Voltar
12/2020

Como se planejar para investir no consórcio?

O consórcio não é várzea, bro. Para participar dele é essencial ter um planejamento bem construído para evitar dores de cabeça. As vantagens de fazer consórcio são muitas, entretanto, você precisa tomar decisões pensando no longo prazo. Há vários aspectos que envolvem o processo de contemplação, que dizem respeito ao período antes, durante e depois do recebimento da sua carta de crédito.

Todos os investimentos de longo prazo demandam a aplicação correta do dinheiro, principalmente tendo em mente que esse valor não poderá ser utilizado diante de um contratempo. Situações como emergência de saúde, perda de emprego ou mudança de cidade, podem fazer os gastos saírem do controle, dessa maneira, é muito importante estar pronto para se precaver contra esses imprevistos. 

Vamos te ajudar!

Como se planejar para investir no consórcio 

1. Quanto você pode investir por mês?

O primeiro passo para fazer um consórcio com segurança é conhecer seu orçamento. O consórcio te permite escolher o valor da parcela, assim é possível assumir esse compromisso sem prejudicar suas contas. No entanto, tenha uma ideia esclarecida sobre o limite do seu orçamento para evitar apertos financeiros. Portanto, faça um planejamento para investir no consórcio considerando gastos como:

  • contas mensais que você já está habituado (aluguel, internet e luz, por exemplo);
  • pagamento de crediários, carnês e faturas de cartão de crédito;
  • mensalidades escolares, plano de saúde e outros compromissos;
  • alimentação e transporte;
  • diversão e lazer da família, entre outros.

Muitas pessoas, na hora de fazer um planejamento financeiro, esquecem de considerar os pequenos gastos do cotidiano. Porém, olhar essas despesas comuns é essencial para uma avaliação mais realista e sem erros.

2. Tenha uma reserva financeira

Para segurar a onda dos imprevistos, ter um saldo extra é sempre bem-vindo! Monte uma reserva financeira! Faça aplicação desse dinheiro na poupança ou em outro investimento com alta liquidez, daquele tipo de situação que você possa sacar sem demora diante de uma emergência. Aquela história de deixar dinheiro guardado em casa… não não! Assim, você evita riscos e desvalorização do dinheiro, lembre-se que a inflação reduz o poder de compra do dinheiro.

O mais indicado é acumular dinheiro suficiente para cobrir entre 3 e 6 meses de seu salário. A partir disso você estará mais tranquilo e exclui a necessidade de recorrer a empréstimos e financiamentos (que têm juros elevados que podem pesar muito no bolso), ou atrasar o pagamento de contas

Que tal utilizar o valor que passar dessa meta para abater parcelas de seu consórcio antes do esperado? Ou até mesmo dar lances que podem acelerar sua contemplação, logo, como resultado, você terá a conquista do seu bem mais rápido.

como-se-planejar-para-investir-no-consorcio

3. Tenha um orçamento visando a contemplação

Por exemplo, ao contratar um consórcio de carro, você deve colocar na ponta do lápis outros custos como manutenção, pagamento de impostos, abastecimento e limpeza. O mesmo acontece quando você opta por comprar um imóvel, não é mesmo? 

Em ambos os casos há a necessidade de gastar com custos relacionados à documentação e transferência de titularidade. É aqui que é essencial ter a visão sobre estar contemplado no consórcio. Afinal, existe vida após as parcelas do consórcio. 

Dessa forma, planeje seu orçamento para investir no consórcio tendo como base também essas despesas. Do contrário, suas pretensões podem não sair como o esperado (bate na madeira). 

Como faz para investir no UP Consórcios?

Investir é a melhor forma de preservar seu patrimônio e ter uma vida mais tranquila. Afinal, sabemos muito bem como é difícil relaxar completamente quando as dificuldades financeiras batem na porta! 

Quer fechar a porta pros problemas financeiros? Investir em consórcio é sem erro. 

O consórcio é um investimento que não te decepciona. Não à toa tem sido apontado como a melhor forma de obter bens em tempos de crise como essa que estamos vivendo. 

