WhatsUP - UP Consórcios
07/2021

Quantos bens pode faturar em uma carta de crédito?

O consórcio é uma das modalidades de compra mais vantajosas para adquirir bens e contratar serviços. Acredite, principalmente em tempos de crise econômica. No consórcio, é possível concretizar objetivos de forma planejada, com pagamento parcelado e sem a cobrança de altas taxas de juros. Além disso, outro grande benefício é que, ao ser contemplado, também é possível pagar à vista pelo bem ou serviço, o que possibilita uma negociação melhor. Há 2 maneiras de ser contemplado no consórcio: 

  1. sendo sorteado nas assembleias mensais promovidas pela administradora;
  2. ofertando um lance. 

Sem dúvida, ser contemplado é o momento mais aguardado pelos consorciados. No entanto, para alcançar essa conquista ainda é preciso passar por um processo de análise para a liberação da carta de crédito

Quantos bens pode faturar em uma carta de crédito?

A carta de crédito é o documento que formaliza o valor contratado pelo participante para conquistar seu objetivo, seja ele um carro, imóvel ou até vários serviços -  a regra é que seja uma carta de crédito para cada bem, não sendo possível acumular bens em uma única carta crédito. 

Após cada assembleia mensal, a administradora do consórcio deverá informar quem foram os consorciados contemplados por sorteio e lance. Por sua vez, esses contemplados devem dizer à empresa como a carta de crédito será usada, sempre devendo ser especificado a unidade ou o modelo em questão.

Nesse momento, é hora de reunir a documentação necessária para dar andamento à avaliação e à liberação de crédito — todo o processo, normalmente, pode ser encontrado no site da administradora. A ideia é que esses documentos garantam a segurança jurídica da operação.

Quando a administradora recebe essa documentação, ela analisa o material e, caso seja necessário, irá solicitar informações adicionais ou mais atualizadas. Após tudo ser conferido e aprovado, o analista do processo entrará em contato (por telefone ou e-mail) para informar sobre a finalização da ação. Voilá! Você está próximo de alcançar sua conquista!

Documentos após ser contemplado

Antes de ter a carta de crédito em mãos, é preciso fazer a comprovação de alguns documentos para a liberação do valor.

Se ainda tiver com mensalidades a quitar, deve oferecer garantia. Por isso, a administradora realiza uma análise cadastral automática. Essa medida assegura que a contemplação não prejudique os demais integrantes do grupo de consórcio.

Depois dessa etapa, o UP pede alguns documentos pessoais de comprovação:

● Cópia do RG ou CNH;

● Cópia do CPF ou, se o contemplado for uma empresa, cópia do CNPJ;

● Comprovante de residência atualizado e em nome do contemplado;

● Comprovante de renda (holerites, extratos bancários etc).

Na contemplação, é preciso estar com o nome regularizado em instituições de crédito e com as mensalidades do consórcio em dia. Do contrário, você perde a chance de receber a carta contemplada.

quantos-bens-pode-faturar-em-uma-carta-de-credito

Como utilizar a Carta Contemplada no Consórcio

Após a etapa de aprovação de documentos, finalmente você pode utilizar a sua carta de crédito. Vale lembrar que ela só pode ser utilizada para o bem que você selecionou. Por exemplo, se você investiu em um consórcio de serviços, não pode utilizar a sua carta para a compra de um automóvel ou imóvel, por exemplo.

A carta é transferida diretamente da administradora de consórcio para o proprietário do bem ou quem executa o serviço que você selecionou. Se você investiu em um consórcio de automóveis, deve informar o modelo, ano, valor e a concessionária ou proprietário, para que o valor seja repassado. Vale o mesmo para as demais categorias: você indica a agência de viagens ou universidade, no caso de serviços, ou o dono de uma casa ou terreno, no consórcio de imóveis.

