imóvel com consórcio? Clique e confira, aproveite e não fique de fora dos benefícios e vantagens do UP Consócios!

10/2020

Mercado Imobiliário: O que é considerado na Avaliação de Imóvel?

O Mercado Imobiliário é repleto de informações. Acesse nossa postagem e saiba mais detalhes sobre o que é levado em consideração na Avaliação de Imóvel!

Por que o Consórcio é solução(!) em tempos de crise econômica

Por que o Consórcio é solução(!) em tempos de crise econômica

Não somente o Brasil, mas o mundo todo está passando por momentos difíceis: crises econômicas, políticas e pandemia… o mundo tá todo complicado. Mas vamos ficar bem! 

Nesse contexto, o consórcio se torna uma opção cada vez mais interessante de investimento, é justamente por isso que é um setor que tem crescido consideravelmente, mesmo em tempos de crise. 


Quer entender o motivo? Vamos lá! 


Leia também: Qual o melhor consórcio de veículos para jovens

Por que o Consórcio é a escolha assertiva em tempos de crise econômica

Primeiramente vamos contextualizar. Vínhamos há alguns anos falando que melhor do que ter um carro ou uma casa, era investir o dinheiro para ter rendimento que pagasse o aluguel e ainda pudessem nos remunerar. Tudo isso mudou. Primeiramente porque o brasileiro percebeu que o milagre da multiplicação não existe. Mas, principalmente porque hoje, mais do que nunca queremos a segurança e o conforto de um lar e um automóvel.

Tudo mudou muito rápido. Nossos hábitos de consumo mudaram, assim como nossas prioridades. Buscamos mais do que nunca na nossa história estabilidade e conforto.

E é neste contexto que, mais uma vez o consórcio é a solução ideal. Afinal, reúne em um único produto: ferramenta de poupança, modalidade de crédito e produto de investimento.

Por este e outros motivos, o consórcio vem sendo conhecido com uma poupança turbinada. Afinal, você começa apenas poupando, mas pode transformar esta poupança em um objetivo realizado a partir da contemplação.


Bom, vamos lá para você entender melhor:

O consórcio não cobra juros

Com as taxas de juros elevadas, o financiamento se torna uma opção cada vez mais pesada para o bolso do brasileiro. Dando espaço para que o consórcio seja visto sempre com bons olhos, e não à toa. 

Sem dúvidas este é o grande diferencial do consórcio: Juros ZERO! Existe apenas uma taxa administrativa que é diluída no total de parcelas.

Menos burocracia

O aumento da inadimplência nesse período de crise intensificou a burocracia e rigor das instituições financeiras no momento de liberar um financiamento. No consórcio é simples, qualquer pessoa pode fazer. Você passa pela análise de crédito no momento da contemplação!

As parcelas cabem no seu bolso

No consórcio você não precisa ter dinheiro para dar de entrada ou adesão, o valor total do bem é dividido em parcelas iguais. Antes de optar por essa compra planejada e segura, você pode ainda fazer uma simulação do valor de parcela que quer pagar por mês, sem se preocupar com as taxas de juros.

É uma ótima forma de poupar dinheiro

O consórcio é uma ótima solução para preservar seu dinheiro. Isso porque, além de estar investindo em um bem, o valor estará sempre atualizado. A valorização da carta de crédito acompanha o índice de acordo com o segmento contratado: INCC para imóveis e IPCA para auto e serviços.

Você compra à vista. Quando você recebe a carta de crédito, tem o poder de compra à vista do seu bem, possibilitando melhores negociações e economizando ainda mais.

Em tempos de crise econômica, faça um UP Consórcios 

A cada ano que passa os brasileiros têm considerado mais o consórcio para realizar a compra de um bem de alto valor. O consórcio é uma possibilidade de investir em um bem de forma parcelada. Ao contrário do que acontece com o financiamento, você não adquire o bem assim que o contrata. 

Pelo consórcio, você entra em um grupo em que vários outros consorciados investem mensalmente. Esse valor conjunto é aplicado para financiar os bens escolhidos. 

A empresa de consórcio fica responsável pela formação, administração e entrega das cartas de crédito, que corresponde ao valor total do bem escolhido. Essas entregas são feitas nas assembleias, via sorteio ou lance.


Pelo consórcio, você pode investir em:


  • Automóveis: pode ser um carro zero km ou seminovo (com até 5 anos de uso)
  • Imóveis: casa, apartamento, imóvel na planta, terrenos, empreendimento. Pode ser novo ou usado.
  • Serviços: categoria que inclui viagens, estudos, reforma, cirurgias, festas e casamento.

Sem juros, entrada ou parcelas intermediárias

Diferentemente do que acontece com o financiamento, o consórcio não tem juros. Todas as empresas de consórcio, porém, realizam a cobrança da taxa de administração, que a remunera por seus serviços de formação de grupos e entrega das cartas. Esse valor não ultrapassa 20% do total do bem.

O UP, porém, só faz a cobrança da taxa de administração após a contemplação. Isso significa que, ao contratar uma carta de consórcio de automóveis, por exemplo, de R$ 50 mil, em 50 meses, você paga R$ 1 mil por mês. 