Não é sempre que temos uma boa quantia em dinheiro para pagar à vista um bem de alto valor, como um imóvel ou carro. Com o consórcio, você pode parcelar o valor total do bem, com um valor de parcela que esteja adequado às suas possibilidades financeiras e sem pagar nada de juros por isso.

O consórcio é um investimento seguro, regulamentado pelo Banco Central. Por conta da desvalorização da caderneta de poupança, o consórcio tornou-se a maneira mais segura de poupar e aumentar seu patrimônio. O dinheiro fica bem guardado durante todo o processo, passa por reajustes e, ao final, o consorciado vai receber sua recompensa na forma do bem almejado.

Outra questão a considerar é que a carta contemplada, porém não utilizada, fica em um fundo de investimento de curto prazo, oferecendo rendimentos mensais. A grande sacada aqui é que o consorciado tem rendimentos sobre o crédito contratado, ou seja, se ele foi contemplado em uma carta de 200 mil, por exemplo, e pagou apenas 40 mil reais, ainda assim os rendimentos são sobre o crédito disponível. Imagine tirar aqueles 40 mil investidos em um fundo, usar como lance em uma carta de 200 mil e passar a receber rendimentos sobre os 200 mil? Ainda acha que consórcio não é investimento seguro?

Dessa forma, o que acontece no consórcio é isso: é possível poupar e receber o dinheiro poupado ao final de tudo, seja na forma de um bem, seja na forma de dinheiro (apenas a taxa administrativa não é devolvida).

Flexibilidade ao investir no consórcio

No geral, uma coisa que os jovens detestam é depender de um processo burocrático. Com o consórcio não existe isso. Não há burocracia no momento da adesão. Durante o período de consórcio, ele poderá até trocar de carta de crédito: caso sinta que as parcelas pesam demais em seu orçamento, a opção é uma carta de crédito mais barata. Além de também poder vendê-la para outro consorciado ou pessoa interessada.

Após ser contemplado, ele poderá escolher o bem que quiser dentro da categoria do grupo escolhido (imóvel, veículo ou serviços), optar por um modelo mais barato ou mais caro (completando a diferença); ou, outra opção, comprar outro tipo de bem no lugar do que estava nos planos iniciais. 

Investimento com Risco Zero? Só aqui no UP! 

O UP Consórcios é uma fintech da Embracon que ajuda as pessoas a atingirem seus objetivos com planejamento financeiro. Mais que moderno e digital, o UP é um consórcio transparente e o único sem nenhuma taxa até a contemplação. 

Outro diferencial do UP é a recompra garantida para a cota contemplada, com as parcelas pagas corrigidas pelo índice oficial da poupança. Com o UP Consórcios você pode adquirir bens (carros e imóveis) e serviços (festas, viagens, cursos, reformas, estética, entre outros), com planos de 20 a 180 parcelas. 

No UP Consórcios você encontra as menores parcelas do mercado. Simule, compare e compre. E o melhor: sem juros, sem taxas de adesão, fundo reserva e administrativa até a contemplação.




Simule seu consórcio agora mesmo!

Simule agora

Outras matérias relacionadas

12/2020

5 Hábitos da Quarentena que podem continuar após a Pandemia

Os meses passam e a quarentena no Brasil não tem previsão de término. Acesse e confira 5 Hábitos da Quarentena que podem continuar após a Pandemia!

01/2021

Porque os jovens devem investir em consórcio o quanto antes

Sim, consórcio é investimento! Vamos te mostrar porque você precisa começar a investir em consórcio.

12/2020

Quanto custa um seguro de carro popular?

O seguro de carro dispõe de dois benefícios muito vantajosos: proteção e a tranquilidade. Acesse nossa postagem e saiba quanto custa o seguro de carro popular!

Como se planejar para investir no consórcio?

Como se planejar para investir no consórcio?