A grande vantagem é que a carta contemplada dá poder de compra à vista, garantindo ampla margem de negociação. Se o valor do bem que você selecionou for inferior à sua carta, pode usar o valor restante para documentações (contanto que não ultrapasse 10% do total da carta) ou para quitar as parcelas que faltam do consórcio.

Mas, se o bem tiver valor superior à sua carta, fique tranquilo: é possível completar o valor com os seus próprios recursos.

Caso as opções de valor da carta sejam insuficientes para o bem que deseja comprar, converse com os especialistas do UP. Você pode investir, ao mesmo tempo, em mais de uma cota de consórcio e conquistar o seu objetivo, não importa o tamanho dele!

O que significa ter a carta de crédito no consórcio?

O principal objetivo de um consórcio é a contemplação, uma vez que é a partir dela que o consorciado tem acesso à carta de crédito, que possibilita a aquisição do bem ou serviço.

Temos que ressaltar também que, para ter acesso efetivo à carta de crédito, o consorciado precisa atentar aos detalhes do processo que se inicia após a contemplação. Vamos falar mais sobre isso abaixo. 

Todos que começam a pagar as mensalidades serão contemplados. No entanto, nenhuma administradora de consórcio pode garantir a data que essa contemplação acontecerá. Pode ser no primeiro, no segundo, no último mês…

Isso porque o consorciado, ao investir em uma carta, participa de um grupo com diversos outros consorciados interessados em bens semelhantes.

Todos os meses são realizadas assembleias para divulgar os contemplados de acordo com o sorteio da Loteria Federal. Como os concursos são realizados duas vezes por semana, às quartas e sábados, considera-se o sorteio mais próximo à data das Assembleias.

Se você for sorteado, é contemplado com a carta de crédito. Porém, existe outra forma que pode garantir a contemplação de forma mais rápida – ou de acordo com o que você tiver planejado: a oferta do lance.

Contemplação por lance

Quem deseja antecipar a aquisição do bem, pode optar pelo lance.

Funciona da seguinte forma: até o dia anterior à Assembleia, você pode fazer  sua oferta de lance. Essa oferta pode ser realizada até às 23h59 do dia anterior à assembleia, por e-mail, aplicativo ou central telefônica.

Para definir o valor do lance, você pode fazer este cálculo pela quantidade de parcelas que deseja quitar da sua carta ou acompanhar os valores ofertados ao longo das assembleias, ofertando um percentual da sua carta de crédito.

Vale lembrar que registrar a oferta do valor antes da assembleia não significa que ele é debitado antes do sorteio. Somente após a contemplação e a etapa de comprovação de documentos que o valor é debitado para a administradora do consórcio.

Portanto, fique tranquilo: se você oferecer o lance, e não for contemplado, não vai precisar pagar nada!

Qual é a melhor opção: sorteio ou lance?

Diferentemente de todas as administradoras de consórcio, o UP só realiza a cobrança do valor da taxa de administração após a contemplação.

A taxa de administração é um valor cobrado para remunerar a administradora pela formação dos grupos, gestão das cartas de crédito, realização de assembleias e sorteios e repasse da carta para a aquisição do bem.

Isso significa que, ao investir em um automóvel com carta de R$ 50 mil, em 50 meses, você paga o valor de R$ 1 mil até a contemplação. Só depois de receber o bem passa a pagar a taxa de administração, com valor já definido no momento da simulação.

Portanto, quanto mais demorar para receber o bem, mais você adia o pagamento da taxa de administração. Afinal, o UP favorece a compra do seu carro, imóvel ou serviço de forma planejada. Ao aguardar o sorteio, tem-se o benefício de pagar menos quantidade de parcelas com a taxa.

Mesmo para quem pretende realizar a compra do bem de forma antecipada, o lance também pode ser vantajoso. Dessa forma, você quita as parcelas restantes e realiza o seu objetivo de conquistar um bem sem se preocupar em pagar a mais por ele, como acontece com o financiamento. Se você optar por utilizar o valor do lance para reduzir a quantidade de parcelas, nenhuma taxa é aplicada sobre o valor do lance - ta aí outra vantagem. 