Ao contemplado nas assembleias, a taxa de administração vai incidir nas parcelas restantes. A taxas são: 0,35% para imóveis e automóveis e 0,45% para serviços. Usando e mesmo exemplo do auto de 50 mil em 50 meses, a parcela de R$ 1 mil será reajustada para R$ 1.175,00 a partir da contemplação, ou seja, você não paga taxa referente às parcelas antes da contemplação. Caso você invista em um consórcio de imóveis, por exemplo, não precisa se preocupar com parcelas intermediárias ou em ter que pagar um alto valor de entrada - lembrando que as instituições financeiras cobram em média 30% de entrada para investir em uma casa ou apartamento.

Mensalidade de acordo com o seu orçamento 

A primeira etapa para contratar um consórcio é fazer uma simulação. Nela, você insere o valor total do seu bem (carta de crédito) e a quantidade de parcelas que deseja pagar.

O simulador dá total possibilidade de ajustar os valores de acordo com o seus rendimentos mensais. 

O ideal é que essa faixa não ultrapasse 30% dos rendimentos mensais, para evitar contratempos.

Organize-se para contemplação

Consórcio é a melhor forma de ter uma compra planejada. Além de participar dos sorteios realizados nas assembleias, o consorciado pode fazer a oferta de um lance para antecipar a compra de um bem.

O lance funciona da seguinte forma: você registra, antes da assembleia, um valor a mais que daria para ter o bem. Esse valor pode representar uma boa quantidade de parcelas restantes ou completar o que falta da carta de crédito

Se o seu valor for o maior, você é contemplado. Mas, como o Up só realiza a cobrança da taxa de administração após a contemplação, vale a pena esperar. Afinal, o valor não é retroativo, ou seja, não se cobra taxas de parcelas que já foram quitadas.

No UP, temos grupos para cada segmento: imóveis, auto e serviços. Todos os grupos, sem exceção, estão contemplando com percentuais bem menores que a média de mercado. Entenda: bem menores quer dizer A METADE! Isso tem explicação: o UP tem atraído cada vez mais um perfil que deseja guardar dinheiro e que quer se planejar e não tem interesse em ofertar lance de imediato. Outra razão é o fato de não cobrarmos nenhuma taxa.

Todo o valor arrecadado com as parcelas é convertido em contemplações, afinal não tem nenhuma taxa embutida. Aqui é SEM PEGADINHA e SEM ASTERISCO!

O UP é assim, TRANSPARENTE!


Todo esse cenário favorece, e muito, quem quer ofertar um lance. Afinal, com tanta gente poupando, e com o grupo livre de taxas e sem aqueles lances do crédito, lance embutido, lance financiado e tantos outros que todo mundo no grupo tem e só servem inflacionar os percentuais, quem ganha é você, que realmente se planejou para adiantar algumas parcelas e assim garantir sua contemplação e a chance de conquistar o seu objetivo sem ter que esperar pelo sorteio.

Quem conhece os consórcios sabe como é: grupo novo igual lance alto. Aqui, mesmo nos grupos mais novos você encontra percentuais entre 20% e 40%. Fala sério?! Reinventamos o Consórcio! Os outros consórcios que se cocem! Aqui é UP!

Portanto, não perca mais tempo! Faça já uma simulação no UP e invista no seu sonho.

Simule seu consórcio agora mesmo!

Tem mais alguma dúvida sobre o assunto? Deixe seus questionamentos nos comentários! Ou entre em contato conosco

Últimas Postagens

Como comprar seu ape à vista

Quando começamos nossa independência financeira, é natural começarmos a pensar em formas de alcançar objetivos. Acesse e saiba como comprar seu ape à vista!

Viagem internacional: faça um consórcio para sua próxima viagem

Viagem internacional: Não devemos deixar de viver as coisas boas que essa vida nos proporciona. Acesse e faça um consórcio para sua próxima viagem!

4 maneiras de usar o consórcio para investir

A busca pelo investimento sem defeitos já pode parar. Acesse nossa postagem e confira 4 maneiras de usar o consórcio para investir!

Mudanças feitas pelo Banco Central durante a Pandemia

Confira o que muda nos processos do consórcio, a partir do pedido da ABAC de alterações da Circular nº 3.432, de 3 de fevereiro de 2009 do Banco Central

Como funciona o consórcio para cirurgia estética

Atualmente, fazer cirurgia estética é muito mais fácil (se compararmos ao passado). Acesse e saiba como funciona o consórcio para cirurgia estética!

Como funciona o reajuste anual da cota para valorização do crédito

Qualquer que seja o bem que se queira adquirir, planejamento é fundamental. Confira como funciona o reajuste anual da cota para valorização do crédito!
Próximo
1 / 55
Facebook - UP Consórcios
Instagram - UP Consórcios
Twitter - UP Consórcios
Linkedin - UP Consórcios
Youtube - UP Consórcios
Deezer - UP Consórcios
Spotify - UP Consórcios