O consórcio não é várzea, bro. Para participar dele é essencial ter um planejamento bem construído para evitar dores de cabeça. As vantagens de fazer consórcio são muitas, entretanto, você precisa tomar decisões pensando no longo prazo. Há vários aspectos que envolvem o processo de contemplação, que dizem respeito ao período antes, durante e depois do recebimento da sua carta de crédito.

Todos os investimentos de longo prazo demandam a aplicação correta do dinheiro, principalmente tendo em mente que esse valor não poderá ser utilizado diante de um contratempo. Situações como emergência de saúde, perda de emprego ou mudança de cidade, podem fazer os gastos saírem do controle, dessa maneira, é muito importante estar pronto para se precaver contra esses imprevistos. 

Vamos te ajudar!

Como se planejar para investir no consórcio 

1. Quanto você pode investir por mês?

O primeiro passo para fazer um consórcio com segurança é conhecer seu orçamento. O consórcio te permite escolher o valor da parcela, assim é possível assumir esse compromisso sem prejudicar suas contas. No entanto, tenha uma ideia esclarecida sobre o limite do seu orçamento para evitar apertos financeiros. Portanto, faça um planejamento para investir no consórcio considerando gastos como:

  • contas mensais que você já está habituado (aluguel, internet e luz, por exemplo);
  • pagamento de crediários, carnês e faturas de cartão de crédito;
  • mensalidades escolares, plano de saúde e outros compromissos;
  • alimentação e transporte;
  • diversão e lazer da família, entre outros.

Muitas pessoas, na hora de fazer um planejamento financeiro, esquecem de considerar os pequenos gastos do cotidiano. Porém, olhar essas despesas comuns é essencial para uma avaliação mais realista e sem erros.

2. Tenha uma reserva financeira

Para segurar a onda dos imprevistos, ter um saldo extra é sempre bem-vindo! Monte uma reserva financeira! Faça aplicação desse dinheiro na poupança ou em outro investimento com alta liquidez, daquele tipo de situação que você possa sacar sem demora diante de uma emergência. Aquela história de deixar dinheiro guardado em casa… não não! Assim, você evita riscos e desvalorização do dinheiro, lembre-se que a inflação reduz o poder de compra do dinheiro.

O mais indicado é acumular dinheiro suficiente para cobrir entre 3 e 6 meses de seu salário. A partir disso você estará mais tranquilo e exclui a necessidade de recorrer a empréstimos e financiamentos (que têm juros elevados que podem pesar muito no bolso), ou atrasar o pagamento de contas

Que tal utilizar o valor que passar dessa meta para abater parcelas de seu consórcio antes do esperado? Ou até mesmo dar lances que podem acelerar sua contemplação, logo, como resultado, você terá a conquista do seu bem mais rápido.

como-se-planejar-para-investir-no-consorcio

3. Tenha um orçamento visando a contemplação

Por exemplo, ao contratar um consórcio de carro, você deve colocar na ponta do lápis outros custos como manutenção, pagamento de impostos, abastecimento e limpeza. O mesmo acontece quando você opta por comprar um imóvel, não é mesmo? 

Em ambos os casos há a necessidade de gastar com custos relacionados à documentação e transferência de titularidade. É aqui que é essencial ter a visão sobre estar contemplado no consórcio. Afinal, existe vida após as parcelas do consórcio. 

Dessa forma, planeje seu orçamento para investir no consórcio tendo como base também essas despesas. Do contrário, suas pretensões podem não sair como o esperado (bate na madeira). 

Como faz para investir no UP Consórcios?

Investir é a melhor forma de preservar seu patrimônio e ter uma vida mais tranquila. Afinal, sabemos muito bem como é difícil relaxar completamente quando as dificuldades financeiras batem na porta! 

Quer fechar a porta pros problemas financeiros? Investir em consórcio é sem erro. 

O consórcio é um investimento que não te decepciona. Não à toa tem sido apontado como a melhor forma de obter bens em tempos de crise como essa que estamos vivendo. 