Seja via sorteio ou por lance, o consorciado não paga juros ou valor de entrada.

Recursos do FGTS para o lance

No caso específico de consórcio de imóveis, você pode utilizar os recursos do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) para fazer a oferta de lance.

Para isso, é preciso dar entrada na Caixa, banco responsável por sua reserva de FGTS. Ele pode ser utilizado em uma das seguintes formas:

● Oferta de lance com o valor total do seu fundo de garantia;

● Complementar o valor já pago, como oferta de lance;

● Quitar o consórcio imobiliário;

● Saldar parte da sua cota.

Porém, se você estiver com pendências com o UP, não pode utilizar os recursos do FGTS para parcelas atrasadas. É preciso regularizar a situação.

No UP Consórcios você encontra as menores parcelas do mercado. Simule, compare e compre.

Outras matérias relacionadas

07/2021

Como usar o consórcio para custear meu desenvolvimento profissional?

Como usar o consórcio para custear meu desenvolvimento profissional? Confira neste artigo tudo o que você precisa saber o consórcio de serviços para Educação!

07/2021

Como começar a investir

Posso dizer que o momento em que se pensa quais são os tipos de investimento, e por onde começar chega para todos. Acesse e saiba como Começar a Investir!

07/2021

Como usar o FGTS para o Consórcio de Imóvel?

Se você deseja utilizar o FGTS no consórcio, saiba que essa é uma ótima alternativa. Você pode usar o FGTS de diversas maneiras, vamos te contar como.

Quantos bens pode faturar em uma carta de crédito?

Quantos bens pode faturar em uma carta de crédito?

O consórcio é uma das modalidades de compra mais vantajosas para adquirir bens e contratar serviços. Acredite, principalmente em tempos de crise econômica. No consórcio, é possível concretizar objetivos de forma planejada, com pagamento parcelado e sem a cobrança de altas taxas de juros. Além disso, outro grande benefício é que, ao ser contemplado, também é possível pagar à vista pelo bem ou serviço, o que possibilita uma negociação melhor. Há 2 maneiras de ser contemplado no consórcio: 

  1. sendo sorteado nas assembleias mensais promovidas pela administradora;
  2. ofertando um lance. 

Sem dúvida, ser contemplado é o momento mais aguardado pelos consorciados. No entanto, para alcançar essa conquista ainda é preciso passar por um processo de análise para a liberação da carta de crédito

Quantos bens pode faturar em uma carta de crédito?

A carta de crédito é o documento que formaliza o valor contratado pelo participante para conquistar seu objetivo, seja ele um carro, imóvel ou até vários serviços -  a regra é que seja uma carta de crédito para cada bem, não sendo possível acumular bens em uma única carta crédito. 

Após cada assembleia mensal, a administradora do consórcio deverá informar quem foram os consorciados contemplados por sorteio e lance. Por sua vez, esses contemplados devem dizer à empresa como a carta de crédito será usada, sempre devendo ser especificado a unidade ou o modelo em questão.

Nesse momento, é hora de reunir a documentação necessária para dar andamento à avaliação e à liberação de crédito — todo o processo, normalmente, pode ser encontrado no site da administradora. A ideia é que esses documentos garantam a segurança jurídica da operação.

Quando a administradora recebe essa documentação, ela analisa o material e, caso seja necessário, irá solicitar informações adicionais ou mais atualizadas. Após tudo ser conferido e aprovado, o analista do processo entrará em contato (por telefone ou e-mail) para informar sobre a finalização da ação. Voilá! Você está próximo de alcançar sua conquista!

Documentos após ser contemplado

Antes de ter a carta de crédito em mãos, é preciso fazer a comprovação de alguns documentos para a liberação do valor.

Se ainda tiver com mensalidades a quitar, deve oferecer garantia. Por isso, a administradora realiza uma análise cadastral automática. Essa medida assegura que a contemplação não prejudique os demais integrantes do grupo de consórcio.