Não é sempre que temos uma boa quantia em dinheiro para pagar à vista um bem de alto valor, como um imóvel ou carro. Com o consórcio, você pode parcelar o valor total do bem, com um valor de parcela que esteja adequado às suas possibilidades financeiras e sem pagar nada de juros por isso.

O consórcio é um investimento seguro, regulamentado pelo Banco Central. Por conta da desvalorização da caderneta de poupança, o consórcio tornou-se a maneira mais segura de poupar e aumentar seu patrimônio. O dinheiro fica bem guardado durante todo o processo, passa por reajustes e, ao final, o consorciado vai receber sua recompensa na forma do bem almejado.

Outra questão a considerar é que a carta contemplada, porém não utilizada, fica em um fundo de investimento de curto prazo, oferecendo rendimentos mensais. A grande sacada aqui é que o consorciado tem rendimentos sobre o crédito contratado, ou seja, se ele foi contemplado em uma carta de 200 mil, por exemplo, e pagou apenas 40 mil reais, ainda assim os rendimentos são sobre o crédito disponível. Imagine tirar aqueles 40 mil investidos em um fundo, usar como lance em uma carta de 200 mil e passar a receber rendimentos sobre os 200 mil? Ainda acha que consórcio não é investimento seguro?

Dessa forma, o que acontece no consórcio é isso: é possível poupar e receber o dinheiro poupado ao final de tudo, seja na forma de um bem, seja na forma de dinheiro (apenas a taxa administrativa não é devolvida).

Flexibilidade ao investir no consórcio

No geral, uma coisa que os jovens detestam é depender de um processo burocrático. Com o consórcio não existe isso. Não há burocracia no momento da adesão. Durante o período de consórcio, ele poderá até trocar de carta de crédito: caso sinta que as parcelas pesam demais em seu orçamento, a opção é uma carta de crédito mais barata. Além de também poder vendê-la para outro consorciado ou pessoa interessada.

Após ser contemplado, ele poderá escolher o bem que quiser dentro da categoria do grupo escolhido (imóvel, veículo ou serviços), optar por um modelo mais barato ou mais caro (completando a diferença); ou, outra opção, comprar outro tipo de bem no lugar do que estava nos planos iniciais. 

Investimento com Risco Zero? Só aqui no UP! 

O UP Consórcios é uma fintech da Embracon que ajuda as pessoas a atingirem seus objetivos com planejamento financeiro. Mais que moderno e digital, o UP é um consórcio transparente e o único sem nenhuma taxa até a contemplação. 

Outro diferencial do UP é a recompra garantida para a cota contemplada, com as parcelas pagas corrigidas pelo índice oficial da poupança. Com o UP Consórcios você pode adquirir bens (carros e imóveis) e serviços (festas, viagens, cursos, reformas, estética, entre outros), com planos de 20 a 180 parcelas. 

No UP Consórcios você encontra as menores parcelas do mercado. Simule, compare e compre. E o melhor: sem juros, sem taxas de adesão, fundo reserva e administrativa até a contemplação.




Últimas Postagens

Qual é a importância do Consórcio na Crise Econômica?

O momento não tá fácil, por isso te mostraremos a importância do consórcio na crise econômica.

Conheça os melhores carros populares do momento!

Saibas quais são os carros populares do momento. Com certeza você gostaria de ter um desses.

Como comprar imóvel na praia (sem entrada e juros!!!)

Está pensando em comprar um imóvel na praia? Maravilha! A gente te conta como fazer.

Como funciona o consórcio de equipamentos?

Você sabe para que serve o consórcio de equipamentos? Nós te contamos como funciona.

Como funciona um plano de aposentadoria através do consórcio

Entenda como funciona um plano de aposentadoria através do consórcio, e fique despreocupado com o futuro.

Como funciona o consórcio náutico?

Entenda de uma vez por todas como funciona o consórcio náutico.
Próximo
1 / 69
Facebook - UP Consórcios
Instagram - UP Consórcios
Twitter - UP Consórcios
Linkedin - UP Consórcios
Youtube - UP Consórcios
Deezer - UP Consórcios
Spotify - UP Consórcios