Depois dessa etapa, o UP pede alguns documentos pessoais de comprovação:

● Cópia do RG ou CNH;

● Cópia do CPF ou, se o contemplado for uma empresa, cópia do CNPJ;

● Comprovante de residência atualizado e em nome do contemplado;

● Comprovante de renda (holerites, extratos bancários etc).

Na contemplação, é preciso estar com o nome regularizado em instituições de crédito e com as mensalidades do consórcio em dia. Do contrário, você perde a chance de receber a carta contemplada.

quantos-bens-pode-faturar-em-uma-carta-de-credito

Como utilizar a Carta Contemplada no Consórcio

Após a etapa de aprovação de documentos, finalmente você pode utilizar a sua carta de crédito. Vale lembrar que ela só pode ser utilizada para o bem que você selecionou. Por exemplo, se você investiu em um consórcio de serviços, não pode utilizar a sua carta para a compra de um automóvel ou imóvel, por exemplo.

A carta é transferida diretamente da administradora de consórcio para o proprietário do bem ou quem executa o serviço que você selecionou. Se você investiu em um consórcio de automóveis, deve informar o modelo, ano, valor e a concessionária ou proprietário, para que o valor seja repassado. Vale o mesmo para as demais categorias: você indica a agência de viagens ou universidade, no caso de serviços, ou o dono de uma casa ou terreno, no consórcio de imóveis.

A grande vantagem é que a carta contemplada dá poder de compra à vista, garantindo ampla margem de negociação. Se o valor do bem que você selecionou for inferior à sua carta, pode usar o valor restante para documentações (contanto que não ultrapasse 10% do total da carta) ou para quitar as parcelas que faltam do consórcio.

Mas, se o bem tiver valor superior à sua carta, fique tranquilo: é possível completar o valor com os seus próprios recursos.

Caso as opções de valor da carta sejam insuficientes para o bem que deseja comprar, converse com os especialistas do UP. Você pode investir, ao mesmo tempo, em mais de uma cota de consórcio e conquistar o seu objetivo, não importa o tamanho dele!

O que significa ter a carta de crédito no consórcio?

O principal objetivo de um consórcio é a contemplação, uma vez que é a partir dela que o consorciado tem acesso à carta de crédito, que possibilita a aquisição do bem ou serviço.

Temos que ressaltar também que, para ter acesso efetivo à carta de crédito, o consorciado precisa atentar aos detalhes do processo que se inicia após a contemplação. Vamos falar mais sobre isso abaixo. 

Todos que começam a pagar as mensalidades serão contemplados. No entanto, nenhuma administradora de consórcio pode garantir a data que essa contemplação acontecerá. Pode ser no primeiro, no segundo, no último mês…

Isso porque o consorciado, ao investir em uma carta, participa de um grupo com diversos outros consorciados interessados em bens semelhantes.

Todos os meses são realizadas assembleias para divulgar os contemplados de acordo com o sorteio da Loteria Federal. Como os concursos são realizados duas vezes por semana, às quartas e sábados, considera-se o sorteio mais próximo à data das Assembleias.

Se você for sorteado, é contemplado com a carta de crédito. Porém, existe outra forma que pode garantir a contemplação de forma mais rápida – ou de acordo com o que você tiver planejado: a oferta do lance.

Contemplação por lance

Quem deseja antecipar a aquisição do bem, pode optar pelo lance.

Funciona da seguinte forma: até o dia anterior à Assembleia, você pode fazer  sua oferta de lance. Essa oferta pode ser realizada até às 23h59 do dia anterior à assembleia, por e-mail, aplicativo ou central telefônica.

Para definir o valor do lance, você pode fazer este cálculo pela quantidade de parcelas que deseja quitar da sua carta ou acompanhar os valores ofertados ao longo das assembleias, ofertando um percentual da sua carta de crédito.

Vale lembrar que registrar a oferta do valor antes da assembleia não significa que ele é debitado antes do sorteio. Somente após a contemplação e a etapa de comprovação de documentos que o valor é debitado para a administradora do consórcio.

Portanto, fique tranquilo: se você oferecer o lance, e não for contemplado, não vai precisar pagar nada!

Qual é a melhor opção: sorteio ou lance?

Diferentemente de todas as administradoras de consórcio, o UP só realiza a cobrança do valor da taxa de administração após a contemplação.

A taxa de administração é um valor cobrado para remunerar a administradora pela formação dos grupos, gestão das cartas de crédito, realização de assembleias e sorteios e repasse da carta para a aquisição do bem.

Isso significa que, ao investir em um automóvel com carta de R$ 50 mil, em 50 meses, você paga o valor de R$ 1 mil até a contemplação. Só depois de receber o bem passa a pagar a taxa de administração, com valor já definido no momento da simulação.

Portanto, quanto mais demorar para receber o bem, mais você adia o pagamento da taxa de administração. Afinal, o UP favorece a compra do seu carro, imóvel ou serviço de forma planejada. Ao aguardar o sorteio, tem-se o benefício de pagar menos quantidade de parcelas com a taxa.

Mesmo para quem pretende realizar a compra do bem de forma antecipada, o lance também pode ser vantajoso. Dessa forma, você quita as parcelas restantes e realiza o seu objetivo de conquistar um bem sem se preocupar em pagar a mais por ele, como acontece com o financiamento. Se você optar por utilizar o valor do lance para reduzir a quantidade de parcelas, nenhuma taxa é aplicada sobre o valor do lance - ta aí outra vantagem. 

Seja via sorteio ou por lance, o consorciado não paga juros ou valor de entrada.

Recursos do FGTS para o lance

No caso específico de consórcio de imóveis, você pode utilizar os recursos do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) para fazer a oferta de lance.

Para isso, é preciso dar entrada na Caixa, banco responsável por sua reserva de FGTS. Ele pode ser utilizado em uma das seguintes formas:

● Oferta de lance com o valor total do seu fundo de garantia;

● Complementar o valor já pago, como oferta de lance;

● Quitar o consórcio imobiliário;

● Saldar parte da sua cota.

Porém, se você estiver com pendências com o UP, não pode utilizar os recursos do FGTS para parcelas atrasadas. É preciso regularizar a situação.

No UP Consórcios você encontra as menores parcelas do mercado. Simule, compare e compre.

Últimas Postagens

Apartamento com varanda gourmet: dicas de decoração

Além das vantagens por si só, um apartamento com varanda gourmet pode ser ainda mais otimizado. Neste artigo te daremos algumas dicas de decoração.

Quais são os tipos de consórcio para abrir um negócio?

O consórcio para abrir um negócio é uma excelente alternativa para quem está pensando e em concretizar novos planos! Podemos te ajudar no processo.

Quanto custa um apartamento no Consórcio?

Você sabe quanto custa um apartamento no consórcio? O sistema de consórcios oferece planos e vantagens exclusivas para você programar a sua compra. Confira!

5 razões para comprar apartamento de luxo como investimento

Comprar um apartamento de luxo é equivalente a comprar uma fatia valiosa da cidade. Quer saber como fazer para ter um apartamento como investimento? Confira!

Financiamento de caminhão é uma boa escolha?

Além disso, os trâmites para financiamento de caminhão são complexos, haja burocracia…Neste artigo te explicamos o porquê e a solução para isso.

Financiamento de carro: qual a melhor modalidade de compra?

Muitos consumidores costumam ficar em dúvida sobre qual opção escolher: financiamento de carro ou consórcio? Calma que estamos aqui para te ajudar na escolha.
Facebook - UP Consórcios
Instagram - UP Consórcios
Twitter - UP Consórcios
Linkedin - UP Consórcios
Youtube - UP Consórcios
Deezer - UP Consórcios
Spotify - UP Consórcios